Alunos do Atheneu criam aplicativo que auxilia estudos para o Enem

0
A ideia é uma iniciativa dos alunos com a professora Kátia Cristina (Foto: Ítalo Marcos)

O protagonismo dos alunos do Centro de Excelência Atheneu Sergipense, em Aracaju, está resultado em um projeto que visa oportunizar aos alunos estudar para as provas do Enem de um jeito mais dinâmico e inovador. Ao todo, 10 alunos do 2º e 3º anos do ensino médio, juntamente com alguns professores, estão desenvolvendo o Projeto Athenados, um aplicativo para smartphone que vai facilitar o processo da aprendizagem para o Exame Nacional do Ensino Médio.

A ideia nasceu de uma conversa entre os alunos e a professora de Química, Kátia Cristina Elizabeth de Carvalho Araújo da Silva, sobre projeto para apresentar na Feira Estadual de Ciências, Tecnologia e Artes de Sergipe (Cienart), que acontecerá no dia 27 de setembro, na Universidade Federal de Sergipe. O aplicativo está sendo desenvolvido, e a expectativa é de que já esteja pronto até meados de agosto.

De acordo com a professora Kátia Cristina, em um primeiro momento serão disponibilizados apenas conteúdos das disciplinas de Ciências da Natureza e Matemática. Depois o projeto será aberto para outras disciplinas. “O aplicativo Athenados terá conteúdos resumidos das disciplinas, exercícios com gabaritos resolvidos, mapas mentais. Os próprios alunos estão pesquisando e separando os conteúdos, que depois são passados para os professores envolvidos para selecionar. O protagonismo desse projeto é todo dos estudantes. Os professores estão apenas por trás, dando subsídios e orientando”, explicou.

Além dela, estão envolvidos no projeto a professora Ilsema dos Santos Chagas (Biologia), Herman do Lago Mendes (Matemática) e Diego Batista (Física). O aluno Natanael Gomes Cardoso, do 2º ano, já fez um curso de programação, e é o responsável pelo desenvolvimento do aplicativo. “Essa ferramenta foca no Enem, que é hoje o assunto principal do Atheneu. A gente junta todos os assuntos principais do Exame e coloca no aplicativo de uma forma mais fácil para os alunos que querem estudar”, explicou.

A ideia principal é de que quando o aplicativo estiver pronto, qualquer pessoa possa baixar, mas a princípio, ele estará disponível apenas para os alunos do Centro de Excelência Atheneu.

Fonte: Secretaria de Estado da Educação 

Comentários