Médicos do Huse paralisam atividades no dia 8

0
Segundo Luiz Carlos Spina, os médicos auardam uma posição do governo (Foto: Arquivo Infonet)

Os médicos de 12 especialidades que trabalham no Hospital de Urgências de Sergipe (Huse) decidiram em assembleia realizada na noite da quarta-feira, 2, realizar uma paralisação de 24h. Na oportunidade, os profissionais buscam uma equiparação salarial [remuneração] e farão um ato no dia 8 a partir das 7h no Palácio dos Despachos.

A paralisação envolve os Cirurgiões Plásticos, Oncologistas (Pediátricos, Clínicos), Hematologistas, Neurologistas, Clínicos Gerais, Neurocirurgiões, Nefrologistas, Anestesistas, Radioterapeutas, Infectologistas e Plantonistas das UTIs do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse).

De acordo com o Secretário Geral do Sindimed, Luiz Carlos Spina, os médicos ainda não conseguiram uma resposta por parte do Governo. “A paralisação é em decorrência do estudo da homogeneização das remunerações dos médicos que seria mostrado ao governador, que por sua vez, em reunião também com o Sindicato se comprometeu em avaliar este estudo e dar uma resposta para os médicos”, informa.

Por volta das 19h, os médicos se reúnem em assembleia para avaliar as negociações com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a continuidade ou não da paralisação, bem como indicativo de greve.

Médicos farão um ato de 24h 

A assessoria de comunicação do Governo do Estado informou que o governador Belivaldo Chagas irá se reunir com os médicos em um almoço no dia 22 deste mês para discutir esta situação.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais