Trabalhadores da saúde iniciam greve em hospital de Laranjeiras

0
Trabalhadores param hospital de Laranjeiras (Foto: Ascom/Sintasa)

Estão suspensas por tempo indeterminado as atividades no Hospital São João de Deus, em Laranjeiras. Os trabalhadores entraram em greve nesta terça-feira, 13, e não há previsão de retorno, conforme informações do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa). Segundo o Sindicato, a greve é consequência do atraso de salários.

De acordo com o gerente do Sintasa, Janderson Alves, a prática do atraso salarial no hospital se tornou corriqueira. “Todos os meses está acontecendo isto. E os trabalhadores ficam desanimados e preocupados porque têm compromissos para pagar. Quem é que trabalha bem sem salário?”, questiona Janderson.

Segundo o Sintasa, a diretora do hospital, Karine Pinheiro, avisou que não tem nenhuma previsão de pagamento, mas logo que o município fizer o repasse, o salário será creditado na conta dos trabalhadores. Por conta deste impasse, o departamento jurídico do Sintasa conversará sobre outras situações de desconforto, como o pagamento de férias, cumprimento da convenção coletiva, além dos salários atrasados. Dependendo da situação, o departamento jurídico poderá acionar judicialmente a associação que gerencia o Hospital São João de Deus.

Deliberação de assembleia

Segundo o Sintasa, foi assinado Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) em que a gestão do hospital se comprometeu a enviar, até o dia 5 do mês subsequente trabalhado, à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Laranjeiras os documentos e certidões necessárias referente à prestação dos serviços. E a Secretaria Municipal teria que efetuar o repasse até o dia 10. Com este calendário, segundo o Sintasa, os salários seriam pagos até o dia 11 de cada mês. Como não houve pagamento, os trabalhadores, que já tinham deliberado em assembleia, entraram em greve.

Procurado pelo Portal Infonet, o secretário de comunicação social da Prefeitura de Laranjeiras, João Rosa, informou que a prefeitura fará o repasse dos recursos na próxima quarta-feira, 14. Ele disse que os trabalhadores e a direção do hospital foram comunicados na sexta-feira, 9, sobre a data do repasse. Segundo o secretário, mensalmente a prefeitura repassa R$ 475 mil ao hospital, mas está enfrentando dificuldades para honrar o compromisso dentro da data em função da queda de receita, que já alcança o patamar de R$ 10 milhões neste ano.

Conforme o secretário informou que a Prefeitura de Laranjeiras está firmando parceria com o Governo do Estado para dividir esse ônus, de forma que a prefeitura assumirá 50% do montante e o restante será de responsabilidade do Governo do Estado. A parceria já está bem adiantada, mas ainda não foi colocada em prática em função de questões burocráticas, segundo o secretário João Rosa.

Com informações da Ascom/Sintasa

Comentários