Moradores farão via sacra em defesa de igreja no Saco

0
Capela na Praia do Saco sofre com o avanço do mar  (Foto: arquivo Portal Infonet)

Os moradores do município de Estância farão na próxima quinta-feira, 1º, uma via sacra em defesa da Capela Nossa Senhora da Boa Viagem, na Praia do Saco. A igreja corre risco por causa do forte avanço do mar na região.

Na última sexta-feira, 23, o juiz federal Rafael Soares de Souza determinou a interdição da igreja, autorizando também sua montagem e remontagem em outro local. Na mesma decisão, o juiz negou o pedido da Prefeitura de Estância para construção de obras de contenção no local.

“Ontem todos os órgãos envolvidos tiveram uma reunião para tratar do assunto e hoje os advogados se reuniram para entrar com uma petição e reverter a decisão do juiz da 7ª Vara. Se não der certo, vamos procurar outras soluções em instâncias maiores. O nosso desejo é que haja uma liminar para obras de contenção que protejam a igreja nesse período que promete ter a maior maré dos últimos 10 anos”, comenta o Padre Genivaldo de Estância.

A Igreja foi construída no século XVI pelos jesuítas na faixa litorânea de Estância. Nesta segunda-feira, 26,  houve audiência no Tribunal de Contas do Estado, na qual ficou definido  que a Prefeitura Municipal de Estância e a Diocese local irão recorrer da decisão, levando a matéria ao crivo do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.Além disso, o Tribunal de Contas pleiteará ingresso no feito na  condição de "amicus curiae", que é quando um órgão tem por finalidade fornecer subsídios às decisões judiciais. 

Por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais