A economia sem propósito da SSP

0

A economia sem propósito da SSP

 

A notícia dando conta que a Secretaria de Estado da Segurança Pública  (SSP) economizou R$ 1,9 milhão em oito meses talvez seja a melhor  explicação para a grave crise vivida pela Polícia, que não consegue  impedir fugas nas delegacias e estancar a violência que assola o  Estado. Ora, o papel da SSP não é reduzir despesas em detrimento da  segurança do cidadão, mas aplicar bem os recursos a ela destinados.  Não interessa ao povo saber que a Secretaria deixou de gastar R$ 1,8  milhão em despesas com combustível, manutenção e compra de peças, se os policiais alegam falta de gasolina para realizar diligências e  denunciam que os carros não recebem manutenção adequada. Não parece  ser correto festejar economia de gastos no momento em que o número de  viaturas é insuficiente na maioria dos municípios e as delegacias se  encontram em petição de miséria, a ponto de as fugas de presos terem  virado rotina em Sergipe. Economizar recursos nessa situação chega a  ser uma afronta ao cidadão.

 

Tapinhas nas costas

 

Desde o último domingo que os candidatos a prefeito, vice e vereador  estão dando tapinhas nas costas dos eleitores. Além de ouvir as  reivindicações populares e falar mal dos adversários, os postulantes a  cargos eletivos prometem transformar as cidades em verdadeiros  paraísos. Desconfiado, o eleitor aparte a mão do dito cujo e promete  analisar as promessas. Os mais desinibidos perguntam se o candidato  não tem um “oxiluzinho” para interar a feira. O pedido nunca é  atendido, naturalmente.

 

Identidade segura

 

A carteira de identidade civil vai passar por uma drástica mudança. O  novo do documento, que terá o formato e será feito de mesmo material  que os cartões de crédito, deverá ser mais seguro e prático, já que  vai conter outras informações, como o CPF e carteira da Previdência Social. O Registro Único de Identidade Civil (RIC) terá marca d”água  feita à laser, que poderá ser percebida com luz negra. E ainda um chip  para facilitar o armazenamento de informações trabalhistas,  previdenciárias, criminais, entre outras. O objetivo é diminuir  consideravelmente as falsificações. Legal!

 

Quem faz seguro

 

Estudo da corretora Aon Affinity aponta que 60,3% das pessoas que  possuem seguro de vida pertencem às classes C, D ou E. Garantir  segurança à família e se precaver contra imprevistos são os objetivos  de quem busca uma apólice. Quem possui um seguro é considerado  precavido por 67,5% dos entrevistados. Uma grande parcela dessa  população é formada por trabalhadores informais ou autônomos.


Dinheiro para Sergipe

 

As operações de crédito realizadas pelo Banco do Nordeste no 1º  semestre deste ano em Sergipe chegaram a cerca de R$ 313 milhões, apresentando um incremento  de 76,2% em comparação ao mesmo período de 2007, cujos valores foram da ordem de  R$ 177,7 milhões. Do montante contratado no decorrer deste ano – R$  313 milhões – R$ 202,3 milhões foram com recursos do Fundo  Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), representando um  crescimento de 102,8% se comparado com 2007 quando foram efetuadas  operações no valor foi de R$ 99,7 milhões.

 

Motos em alta

 

Os fabricantes de motocicletas têm muito o que comemorar. O comércio  de motos aqueceu a produção, e o primeiro semestre de 2008 registrou  alta de 27% nas vendas. A expectativa dos revendedores sergipanos é  que a procura pelo veículo de duas rodas aumente ainda mais a partir  de setembro, quando o homem do campo começará a vender a safra de  grãos. A estabilidade da economia e os financiamentos a longo prazo,  que garantem prestações baratas, são os principais responsáveis pelo  aquecimento do setor.

 

Relógio biológico

 

Os homens também possuem um relógio biológico e começam a perder a  fertilidade a partir dos 35 anos. Pelo menos é o que aponta uma  recente pesquisa científica. Os estudiosos observaram que a qualidade  do sêmen começa a deteriorar a partir dos 35 anos e cai de maneira  significativa após os 40 anos. Segundo o estudo, a índice de gravidez  por ciclo de tratamento foi de 13,6% entre os casais com homens na  faixa etária do início dos 30. No caso dos casais em que o pai tinha  mais de 40 anos, 27% das gestações acabaram em aborto e apenas 10% dos  tratamentos resultaram em gravidez.

 

Ampliação do G Barbosa

 

Recursos aprovados ontem (08) pelo BNDES, no montante de R$ 193,4  milhões, vão permitir a abertura de 4.874  postos de  trabalho na  empresa supermercadista G.Barbosa, que atua nos estados de Sergipe,  Bahia e Alagoas. Fundada em 1955 em Aracaju (SE), hoje a  companhia é controlada pelo grupo chileno Cencosud. O atual quadro de empregados  da companhia totaliza 8,6 mil pessoas. A G.Barbosa é a segunda maior  rede de supermercados da região Nordeste e está entre as cinco maiores  a nível nacional.

 

Professores injuriados

 

Os professores da rede municipal de Pacatuba farão hoje (09) um  protesto em frente da Prefeitura. Na próxima segunda-feira (14), eles  voltarão a cruzar os braços como forma de pressionar o prefeito Luiz  Carlos Santos (DEM) a atender as reivindicações da categoria. No  protesto de hoje, os educadores vão distribuir cestas básicas, pois o  prefeito cortou os salários de quem fez greve no período de 30 de  abril até 09 de junho. A categoria está reivindicando, entre outras  coisas, a regularização do transporte para os professores e o  pagamento de titulação e progressão vertical.

 

Cana em baixa

 

Um tradicional produtor de cana-de-açúcar em Sergipe não esconde a  decepção com o preço da tonelada do produto. Segundo ele, que não  pretende ampliar a área plantada este ano, em 2006 uma tonelada de  cana foi vendida por R$ 52, preço que caiu para R$ 38. O rapaz garante  que a “febre” do etanol estimulou a plantação em grande escala,  provocando a queda do preço. Ele revela que outros produtores da  região do Cotinguiba deverão seguir seu exemplo.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários