Sindijor disponibiliza testes da Covid-19 em parceria com UFS e MPT

0
Sergipe está em cenário de aceleração do vírus (Foto: Pixabay)

O Sindicato dos Jornalistas (SINDIJOR), filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), firmou algumas parcerias, entre elas com a UFS e MPT, e conquistou um total de 80 testes da Covid-19 para serem aplicados nos jornalistas. Neste sábado, 4, das 6h às 8h da manhã, no Centro de Vivência da UFS, serão aplicados os 30 testes para jornalistas. No sábado seguinte 11, serão aplicados 50 testes rápidos para Covid-19, na sede do SINDIJOR.

Segundo o presidente do SINDIJOR, Milton Alves Jr., a realidade dos jornalistas que podem atuar em home office é diferente dos comunicadores que continuam atuando nas ruas no dia-a-dia, inclusive em unidades hospitalares e de saúde entrevistando trabalhadores da saúde, pacientes e familiares, entre outros.
“Percebemos que nossos colegas começavam a apresentar sintomas da Covid-19. Há jornalistas que trabalham em frente às unidades hospitalares, muitos trabalham em coletivas de imprensa, então são profissionais que vivenciam o risco da contaminação. Os assessores de comunicação de vereadores ou de prefeitos também estão expostos, pois eles acompanham estes gestores e muitos prefeitos se contaminaram por Covid-19”, afirmou o presidente do SINDIJOR/SE, Milton Júnior.

O dirigente sindical Milton Júnior destacou que a conquista dos exames ocorreu através do apoio de vários colegas jornalistas e assessores de comunicação, cientes da necessidade de ampliar a testagem entre os comunicadores para evitar a contaminação nas redações que põe em risco a saúde e a vida dos jornalistas de Sergipe. “É importante que os colegas com interesse de fazer o teste para o Covid entrem em contato com o seu chefe imediato para que ele crie uma lista e apresente ao sindicato”, explicou.

As 30 pessoas que farão o teste neste sábado já foram selecionadas e o SINDIJOR está com inscrições abertas para os testes do sábado seguinte. Serão os diretores de jornalismo junto com o sindicato que vão definir os nomes da próxima lista.

Fonte: Sindijor/SE

Comentários