Militares da Força Aérea do Brasil realizam doação de sangue

0
Foto: SES

Um grupo composto por mais de 20 militares e oficiais do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Aracaju (DTCEA-AR) colaborou com o serviço de doação e os estoques dos sangues O, A, B e Ab, positivo e negativo do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose).

A ação solidária contou com a adesão de voluntários portadores de um grupo sanguíneo mais raro, como o B positivo. “O comando do Destacamento sempre promove atividades com a participação direta do cidadão. No caso da doação de sangue estamos aqui para ajudar pacientes nos hospitais”, comentou Matheus Oliveira dos Santos.

“Temos um compromisso com a sociedade e precisamos continuar com este espírito de dedicação ao próximo e, mesmo neste momento difícil de enfrentamento ao coronavírus, podemos verificar que o Hemose adotou as medidas sanitárias para evitar aglomeração e proporcionar segurança aos doadores”, destacou o capitão Lacerda.

Para gerente de Ações Estratégicas do Hemocentro de Sergipe, Rozeli Dantas, a parceria com as instituições e os doadores fidelizados são fundamentais nesses períodos de redução nas doações de sangue, decorrente do isolamento social do enfrentamento ao Covid-19.

“Já recebemos aqui na unidade militares da Marinha, Exército e agora Aeronáutica. Esse trabalho busca restaurar os estoques de todos os sangues. Para isso, estamos solicitando que venham em grupos pequenos para evitar aglomerações”, conclui a ressaltou a assistente social.

Serviço

 

Para doar sangue, basta estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos e apresentar documento oficial com foto, válido em todo território nacional. O Hemose também ampliou o serviço de agendamento para doação individual e de grupos de até dez pessoas, através dos telefones: (79) 3225-8039 e 3259-3174 ou pelo email: ssocial.hemose@fsph.se.gov.br.

Fonte: SES

Comentários