Mutirão atenderá crianças e idosos de lares e abrigos em todo o país

0
Evento solidário ocorre no dia 20 (Foto: HU/Ebserh)

Levar atendimento de saúde e humanização para crianças e idosos que vivem em lares e abrigos em todo o país. Esse é o objetivo da terceira edição da ação Ebserh Solidária, que será realizada no dia 20 de dezembro nas cidades atendidas pelos hospitais universitários federais vinculados à Rede Ebserh.

Um deles é o Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS), que atuará em duas instituições sergipanas: o Lar Isaias Gileno Barreto, que atende a idosos e está localizado em São Cristóvão (SE); e o Lar Infantil Cristo Redentor (LICRE), voltado às crianças e com sede em Aracaju (SE).

Serão oferecidas ações em saúde para aqueles que têm dificuldade de acesso a atendimento médico-hospitalar. Com o mutirão, os pacientes não precisarão se deslocar ao hospital, pois os serviços irão até eles.

A iniciativa conta com profissionais de áreas como pediatria, fisioterapia, psicologia, nutrição, geriatria, cardiologia, dermatologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, assistência social, enfermagem, odontologia e educação física. Também serão realizadas ações educacionais preventivas em saúde.

Além disso, no HU-UFS está ocorrendo uma campanha interna que arrecada roupas, fraldas geriátricas, alimentos não perecíveis, material de limpeza, roupas de cama, mesa e banho, brinquedos, entre outros itens. O material está sendo entregue na Sala de Telefonia do hospital.

Ações

Para o Lar Infantil Cristo Redentor, estão previstos consulta de puericultura, exames laboratoriais, avaliação antropométrica, ações educativas com equipe de nutrição, ações clínicas preventivas e educativas com a odontologia e atividades recreativas.

Já para o Lar Isaias Gileno Barreto, o HU-UFS levará consultas médicas, avaliação de fisioterapia, capacitação de nutrição voltada aos cuidadores, avaliação da pele dos idosos pela comissão de pele, capacitação da equipe de enfermagem para os cuidadores, conferência de estoque de medicações e orientações pela farmácia clínica, além de atividades lúdicas e ações educativas com a equipe de odontologia.

O presidente da Rede Ebserh, Kleber Morais, ressaltou o caráter solidário e humanizado da ação. “Essa é a terceira vez que juntamos os esforços de toda a rede em prol das pessoas que mais precisam. E essa edição é especial, pois teremos a oportunidade não apenas de levar educação e saúde, mas também de levar um abraço, um sorriso e um afago justamente em uma época do ano tão significativa, que é o Natal”.

Histórico positivo

No ano de 2017, foi instituído o projeto Ebserh Solidária, que se caracteriza pelo objetivo de levar atendimento em educação e saúde fora do ambiente hospitalar, com ações de prevenção e promoção da saúde. Na primeira edição, ocorrida em novembro de 2017, houve mais de 16 mil atendimentos a populações em situação de vulnerabilidade social, pacientes em espera na fila de regulação, moradores de comunidades com grande distância de centro urbanos, além de creches, asilos, escolas e comunidades diversas.

Na 2ª edição, ocorrida em agosto de 2018, foram realizadas ações educacionais preventivas em saúde, exames, consultas e vacinação na população de venezuelanos que vivem em abrigos em Roraima, sendo realizados mais de 4,6 mil atendimentos na área de clínica médica, pediatria, ginecologia, enfermagem, oftalmologia, odontologia, infectologia e exames de testes rápidos de HIV, sífilis e Hepatite B, e exames de próstata.

A ação médico-humanitária se deu em virtude do número crescente de venezuelanos no estado de Roraima, no intuito de minimizar o impacto gerado nos serviços públicos de saúde.

Fonte: ascom Hospital Universitário de Sergipe – EBSERH

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais