A artilharia de Jackson contra Zezinho Guimarães tem outro alvo

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

 

Engana-se quem pensa que o ex-governador e candidato derrotado ao Senado, Jackson Barreto, resolveu atacar o deputado reeleito Zezinho Guimarães apenas por razões pessoais. Na verdade, estressado pela derrota ele resolveu atacar várias pessoas com seu estilo conhecido por todos para assegurar seus espaços no governo.

O problema é que com o ataque desnecessário contra o deputado, Jackson Barreto cria dificuldades para o governador reeleito, Belivaldo Chagas, que precisa do voto de Zezinho Guimarães na Assembleia.

Jackson está mesmo é preocupado com a reforma administrativa e política que Belivaldo Chagas pretende fazer. E como não indicará nenhum secretário pretender manter o número excessivo de comissionados nomeados por ele. A preocupação de Jackson é que na reforma administrativa poderá perder cerca de 90% dos cargos que ainda são resquícios da administração desastrosa dele. E muitos deles são pessoas bem próximas do convívio dele.

Os articulistas políticos publicaram que Belivaldo fará a reforma administrativa de acordo com o novo alinhamento das forças políticas que lhe apoiam. E com isso os espaços para o PT e para o PSD dos Mitidieris serão mais visíveis. Aliás, a pasta da educação pode ter uma indicação dos Mitidieris. E Jackson, enfim de carreira e sem mandato, sabe que não indicará ninguém no primeiro escalão e tenta segurar o número excessivo de comissionados que tem no governo.

Ontem, 07, um assessor palaciano garantiu que tirando o secretário da Fazenda, Ademário Alves e o recente nomeado para Casa Civil, o genro, Felizola Filho, todos os outros podem ser trocados ou remanejados.

A intenção é fazer um governo enxuto com caras novas nos próximos quatro anos.

 

Estudo indica que 16 Estados correm risco de insolvência. Sergipe entre eles O Estado de S.Paulo, 07/11: Mais da metade dos Estados descumpriram a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) no ano passado ao estourar o limite de gastos com pessoal. O relatório divulgado ontem pelo Tesouro Nacional mostra que o problema vem se agravando nos últimos anos: em 2017, 16 Estados e o Distrito Federal extrapolaram as despesas com salários e aposentadorias. No anterior, foram nove Estados. Do blog: o nosso pequeno Sergipe no meio deles veja o print ao lado.

Receita corrente Por lei, as administrações não podem destinar mais de 60% da Receita Corrente Líquida (RCL) à folha de pessoal, o que coloca em risco as finanças públicas e aumenta o risco de insolvência. Os governadores eleitos terão de lidar com esse problema.

Insolvência Ao destinar a maior parte da receita para pagar servidores, sobra cada vez menos para manter o funcionamento de serviços básicos que estão sob a responsabilidade dos Estados, como segurança e educação. “Se não forem revistos os parâmetros constitucionais atuais, há grande risco de ampliação das situações de insolvência nos próximos anos”, alerta o documento do Tesouro Nacional. Toda matéria.

Operação Abate: Recursos do matadouro de Itabaiana estariam em nome de ‘laranjas’ Infonet: Os próximos passos da Operação Abate Final já estão definidos. O Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) e a Promotoria do Patrimônio Público e o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual, vão rastrear os mais de R$ 6 milhões de reais desviados dos cofres públicos em crime de exação qualificada (tributos indevidos) por abate de gado no matadouro do município de Itabaiana.

Recursos desviados Ontem, 07 foram presos o prefeito da cidade, Valmir de Francisquinho (PR), o seu secretário de Agricultura, Erotildes de Jesus, e outras três pessoas. A delegada Thaís Lemos, do Deotap, diz que o prefeito do município “possivelmente utiliza ‘laranjas’ para esconder os recursos desviados do matadouro”. Os investigadores detalharam a Operação em coletiva de imprensa no final da manhã desta quarta-feira, 7. Toda matéria da Infonet inclusive numa reportagem completa com vídeo.

Defensor Público Geral O Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado de Sergipe empossou no cargo de Defensor Público Geral na noite de terça-feira, 6, o defensor público José Leó de Carvalho Neto. A cerimônia – que aconteceu no Auditório do Ministério Público do Estado – foi bastante prestigiada pelas autoridades sergipanas. Leó Neto vai comandar a instituição durante o biênio 2018/2020 em substituição ao Defensor Público-Geral, Jesus Jairo Almeida de Lacerda, que deixa o cargo após quatro anos de mandato.

Agradecimentos “Agradeço a minha mãe Vera, meu pai Leó Filho e a minha irmã pelo apoio. E falando em Defensoria Pública, não posso deixar de mencionar o amigo e irmão Jesus por ter realizado uma administração de excelência, elevando nossa instituição a um patamar de desenvolvimento para melhor aparelhar os defensores públicos, servidores e a população sergipana. Meu agradecimento e orgulho de ter Jesus como meu melhor amigo”, proferiu Leó Neto.

Prioridade para a segurança hídrica e fundos para o saneamento básico Projeto de autoria do deputado Valadares Filho (PSB), que cria prioridade para a segurança hídrica e destina recursos dos fundos constitucionais para saneamento básico, é aprovado pela Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra), em reunião que ocorreu na semana passada. “O nosso objetivo com esse projeto é proporcionar meios para aumentar a segurança hídrica em regiões sujeitas a secas prolongadas”, destaca o deputado.

Recursos O Projeto de Lei 9777/18 determina o estabelecimento de preferência na alocação dos recursos de que trata o art. 50 da Lei de Diretrizes Nacionais para o Saneamento Básico para as obras de abastecimento de água, o esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos e o manejo de águas pluviais.

Alterações Para facilitar o acesso à segurança hídrica, a proposta propõe alterações na lei dos fundos constitucionais (Lei nº 7.827/1989) para incluir os operadores públicos de serviços de saneamento básico entre os que podem lançar mão de recursos dos fundos, com juros e outros encargos favorecidos, para alcançar a sustentabilidade econômico-financeira desses operadores. “Em outras palavras, essa é uma maneira de trazer um alento às companhias de água e saneamento”, esclarece Valadares Filho.

Prioridade De acordo com a proposta, nas situações em que a União destina recursos a estados e municípios, a prioridade será dada para obras já iniciadas e que tenham, ao menos, metade da execução pronta. A medida visa assegurar a conclusão de iniciativas para abastecimento de água, esgotamento sanitário e manejo de resíduos sólidos ou de águas pluviais.

Secult abre edital para doação dos instrumentos de sopro da ORSSE A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) torna público o edital de concurso para seleção de bandas filarmônicas do prêmio Leozírio Guimarães de apoio a bandas de música 2018 que receberão, por meio de distribuição gratuita, os instrumentos musicais de sopro da Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE). Somente bandas filarmônicas sergipanas privadas, sem fins lucrativos, poderão participar da seleção. As inscrições são gratuitas e ficarão abertas até 15 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.

Inscrições Com um total de 38 instrumentos de sopro, as quatro primeiras contempladas receberão nove instrumentos e a quinta receberá um kit contendo uma clarineta e um saxofone. As inscrições serão efetivadas mediante entrega de documentação em envelopes lacrados, no Setor de Protocolo da Secult, localizada na Rua Vila Cristina, nº 1051, Bairro 13 de Julho, em Aracaju. O resultado final será divulgado no dia 04 de janeiro de 2019.

Lista dos Instrumentos de Sopro 4 Bombardinos/ Euphonium em Sib, 4 Bombardões Tuba ¾ em Sib, 5 Clarinetas 17 Chaves em Sib, 6 Anéis em Resina ABS, 5 Saxofones Alto em Mib, 4 Saxofones Tenor em Sib, 4 Trompetes em Sib, 4 Trombones de Vara em Sib, 4 Flautas Transversas em Dó e 4 Trompas Cromáticas em Fá/Sib. Para mais informações acesse o edital em www.cultura.se.gov.br ou através do telefone 3198-7822.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Por falta de pagamento do governo estadual, mais 100 vigilantes serão demitidos Pelo zap, de um funcionário: “Com muito pesar , que mais uma empresa de vigilância anuncia demissão de mais de 100 vigilantes Patrimonial. Os vigilantes das escolas Estaduais serão afastados das escolas públicas de Sergipe. A Secretaria de Educação Estadual não estar fazendo os pagamentos das faturas da empresa que tem seus profissionais prestando serviços nas escolas. Agora os portões das escolas estarão abertos para os vândalos e marginais importunar os estudantes.Esperamos que o Governador tome providencias urgentes!!”

Campeonato brasileiro de ginástica rítmica 2018, foi uma bagunça  Pelo zap: “Na semana passada aconteceu na cidade de Lauro de Freitas, Bahia, o campeonato brasileiro de ginástica rítmica. Lá, mais uma vez, os baianos deram um show na recepção aos atletas e torcedores. A bagunça aconteceu mesmo por parte da CBG, Confederação Brasileira de Ginástica, entidade responsável pelo evento e que tem como presidente uma sergipana. Durante o evento várias competidoras passaram por sérios constrangimentos. Após divulgarem as atletas medalhistas, estas subiram ao pódio, receberam suas respectivas medalhas, mas logo em seguida essas meninas são chamadas outra vez ao pódio para devolverem as medalhas visto que, houvera erro na divulgação dos resultados. Esse fato se repetiu algumas vezes mostrando o despreparo da CBG que tem na direção a família da presidente. Fazem parte da equipe diretiva da CBG o esposo, o filho, a nora da presidente além de outros agregados, uma prática de nepotismo que os órgãos controladores poderiam fiscalizar.”

PELO E-MAIL E FACEBOOK

ARTIGO

O Hospital de Cirurgia à beira da morte. Por Antônio Samarone.

Em 1926, o governador Graccho Cardoso construiu e equipou uma Casa de Misericórdia em Sergipe. O hospital foi entregue ao comando do Dr. Augusto Leite. Por muitos anos, o hospital de Cirurgia foi a salvação do povo pobre.

Já faz tempo, que o hospital de Cirurgia só é filantrópico na razão social. Permanece nessa condição, para assinar contratos com o poder público sem licitação, e ser isento de certas contribuições previdenciárias.

Na realidade, o hospital de cirurgia é um conglomerado de empresas e negócios, com várias clínicas privadas operando sob o seu guarda-chuva. Com bancos e empresas de ensino. Até o IPES Saúde, tem o seu lote nas dependências do Nosocômio. Do velho hospital de caridade, talvez tenha restado o setor de contabilidade, os livros de atas e os documentos.

O hospital de cirurgia vive em conflito permanente com o SUS e com a sociedade. Alguns serviços passam mais tempo parado do que funcionando. Desde janeiro, o contrato com o SUS deixou de ser com o município de Aracaju e passou para a Saúde estadual.

O hospital de cirurgia, sufocado por dívidas e gestões improvisadas, anda na corda bamba.

A Justiça resolveu determinar uma intervenção, nomeou a interventora, e passou o pepino para o poder público. Como a Justiça não tem como administrar diretamente um hospital, delegou a tarefa ao Estado. A pergunta é simples: quem vai disponibilizar os recursos para sanear financeiramente o hospital de Cirurgia?

O Estado que não consegue administrar bem a sua rede de hospitais, passa a ter mais esse encargo. Se forem necessários reformas físicas e novos equipamentos, quem vai providenciar?

Como ficará a relação da interventora com os diversos negócios privados que funcionam sobre o mesmo teto? Qual a proposta de reformulação que será adotada? O hospital voltará a ser filantrópico? Depois de saneado, o hospital voltará para o comando de quem? Em suma, o antigo hospital de caridade passará a ser o que, durante e após a intervenção?

A questão é delicada: um hospital a beira da falência, com muitos donos, pendencias financeiras e trabalhistas insanáveis, é entregue para o poder público resolver. E ainda se pergunta por que os recursos do SUS são insuficientes…

PELO TWITTER

www.twitter.com/Pontifex_pt Rezar significa bater à porta de um amigo. Deus é nosso amigo.

www.twitter.com/ThalesBrandao Um caminhão de carga com cervejas virou na Rota do Sertão em Sergipe. Rapidamente criminosos que cospem sobre corrupção – saqueiam todos os produtos. A sociedade continua nessa ladainha de presidente A era melhor e o B era pior. O problema do Brasil é maior do que imaginamos.

www.twitter.com/frednavarro Quando o circo pega fogo, os primeiros a sair são o dono e o bilheteiro. Os últimos são o equilibrista, esquecido no alto durante o pânico, e o leão, que ninguém é besta de soltar.

www.twitter.com/marcoslmsantana Nada substitui a juventude, todo jovem deve ser jovem,e todo velho deve ser sábio.

Siga Blog Cláudio Nunes:

 Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia

“Pedi aos céus para ter o brilho das estrelas, a grandeza do sol e a roça da lua, que muda de fases sem perder a identidade e a capacidade de encantamento.” Aurélia Vasconcelos, psicóloga.