Pandemia: suspensão de transplantes aumenta fila de espera em Sergipe

0
Os transplantes de córneas estão suspensos em Sergipe desde o mês de março (Foto: SES)

O aumento do resultado positivo para a Covid-19 entre os potenciais doadores de órgãos em Sergipe causou a paralisação dos transplantes e o aumento da lista de pacientes em espera. Segundo informações da Central Estadual de Transplante (CET/SE), cerca de 220 pacientes aguardam doações para o transplante de córneas, o que aponta quase o dobro da necessidade que havia antes da pandemia.

O coordenador da central de transplantes, Benito Fernandez, explica que a queda no número de doações tem sido enfrentada em todo o país desde o mês de março, quando ocorreu o início da pandemia. “Alguns estados estão conseguindo retomar com os transplantes, como no caso do Ceará e de Pernambuco, mas a gente ainda tem um índice muito alto de casos de Covid-19 e isso tem afetado os potenciais doadores”, afirma.

Ele conta que, atualmente, mais de 45 mil pacientes estão na lista nacional de espera para doações de órgãos. Já aqui em Sergipe, além dos pacientes para transplantes de córneas, cerca de 1330 pacientes aguardam os transplantes renais. De acordo com o coordenador, o momento pede a conscientização ainda maior por parte das famílias. “O transplante é uma modalidade terapêutica que depende do doador, então mesmo que tenhamos a melhor estrutura não podemos fazer nada se não o tivermos”, explica.

A central de transplantes pede o apoio dos familiares envolvidos, considerando que as doações só podem ocorrer com a devida autorização. “É muito importante que a família informe que é doadora para evitar que a decisão seja realizada na hora da perda, já que é um momento difícil e quando a pessoa já tem o conhecimento antecipado facilita a situação”, orienta Benito.

por Juliana Melo e Ícaro Novaes

Comentários