UBSs de Aracaju asseguram oferta regular de testes de gravidez

0
Unidades Básicas de Saúde de Aracaju asseguram oferta regular de testes de gravidez (Foto: Ascom/SMS)

No que compete à saúde da mulher e à redução da mortalidade materno infantil, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), atua de forma preventiva, desenvolvendo estratégias de captação precoce das gestantes. Nesse sentido, a Rede de Atenção Primária (Reap), realiza testes rápidos nas Unidades Básicas de Saúde, e nos casos positivos já dá início ao processo de acompanhamento do pré-natal. Nos dois últimos anos foram realizados 3.114 testes rápidos de gravidez, sendo 1.652 realizados em 2020.

O diagnóstico da gravidez pode ser feito inicialmente a partir da constatação do atraso menstrual, avaliação de sinais clínicos sugestivos e, confirmado laboratorialmente, através do exame de detecção do hormônio BHCG presente na urina ou no sangue.

Todas as 45 Unidades Básicas de Saúde ofertam testes de gravidez, porém, por conta da pandemia, quatro delas estão com o serviço suspenso por atenderem exclusivamente casos de síndromes gripais. São as UBS: Geraldo Magela (Orlando Dantas), Ministro Costa (Inácio Barbosa), Onésimo Pinto (Jardim Centenário) e José Machado (Santos Dumont). Usuárias atendidas em alguma dessas unidades devem buscar a UBS mais próxima da região.

“Esse serviço é utilizado como estratégia para captação precoce da gestante, para uma maior sensibilização sobre o pré-natal e para que a unidade consiga cumprir o que preconiza o Ministério da Saúde, quando orienta que a gestante deve ter acesso ao mínimo de sete consultas durante a gravidez”, explica a técnica da Área Programática e Estratégica, Jeniffer Sobral.

Serviço acessível
O teste rápido de gravidez é um serviço acessível ofertado nas unidades básicas e é o primeiro passo da mulher gestante no acesso aos serviços da rede pública de saúde. O teste pode ser feito a partir do sétimo dia de atraso menstrual, e quando o resultado é positivo, a equipe multidisciplinar da UBS inicia o acompanhamento da futura mãe, com a solicitação de exames complementares, realizando testes de HIV, sífilis e hepatite, que também são feitos na unidade, além das vacinas e de todo aparato necessário para essa fase importante na vida da mulher.

“O Programa sempre orienta os profissionais das unidades de saúde para que tornem esse serviço o mais fácil e acessível às mulheres, para que nenhuma delas saia da unidade sem realizar esse teste. Quando o resultado é positivo, já deve ser realizado o agendamento para início do pré-natal. Nesse primeiro momento, além das orientações sobre as etapas desse período e da realização dos exames de inclusão, também é confeccionado o cartão da gestante”, destaca a técnica do Programa de Saúde da Mulher, Maria das Graças Nunes.

Ainda conforme explica a técnica, há oferta regular de testes de gravidez em todas as UBS, que solicitam o quantitativo de testes junto ao Programa Saúde da Mulher, responsável por organizar o fluxo dessa oferta, com quantitativo mínimo disponibilizado de acordo com o número de equipes de saúde da família atuando na unidade.

“Nos casos em que o resultado dá negativo e o atraso na menstruação persiste, a unidade encaminha essa usuária para consultas e exames especializados, junto à Rede de Atenção Especializada (Reae). E caso ela não tenha planos de engravidar, na própria UBS ela é orientada sobre métodos contraceptivos, e também tem acesso regular a contraceptivos, a exemplo de preservativos masculinos e femininos’, afirma Maria das Graças.

Fonte: AAN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais