Números caem, mas SE ainda ocupa o 1º lugar em casos de óbitos no NE

0
Sergipe ocupa o primeiro lugar no Nordeste em números de mortes (Foto: Boletim Covid-19: Sergipe e Território Nacional)

Dados do último boletim “Covid-19: Sergipe e Território Nacional”, divulgado pelo Observatório de Sergipe com informações da situação do Estado na pandemia até o mês de junho, apontam redução no número de casos, óbitos e internações por conta da covid-19, mas Sergipe ainda ocupa o 1º lugar em número de mortes pela doença na região Nordeste.

De acordo com os dados, Sergipe registrou na segunda quinzena de junho uma expressiva tendência de queda nos números, com recuo na média móvel de casos (32%), de mortes (-35%) e internações (-22%), quando comparado as duas primeiras semanas de junho.

Em relação aos óbitos pela doença, do início da pandemia (março de 2020) até o dia 27 de junho, 5.652 sergipanos morreram em decorrência do novo coronavírus. O mês de maio deste ano foi o mês mais letal da pandemia de coronavírus em Sergipe, com 817 óbitos em decorrência da doença. Na comparação com abril, houve um aumento de 5,7%.

Até então, abril era o mês com o maior número de registros (773 mortes), seguido por julho de 2020 (758 mortes). De 1º a 27 de junho foram confirmados 561 mortes decorrentes da covid-19.

A taxa de mortalidade acima de 60 anos é de 66%, mas nos últimos meses pessoas de 30 a 59 anos representam mais de 50% das mortes por covid-19 em Sergipe (Foto: Boletim Covid-19: Sergipe e Território Nacional)

Mesmo com a redução de óbitos, Sergipe ainda ocupa o primeiro lugar em mortes (por 100 mil habitantes) no ranking do Nordeste e o 13º no ranking do país em relação aos dados da última quinzena de junho.

De acordo com a conclusão dos especialistas do Observatório de Sergipe, que fazem a análise da evolução da pandemia, apesar da recente tendência de melhora, o momento ainda é grave e as medidas de isolamento, ampla testagem e a aceleração da vacinação como meios efetivos para controlar a pandemia, ainda são as principais recomendações.

Faixa etária

Os dados do Boletim apontam que as maiores taxas de incidência da Covid19 foram observadas nas faixas etárias: 40 a 49 anos (16.971 casos por 100 mil habitantes); 30 a 39 anos (16.394 casos por 100 mil habitantes); e 50 a 59 anos (16.242 casos por 100 mil habitantes).

Em Sergipe, pessoas com 60 anos ou mais representam cerca de 66% das mortes decorrentes da covid-19. Porém, entre fevereiro e junho de 2021, a proporção de mortes por covid-19 de pessoas com idade entre 30 e 59 anos aumentou de 21,3% para 50,1%. Já o número de óbitos de pessoas com 60 anos ou mais reduziu de 76,1% para 46,5%.

Vacinação

Até o dia 27 de junho, Sergipe imunizou contra a covid-19 mais de 743 mil pessoas com a primeira dose de vacina, o que corresponde a 32,1% da população. Já em relação a segunda dose, o estado conseguiu vacinar 225.871, ou seja, 9,7% da população.  O estado ocupa a 7º posição no ranking nacional da primeira dose e a 21ª posição em relação à segunda dose.

Por Karla Pinheiro 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais