Hemocentro convida para doação antes do carnaval

0
O Hemocentro funciona de segunda à sexta das 7h30 às 17 horas 

O carnaval está se aproximando e a tendência natural desse período de festa e feriado prolongado é a redução no número de doadores, resultando na baixa do estoque de sangue. Como medida de segurança o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), unidade da Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH), que integra a Rede Estadual de Saúde, pede aos voluntários para doar antes de curtir a folia.

De acordo com o superintendente do Hemose, Sergio Costa Viana, é importante a população estar atenta para exercer esse ato de solidariedade. “À medida que o feriado se aproxima aumenta o número de pessoas em viagem, o movimento nas estradas cresce e o risco de acidentes de trânsito é maior. Por isso, convidamos os voluntários para melhorar o número de doações e garantir o atendimento transfusional”, salienta o gestor.

E para ajudar a reforçar o estoque, a equipe de Captação de Doadores trabalha convocando doadores de sangues raros, aqueles de fator Rh negativo e, ainda, através das parcerias com grupos fidelizados para realização de campanhas, especialmente em datas próximas aos feriados. “Contamos diariamente com a solidariedade dos doadores regulares para bastecer o estoque, porém, nos dias que antecede feriados buscamos ampliar nossas ações para atingir com mais ênfase o publico apto à doação”, explica Rozeli Dantas.

A assistente social lembra que o público precisa estar inserido em alguns critérios básicos para doar sangue, como ter de 16 a 69 anos de idade, sendo que a primeira doação deve ser feita obrigatoriamente até os 60 anos. Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis. Também é preciso ter peso superior a 50 quilos e apresenta um documento oficial com foto, válido em todo território nacional. “Esses critérios são avaliados durante os serviços que antecede a coleta da bolsa de sangue”, justifica Dantas.

Esses critérios visam garantir a segurança do doador e do receptor. Por isso, o candidato precisa passar pelas seguintes etapas: Cadastro – registro dos dados do doador; Pré-triagem – é realizada a aferição da temperatura e retirada uma gota de sangue na ponta do dedo para verificar a presença de anemia; Triagem médica – entrevista confidencial com um profissional de saúde, que avalia os riscos da doação para o doador e para o receptor. A última etapa é a coleta de uma bolsa com no máximo 450 ml de sangue, esse processo tem uma duração de até 15 minutos. Após a coleta, o doador recebe um lanche e é orientado a ingerir bastante liquido ao longo do dia.

Agendamento

O Hemocentro de Sergipe disponibiliza para o público os serviços de agendamento de campanhas para doação de sangue, cadastro de medula óssea e visitas técnicas. Para saber como realizar as solicitações basta entrar em contato com o serviço de Captação de Doadores. A unidade funciona diariamente de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 17 horas. Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

Fonte e foto: SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais