A deputada mais aplaudida

0

A deputada Goretti Reis foi ovacionada ontem pela manhã durante a sessão especial da Assembleia Legislativa que tratou da situação dos marchantes e fateiras do interior o Estado. Os matadouros estão sendo fechados como água. Só dois matadouros em todo o Estado estão funcionando normalmente. Goretti Reis lançou o repto: a quem interessa o fechamento de todos estes matadouros. O deputado Georgeo Passos, que foi o convocador desta Sessão Especial, reconhece que faltou a presença do Ministério Público. Foi convocada uma reunião, a se realizar hoje, de uma comissão supra-partidária para debater melhor o programa. O deputado Zezinho Sobral, na qualidade de líder do governo, reconheceu que os deputados só podem prometer as vezes até o que não pode cumprir. Durante a sessão foram ouvidos vereadores e prefeitos do interior do Estado. Foi uma sessão longa. Mas, pode ser que dê bons resultados..

Mulheres do Peito

Na segunda-feira, depois de instalada a sessão inaugural da atual Legislatura, a 19ª., a coisa ficou complicada, por conta da atuação das chamadas Muilheres do Peito. Incentivda pela deputada Kitty Lima, elas queriam falar durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa, o que não é possível de acordo com o Regimento Interno. O Presidente da sessão, deputado Luciano Bispo, recusou-se a conceder a palavras à liderança das “Mulheres de Peito “a. Elas não gostaram e acusaram o Presidente Luciano bispo de intransigente. Tudo porque a deputada Kitty Lima incentivava a tal militante mas afinal isso não era possível. E não aconteceu mesmo. Uma das dirigentes das Mulheres do Peito ameaçou agredir um jornalista, porque este apoiou a decisão do Presidente da Casa. O deputado Iran Barbosa por seu turno, falou sobre a situação da Previdência Social. “Não concordo com o diagnóstico que circula por aí segundo o qual a Previdência está falida. Essa história já ouço há muito tempo”. O Presidente Luciano Bispo sugeriu que a deputada Kitty Lima convocasse uma sessão especial com o objetivo de estudar e debater a situação das chamadas carretas do câncer, dando voz no plenário às chamadas Mulheres do Peito.

Não em prosa mas em verso

O deputado Zezinho Sobral estreou como líder da bancada do governo na Assembleia Legislativa fazendo um discurso inédito: “em versos o que todos fazem em prosa”. “Saúdo parentes, amigos/ E profissionais liberais/ E até os que me seguem nas redes sociais”. O parlamentar relembrou toda sua vida pública “Quero ser o deputado/ Não só dos meus eleitores/ Mas de todos os sergipanos/ A quem rendo os meus louvores”. E mais adiante: “Sendo um homem de fé/ Jmais posso duvidar/ de que foi a Providência/ que me trouxe a este lugar”. E finalizou: “Pois prá mim o que importa/ Nessa minha nova jornada;É honrar a confiança/ que me foi depositada”.

A campeã dos projetos

O Pastor Antônio dos Santos já não é mais deputado estadual. Mas no dia 31 de janeiro, último dia do seu mandato, ele apresentou três ou quatro projetos de resolução concedendo títulos de Cidadania a pessoas aqui da terra. Um desses títulos de Cidadania vai para a Sra. Damares Regina Alves, a folclórica Ministra de Direitos Humanos do Governo Jair Bolsonaro. Já na atual legislatura, em dois dias de trabalhoso legislativos a deputada Kitty Lima é a campeã na apresentação de novos projetos. Ela apresentou , de uma só vez, dez novos projetos –um deles proíbe a inauguração e a entrega de obra pública estadual incompleta ou que, embora concluída, não esteja em condições de atender aos fins que se destina. Nesse rítmo vai ser a campeã de projetos da atual legislatura.

O recapeamento asfáltico

Já não basta o calor infernal que anda fazendo em Aracaju, ainda temos, por cima, as obras de reasfaltamento de toda a extensão daquela extensa avenida que se chama Ivo do Prado e Rio branco no centro da cidade e Avenida Beira Mar, a partir da Praia 13 de Julho. Todos os motoristas que são obrigados a usar aquele logradouro durante o dia, opinam que esta obra deveria ser feita à noite ou de madrugada. Mas, um amigo de Edvaldo Nogueira justifica que isso não está sendo feito porque elevaria o custo da obra. Fazendo a obra à noite ou de madrugada teria que ser pago adicional noturno aos operários que nela trabalham, além de que o barulho impediria o livre sono dos moradores da região. O que na verdade a Prefeitura está fazendo em toda extensão da Rua da Frente é tão somente um recapeamento asfáltico. Em alguns trechos, quando o antigo asfalto já estava praticamente desaparecido, este é retirado, aparece então o antigo calçamento a paralelepípedo. Em cima deste joga-se o novo asfalto. Ou enganaram o dr. Alcaide Edvaldo Nogueira ou este está querendo enganar os cidadãos aracajuanos. É que ele afirmou que todo o antigo asfalto seria removido para a colocação de um novo asfalto. Não é exatamente isso o que está acontecendo…

Resposta da Prefeitura de Aracaju

O secretário de comunicação da Prefeitura de Aracaju, Luciano Correia, envia nota ao blogueiro  sobre na avenida 13 de julho. ” Prezado Ivan, esta obra é o recapeamento de todo corredor Ivo do Prado/Beira Mar, que vai ajudar bastante na mobilidade urbana de nossa capital. Ainda ontem visitei a execução dos serviços e, de fato, a retirada da antiga camada de asfalto é muito barulhenta, pois a máquina coletora, além de retirar a antiga cobertura, já despeja o volume em outro caminhão praticamente triturada. Este asfalto antigo está sendo tratado pela usina de asfalto da Emurb e aproveitado inicialmente na pavimentação da antiga Estrada do Aloque, podendo depois ser estendida a outras vias. A questão de custos numa obra dessa dimensão não é de menor importância, já que o trabalho noturno, além dos incômodos já apontados, incidiria em significativo aumento no preço, este já orçado e licitado conforme os trâmites legais e acompanhamento dos órgãos fiscalizadores. No lugar da atual pavimentação, que ficou sem qualquer manutenção durante a gestão passada, surgirá um novo pavimento de larga espessura. Portanto, nem o prefeito foi enganado por quem quer que seja, nem tampouco está enganando. Aproveito o momento para convidá-lo a conhecer o processo de reutilização da camada asfáltica na Estrada do Aloque, uma medida que nos inclui entre os municípios que cada vez mais buscam soluções sustentáveis na gestão da cidade.”

Comentários