A formiga, o gafanhoto e o Brasil surrealista

0

Dia desses deparei-me na internet com uma paródia da versão original do conto “A Formiga e o Gafanhoto”, do genial contador de histórias infantis La Fontainne. A versão clássica havia sido modificada drasticamente, e a nova caía como uma luva para os momentos surrealistas que o brasileiro hoje tem vivido, desde o advento de Lula no poder.

A inversão de valores verificada na nova estorieta é a tônica, justamente para representar com crua realidade o ocorre hoje com a vida política, econômica e social brasileira, desde que o PT tenta instalar no país seu socialismo de castas, uma verdadeira seita política que privilegia apenas os sindicalistas outrora providencialmente mantidos sem trabalhar para terem tempo de fazer política nos sindicatos, ou os petistas de carteirinha e estrela vermelha na test,a que conseguem comprovar que são PT desde criancinha.

Mais à frente decidi republicar a versão moderna abrasileirada da estorinha, que é a cara daquilo em que nosso país está se transformando, na expectativa de contribuir para despertar a consciência dos brasileiros, adormecida pela mentira hipnótica amplificada e massificada que o PT e o governo federal incutem impunemente no populacho desinformado.

 Inicialmente, logo abaixo, transcrevo um breve resumo da versão clássica de “A formiga e o gafanhoto” para avivar a memória daqueles que há muito não lêem estorinhas de crianças. Ei-la:

 

“A formiga e o gafanhoto

versão clássica

 

Era uma vez, uma formiga que trabalhava duro, de sol a sol. Construindo sua toca e acumulando suprimentos para o longo inverno que se aproximava.

O gafanhoto viu aquilo e pensou: -Que idiota!

E passava o tempo todo dando gargalhadas, cantando e dançando.  Assim passou todo verão… Ao chegar o inverno, enquanto a formiga estava aquecida e bem alimentada,o gafanhoto, que não tinha abrigo nem comida, morreu de fome.

MORAL DA ESTÓRIA : Trabalhe duro! Seja previdente e responsável”.

         Vejam vocês agora como é apresentada a nova versão dessa mesma estorieta, baseada na atual realidade social e política brasileira, que salta aos olhos através dessa muito bem elaborada metáfora:

 

“A formiga e o gafanhoto

versão Brasileira

 

 

Era uma vez, uma formiga que trabalhava duro, no sol escaldante de verão, construindo sua toca e acumulando suprimentos para o longo inverno que se aproximava.

O gafanhoto pensou: -Que idiota! E passou o verão dando gargalhadas, cantando e dançando como nunca.

Ao chegar o inverno, o gafanhoto, tremendo de frio, armou uma barraca de lona na entrada da toca da formiga e convocou toda a imprensa para uma entrevista e exigiu explicações!

– Por que é permitido à formiga uma toca aquecida e boa alimentação, enquanto os gafanhotos estão expostos ao frio e morrendo de fome ?

Todos da imprensa compareceram à entrevista : (SBT, BAND, ZERO HORA,JORNAL DO  BRASIL,   ESTADÃO, REDE GLOBO, CBN e outros).

Tiraram muitas fotos do gafanhoto trêmulo de frio e com sinais de desnutrição! As imagens dramáticas na televisão mostraram um gafanhoto em deplorável condição, sentado num banquinho, debaixo de uma barraca de plástico preto…

E, mais adiante, mostraram a formiga, em sua toca confortável, com uma mesa farta e variada! A TV apresentou um quadro de 15 minutos, mostrando o gafanhoto cambaleante. O povo brasileiro ficou perplexo e chocado com o contraste!

A BBC de Londres, mandou ao Brasil uma equipe para fazer uma reportagem especial a ser distribuída em rede para toda a Europa! A CBS, nos EUA, interrompeu uma entrevista coletiva sobre as ações  no Iraque, antes da entrega do Oscar, para mostrar como anda a cidadania dos gafanhotos brasileiros…

A notícia recebeu apoio imediato do PT, com a ressalva de que os recursos devem ser dirigidos ao programa Fome Zero, do governo Lula…

O PT então cogita uma Emenda Constitucional para aumentar os impostos para as formigas e ainda obriga as comunidades a promoverem a integração social dos gafanhotos.

A formiga, multada por supostamente não entregar sua quota de folhas verdes ao Ministério das Folhas e não tendo como pagar todos os impostos e contribuições que foram apurados retroativamente, pede falência!

A Câmara Federal instalou uma comissão de inquérito para investigar a falência fraudulenta de inúmeras formigas abastadas.

O Ministério das Folhas nomeou uma comissão de auditores fiscais, suspeitando que as formigas tenham desviado recursos do FF5( folhas frescas nº 5 do Banco Central ) e lavado as folhas.

O gafanhoto decide invadir a toca da formiga e lá acampa!

A formiga pede ajuda da polícia e esta informa que não dispõe de efetivo para atender ocorrências desta natureza, e, que também,  por orientação do Secretário de Segurança, que deseja evitar confronto com os SEM TOCAS, não pode atuar.

A formiga entra na justiça para obter a reintegração da toca, mas,o pedido é negado!  O juiz invocou um novo ramo do direito, “O ECONÔMICO“, e sentencia que a formiga não provou a produtividade da Toca!

O Ministério da Reforma Agrária desapropriou a Toca da Formiga, por não cumprir sua função social, e a entrega ao friorento e desnutrido gafanhoto…

O Ministério da Justiça, examinando exemplares do Jornal Última Hora, descobriu que o gafanhoto foi preso no passado, por promover algumas greves, assaltos e seqüestros (crimes políticos)…e conseguiu sua inclusão no grupo dos perseguidos políticos, com direito a indenização federal e pensão vitalícia!

Agora começa novamente o verão. As formigas trabalham e os gafanhotos cantam e dançam…

MORAL?

Você decide!”

 

Sem mais comentários

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários