Servidores plantonistas do HU protestam por corte na alimentação

0
Servidores em protesto (Foto: reprodução/Sintufs)

Servidores plantonistas do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) protestam, na manhã desta quarta-feira, 26, contra o fim da gratuidade das refeições na unidade. Profissionais como médicos, enfermeiros, instrumentalistas, psicólogos, técnicos em enfermagem, entre outros, estão sem o auxílio, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores técnico-administrativos em Educação da UFS (Sintufs).

De acordo com o coordenador de comunicação do sindicato, Vagner Vieira, os servidores que trabalham em regime de plantão recebiam as refeições gratuitas no refeitório no próprio hospital. Entretanto, desde o último dia 20, foram impedidos. “Entendemos que a decisão foi unilateral, sem comunicado prévio. O único aviso que os trabalhadores obtiveram foi no dia 19, através do Whatsapp”, explicou o coordenador.

Ainda segundo o Sintufs, além de precisar pagar pela alimentação, os profissionais precisam sair do HU, já que estabelecimentos privados não funcionam durante o período da noite. “Assim, os servidores precisariam sair do hospital para encontrar alimentação. E isso é muito complicado para quem trabalha como plantonista e não pode se ausentar da unidade, porque está a disposição para qualquer intercorrência”, lamentou.

Em nota, o HU informou que a decisão foi tomada a partir de determinação do Tribunal de Contas da União e que todos os servidores e terceirizados recebem auxílio-alimentação no pagamento dos seus vencimentos mensais e, de acordo com o previsto na legislação em vigor é vedado o pagamento em duplicidade. Confira a nota na íntegra:

“O Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) vem a público esclarecer que, em face de determinação do Tribunal de Contas da União (TCU) e por deliberação do Conselho Universitário da UFS (Consu), a partir de 17 de dezembro de 2018, os servidores e trabalhadores terceirizados só poderão ter acesso ao Restaurante Universitário (Resun) e aos demais refeitórios do sistema com o pagamento do valor integral das refeições. No entanto, o HU-UFS ressalta que o espaço do refeitório é público, com funcionamento durante as 24 horas do dia, e pode ser utilizado para consumo de alimentação própria, caso o usuário não tenha interesse em comprar a refeição oferecida. Além do mais, todos os servidores e terceirizados do HU-UFS recebem auxílio-alimentação no pagamento dos seus vencimentos mensais e, de acordo com o previsto na legislação em vigor, é vedado o pagamento em duplicidade, em pecúnia ou/e em alimentos, de valores referentes à refeição. Finalmente, a Governança informa que são isentos do pagamento das refeições os pacientes internados e os seus respectivos acompanhantes, na forma da lei, e os residentes que exercem as suas atividades no HU-UFS.”

por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais