Profissionais da saúde criticam medida que permite festejos natalinos

0
“O número da doença está aumentando e não precisamos neste momento de uma flexibilização”, destaca Shirley Morales, presidente do Seese (Foto: Seese)

Profissionais de diversas categorias da área da Saúde de reuniram durante a manhã desta terça-feira, 22, em frente a Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) para criticar uma resolução do Comitê Técnico-Científico de Atividades Especiais (CTCAE), do Governo de Sergipe, que trata sobre as celebrações de natal e réveillon.

De acordo com Sindicato dos Enfermeiros (Seese), a resolução n°7 de 15 de dezembro de 2020 permite a realização de festas de fim de ano em um contexto de aumentos de casos do novo coronavírus (Covid-19) em Sergipe. “O número da doença está aumentando e não precisamos neste momento de uma flexibilização”, destaca Shirley Morales, presidente do Seese.

Ainda segundo ela, há também um outro conjunto de reinvindicações. “Além de sermos contra essa resolução, nós queremos que o Governo de Sergipe emita uma carta de intenção de compra para a vacina que está sendo produzida pelo instituto Butantan, a CoronaVac”, salienta. “Já nos reunimos com alguns deputados e estamos buscando ajuda para tratar sobre essas questões”, assinala.

Governo de Sergipe

Em comunicado, a Superintendência de Comunicação do Governo de Sergipe informou que o as decisões na última reunião do Comitê, realizada no dia 15 de dezembro, restringiram o público em 50%. “Além disso, houve aumento no tocante ao rigor com os protocolos, exigindo autorização prévia para a existência do evento, intensificando a fiscalização e punições para quem desobedecer”, salienta a Comunicação.

Quanto à vacina, a Superintendência afirmou que no Brasil não há vacina autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) até o momento. “Mas, enquanto as autorizações não saem, Sergipe se organiza para vacinar a população”, destaca o Governo.

por João Paulo Schneider 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais