PMA reforça importância da vacina para mulheres gestantes

0
(Foto: SMS)

Comprovadamente eficaz contra a covid-19, a vacinação é importante para toda a população, principalmente para as pessoas dos grupos de risco, como as gestantes. Neste sentido, a Prefeitura de Aracaju reforça a importância de manter as medidas sanitárias para evitar o contágio pelo vírus e de completar o esquema vacinal.

Secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza destaca que em toda a rede de saúde a mulher grávida tem atendimento prioritário, seja durante uma consulta de pré-natal ou ainda quando busca a vacinação ou o serviço voltado para casos de síndromes gripais.

“Importante que, diante desse aumento de casos de síndromes gripais e por estar numa condição de saúde mais delicada, a gestante procure evitar locais aglomerados e reforce os cuidados, como o uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social sempre que possível”, orienta Waneska.

Disponível através da central telefônica da Secretaria Municipal da Saúde, o MonitorAju, além de monitorar pacientes que testara positivo, orienta a população acerca de sintomas, medidas de isolamento e busca por atendimento na rede. E a gestante que necessitar de maior orientação sobre síndromes gripais também pode entrar em contato através do 0800 729 3534, opção 1.

Para as gestantes que apresentam sintoma gripal, a secretária faz o alerta sobre não se automedicar e buscar o serviço de saúde. “A gestação pede um cuidado a mais com relação à medicação, com isso, orientamos que essas mulheres que apresentam sintomas gripais e fazem uso do Sistema Único de Saúde, que busquem sua Unidade Básica para que seja avaliada pelo médico. Aquelas que já são acompanhadas por um profissional obstetra, devem consultá-lo antes de fazer uso de qualquer medicamento”, enfatiza.

Vacinação
Com mais de 5.600 gestantes vacinadas contra a covid-19 na capital, a Prefeitura de Aracaju segue imunizando esse público, bem como as puérperas e lactantes e toda população em geral. Para esses públicos, a vacinação contra a covid é ofertada em 44 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), bastando apenas que os residentes em Aracaju apresentem documento de identificação com CPF, cartão de vacina e comprovante de residência. Gestantes também devem apresentar documento que comprove sua condição de saúde.

Para a segunda dose, as grávidas vacinadas que receberam como primeira dose a vacina AstraZeneca, conforme orienta o Ministério da Saúde, recebem a Pfizer ou CoronaVac na dose dois. Já a dose de reforço de quem recebeu a dose única da Janssen e, atualmente, encontra-se em período gestacional, a dose a ser aplicada é a da vacina Pfizer.

Fonte: AAN

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais