SES orienta festas distribuam camisinhas aos foliões

0
Campanha traz o tema 'Se tem festa, tem que ter camisinha' (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Com o slogan ‘Se tem festa, tem que ter camisinha’, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) quer incentivar os organizadores de bloquinhos e festas de Carnaval para que distribuam camisinhas durante a folia.

O gerente do programa IST/AIDS, Almir Santana, explica que a ideia é ampliar as ações de distribuição dos preservativos. “O Carnaval em Sergipe voltou a era dos blocos de rua, mas nós não temos como acompanhar todos os eventos porque eles são inúmeros. Então, pedimos às pessoas organizadoras de festas que procurem a SES para receber camisinha masculina e feminina, além de gel, e distribuí-las em seus eventos”, detalha.

Almir Santana revela ainda que a necessidade de ampliação da distribuição de preservativos foi constatada em uma pesquisa, cujos resultados apontaram que as pessoas deixaram de usar a camisinha porque não tê-las no momento do ato sexual.  “As pesquisas mostraram que parte daquelas pessoas, que engravidaram ou contraíram infecções sexualmente transmissíveis, alegaram não ter usado o preservativo porque não tinham no momento. Então, a gente tem dito que a camisinha tem que estar presente aonde tem festa, pois queremos eliminar o não uso do preservativo sob a justificativa de que não tinha”, explica.

O uso do álcool também um fator que preocupa o setor público de saúde. De acordo com Almir Santana, o consumo excessivo de bebidas favorece o mau uso do preservativo. “O carnaval provoca uma mudança no comportamento das pessoas que se soltam e se sentem livres. Esse fator aliado ao álcool, que tira a nossa percepção do que é arriscado e nos deixa despreocupados, favorece o mau uso da camisinha”, destaca.

Almir reforça a importância do uso da camisinha. “Com o preservativo é possível evitar a gravidez e doenças como HIV, Sífilis, Hepatites Virais, Gonorréia e HPV, que é o caminho para o desenvolvimento do câncer do colo do útero e câncer do pênis”.

Retirada de preservativos

A retirada gratuita dos preservativos pode ser feita por qualquer pessoa na Gerência de IST/AIDS da SES, que fica no 18º andar do Edifício Maria Feliciana.  Em caso de dúvida, é possível entrar em contato por meio dos telefones (79) 9982 8641/3211 2323.

Por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais