UPA: após transtorno, atendimento volta ao normal

0

Usuários foram em busca de atendimento no Nestor Piva (Fotos: Portal Infonet)

Quem foi em busca de atendimento na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Nestor Piva na tarde da última quinta-feira, dia 23, teve muitos transtornos e revolta. Isso devido à demora no atendimento realizado no turno da tarde por conta da ausência de dois médicos que estavam escalados para trabalhar, mas não compareceram na unidade. O fato foi confirmado pela direção do hospital.

Cansados de esperar, muitos foram embora sem atendimento ou tiveram que solicitar assistência médica em outra unidade de saúde. De acordo com o diretor da unidade, João dos Santos Lima Júnior, nesta sexta-feira, dia 24, o atendimento já se encontra normalizado. “Hoje estamos com quatro clínicos, além de médico ortopedista. O problema foi que o turno da tarde estava com boa parte da quantidade de pessoas que aguardavam atendimento ainda no turno da manhã. Para a Secretaria fica difícil controlar a situação se o próprio médico não informar sobre a falta dele em tempo hábil para que ocorra a substituição do profissional”, explica o diretor.

A aposentada Anizete Protázio diz que atendimento estava sendo demorado

Sobre o não comparecimento dos dois profissionais, a direção informou que os médicos terão como justificar a falta. “Até o momento não temos uma justificativa sobre os motivos do não comparecimento deles no hospital, mas eles têm um prazo para se justificarem na SMS. Caso isso não ocorra, eles poderão ter os salários descontados”, afirma.

Mas apesar do atendimento já ter sido restabelecido nesta sexta-feira, dia 24, alguns usuários e até mesmo idosos tiveram que esperar pelo atendimento. Sentindo fortes dores no braço após ter sofrido uma queda, a aposentada Anizete Protázio informou que essa era a primeira vez que o atendimento estava sendo demorado.

“Já estive aqui dia de domingo e consegui atendimento em menos de meia hora, mas hoje espero há quase uma hora e não consegui ser atendida. Só vejo pessoas chegando e sendo atendidas”, afirma a aposentada.

SMS

O diretor do Nestor Piva, João dos Santos Lima Júnior

Da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a informação passada foi que os dois médicos ausentes, que não terão os nomes revelados por ainda terem um prazo para se justificarem, não entregaram a justificativa que explique o motivo da ausência no hospital na última quinta-feira, dia 23, mas que ambos tem até a próxima segunda-feira, dia 27, para realizarem os devidos esclarecimentos.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais