Uma doação de sangue gera quatro bolsas de componentes sanguíneos

Cada um desses derivados do sangue atende tratamentos de saúde distintos (Foto: Mario Sousa)

No processo de doação, cada pessoa pode doar no máximo 450 mililitros de sangue, classificado como sangue total. Este é um procedimento padronizado por critérios técnicos do Ministério da Saúde (MS) e que o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) segue.

Por meio dessa bolsa total, o sangue vai para o laboratório de produção e, com técnicas específicas de centrifugação, o sangue é fracionado em até quatro componentes: Concentrado de Hemácias, Concentrado de Plaquetas, Plasma Fresco Congelado e Crioprecipitado.

Cada um desses derivados do sangue atende tratamentos de saúde distintos, porém os mais solicitados são o Concentrado de Hemácias e de Plaquetas. Ambos têm validades diferenciadas, o primeiro até 42 dias e o segundo até cinco dias.

Atendimentos

De acordo com o biomédico Jandson Marques, que trabalha na gerência da Hemorrede do Hemose, esses dois componentes sanguíneos são utilizados nos hospitais, para auxiliar o tratamento das patologias que provocam as anemias e baixa de plaquetas.

O biomédico cita ainda que as plaquetas desempenham uma função essencial nos tratamentos das viroses que causam a baixa desse componente na corrente sanguínea do paciente.

“A mais conhecida é a dengue grave. A depender do quadro clínico, o paciente pode precisar receber a transfusão de, no mínimo, cinco unidades de plaquetas”, informa Jadson. “A doação de sangue entre as pessoas deve ser uma prática rotineira”, incentiva.

Regularidade nas doações

O Hemocentro de Sergipe distribui sangue e seus derivados para atendimento da demanda transfusional da rede hospitalar do Estado. Por isso, a assistente social Adineuza Ribeiro destaca a necessidade de doadores regulares. “Não adianta ter um grande volume de doações num momento específico e pontual e no restante da semana ou do mês não ter doadores. O sangue é um produto perecível que tem validade”, ressalta.

Para doar basta estar saudável, ter idade de 16 a 69 anos, peso superior a 50 quilos, comparecer à unidade bem alimentado com documento oficial original. Para informações, é possível entrar em contato com o telefone (79) 3225-8039 e 3259-3174.

Fonte: SES

Portal Infonet no WhatsApp
Receba no celular notícias de Sergipe
Clique no link abaixo, ou escanei o QRCODE, para ter acessos a variados conteúdos.
https://whatsapp.com/channel/0029Va6S7EtDJ6H43FcFzQ0B

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais