Samu atuará com 190 profissionais durante os festejos juninos

0
As equipes trabalharão até 30 de junho (Foto: SES)

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), elaborou Plano de Contingência para o período das Festas de São João, eventos tradicionais que acontecem em todo o estado de Sergipe, com o objetivo de manter a qualidade de vida da população que necessita de atendimento de urgência, diminuindo o número de mortes evitáveis e oferecendo garantia de acesso ao atendimento pré-hospitalar móvel.

O período estabelecido para a execução do Plano começa em 31 de maio, sexta-feira, e vai até domingo, 30 de junho de 2019, quando todos os serviços de saúde estarão integrados para dar uma resposta rápida e eficaz em situações de acidentes. Serão 190 profissionais atuando diariamente com cobertura de qualidade para os 75 municípios sergipanos que realizam as festas tradicionais juninas, como também, nas rodovias federais, estaduais, municipais e regiões praianas.
As equipes de Resposta Rápida estarão de sobreaviso para monitoramento e busca ativa de situações de emergência em saúde pública nas portas de urgência.  O SAMU utilizará, também, o instrumento de monitoramento em tempo real , por meio de estatísticas,  de todos os atendimentos solicitados à Central de Regulação de Urgência. Ele manterá o pleno funcionamento do parque tecnológico e os serviços de saúde com materiais, medicamentos e insumos estratégicos. Outra importante ação será o funcionamento do Veículo de Intervenção Rápida com logística necessária para incidentes de múltiplas vítimas e surtos epidêmico.
As equipes de resposta rápida são formadas por gestores da assistência e vigilância da rede de atenção à saúde; gestores da SES e FHS; equipes assistenciais do SAMU 192 e da rede de urgência; equipes da tecnologia da informática, manutenção e oficina;  bem como equipes de engenharia e logística. Segundo informações da superintendente do SAMU, Conceição Mendonça, o monitoramento de toda a equipe do SAMU e da Rede Hospitalar de Urgência será contínuo.
“Entendemos que a chave do sucesso de um sistema organizado de Saúde Pública caracteriza-se por meio da promoção e prevenção, planejamento, preparação e resposta por meio da Central de Regulação das Urgências e do SAMU Sergipe. Situações como incidentes com múltiplas vítimas, acidentes de trânsito, afogamentos, violência urbana, agressões físicas, surtos epidêmicos, superlotação das Unidades de Urgência e fragilidades nas remoções com garantia se acesso igualitário, serão observados”, disse.
Fonte: SES
Comentários