Prefeitura de Aracaju realiza ações do Setembro Amarelo

0
Por meio da SMS, Prefeitura de Aracaju tem realizado ações nos últimos dias do Setembro Amarelo. (Foto: Ascom/SMS)

Para encerrar as programações alusivas ao Setembro Amarelo, mês dedicado à proteção da vida, buscando reconhecer os sinais de alerta e a tentativa de suicídio como prioridade na saúde pública, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), segue realizando diversas atividades até a próxima quarta-feira, 30, no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Jael Patrício de Lima, no bairro Dom Luciano.

Desde o início do mês, a equipe de profissionais realiza atividades de valorização à vida, por meio de oficinas terapêuticas, como arte, dança, confecção de artesanatos, teatro e atividades externas. De acordo com a coordenadora do Caps Jael Patrício, Laís Almeida, os profissionais e usuários estão seguindo as orientações de prevenção da covid-19, como uso da máscara, álcool em gel e o distanciamento social.

“Este ano, estamos vivendo muitos lutos devido à pandemia da covid-19, assim precisamos destacar ainda mais a valorização à vida. Hoje, foram exibidos filmes sobre o tema. Amanhã, 29, será transmitida mais um programa da Rádio Web [Vida e Saúde], e dia 30 finalizaremos nosso Setembro Amarelo com a valorização do movimento, mexendo o corpo”, explica.

Ainda segundo a coordenadora, a equipe do Caps estimula o indivíduo a refletir mais sobre a vida e a importância dela, enfatizando também a necessidade de atenção especial com o bem-estar e a saúde mental dos usuários. “Buscamos reconhecer os sinais de alerta e as tentativas de suicídio como prioridade na saúde, por isso intensificamos as ações durante todo este mês, sempre na perspectiva de prevenção à vida”, enfatiza.

Acesso aos Serviços

Para ter acesso ao serviço dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), não precisa de encaminhamento, seja para atendimento em saúde ou o familiar que quiser orientações, é só se dirigir a algum dos Caps munido de identidade e cartão SUS. A SMS oferta o atendimento multiprofissional, com psiquiatra, psicólogo, assistente social, terapia ocupacional, dentre outros profissionais.

Serviço de Apoio Psicológico Remoto (SAPSI)

A SMS também criou o Serviço de Apoio Psicológico Remoto, através do 0800 729 3534, na opção 2, onde qualquer pessoa pode acessar o serviço e ser atendida por psicólogos que estão a disposição de segunda a sexta das 08h as 20h, o atendimento acontece de forma gratuita e sigilosa. No que se refere especificamente à linha de cuidado para os casos de automutilação e tentativa de suicídio, pessoas próximas também podem buscar ajuda através do serviço.

 

Fonte:  Ascom/SMS

Comentários