Saúde finaliza ciclo de oficinas de capacitação em Aracaju

0
(Foto: Ascom SMS)

Com o objetivo de desenvolver o processo de qualificação dos integrantes dos Conselhos Locais de Saúde (CLS), conforme traçado no planejamento estratégico da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e do Conselho Municipal da Saúde (CMS), foi finalizado, nesta quarta-feira, 21, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Santos Dumont, o último encontro do ciclo de oficinas de capacitação.

Segundo o técnico da Assessoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Asplandi), Luiz Cláudio Barreto, a oficina de capacitação foi um marco de gestão e foi realizado para qualificar e desenvolver todos os conselheiros locais, na tentativa de se tornarem ainda mais parceiros no controle social e na mobilização popular junto à gestão municipal da Saúde em Aracaju. “É preciso a união de esforços na Saúde como um todo, para que, juntos, gestão e controle social, garantam a melhoria do SUS de Aracaju. Para essa mobilização, tivemos como facilitadoras, as servidoras Cláudia Pardo, Kátia Aragão e Sindaya Belfort”, informou.

De acordo com o conselheiro da 7ª região de Aracaju, Deoclécio Fonseca, além dos conselheiros terem o papel de fiscalizar os serviços e as unidades de saúde, eles devem colaborar com as necessidades das localidades e ajudar a viabilizar o acesso aos serviços. “Essa capacitação foi um marco extraordinário, pois estamos tentando resistir ao desmonte do SUS e precisamos estar capacitados. Agradecemos a sensibilidade da gestão em acreditar na proposta dos conselhos, e sabemos que juntos seguiremos na melhora do SUS”, reconheceu.

Para o agente de saúde da UBS João Oliveira Sobral, João Pereira, a capacitação foi muito importante. “Hoje estamos agraciados com este final de ciclo de oficinas, foi um pontapé da qualificação envolvendo todos os conselheiros”, disse.

Já para a usuária da UBS José Machado de Souza, Carmem Vasconcelos, a capacitação veio agregar ainda mais conhecimento. “É muito importante aprender todas as orientações sobre o papel que cada um deve exercer para organizar o nosso SUS”, ressaltou.

Fonte: PMA

Comentários