Campanha Dezembro Vermelho alerta contra o HIV

0
Exposição traz relatos de pessoas que vivem com o HIV. (Foto: Flávia Pacheco/SES)

Este dia 1º, é o Dia Mundial da Luta Contra a AIDS. A campanha Dezembro Vermelho, que começa hoje, tem como objetivo atentar a população para os riscos do vírus da imunodeficiência humana (HIV).

De acordo com o médico Almir Santana, a campanha busca mostrar as pessoas que a epidemia do HIV ainda ocorre. “O Dezembro Vermelho começa com o dia 1° que é o Dia Mundial da Luta Contra a AIDS. É um mês de mobilização, de alerta para a sociedade, que a epidemia do HIV ainda existe e continua trazendo danos a saúde pública”, explica o médico. Apesar do baixo número de testagens dos últimos meses, a Secretaria de Estado da Saúde incentiva que eles sejam realizados. “Esse ano estamos incentivando o teste, pois com a pandemia houve uma queda da procura pelos testes a nível nacional em 50%. Precisamos estimular a testagem”, diz Almir.

Por conta da data e do mês da campanha, a SES está realizando a exposição ‘Sou Soropositivo, Mas Indetectável’, que traz relatos e fotos de pessoas de soropositivas que passaram pelos desafios do HIV. “As pessoas que tem HIV e estão se tratando, tem uma queda da carga viral. Com isso, não infecta outras pessoas, já que a quantidade do vírus é pequena e não infecta outras pessoas.”, completa Almir.

Pela noite será exibido um filme no estacionamento do Museu da Gente Sergipana que contará a história da AIDS no Brasil. O país conta com cerca de 800.000 pessoas que convivem com HIV atualmente. O número em Sergipe é de 2.869 pessoas com HIV e outras 5.399 com AIDS.

Por Milton Filho e Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais