A Globo de olho nos evangélicos

0

De olho no grande mercado musical evangélico, a Globo projeta o lançamento de um programa gospel para o ano que vem. A atração será  voltada para a música evangélica e a Globo estaria sondando cantoras do meio gospel para comandar a atração.

A estreia de um conteúdo evangélico será um acontecimento inédito na história da Globo. A "Santa Missa" é o único programa religioso exibido

Divulgação

pela emissora carioca.

Outra atração evangélica, já confirmada pela Globo, será exibida como especial de fim de ano. O "Festival Troféu Promessas" será gravado no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, e exibido no dia 18 de dezembro das 13h às 14h10.

Se apresentarão no evento o grupo Diante do Trono, Ludmila Ferber, Fernandinho, Fernanda Brum, Régis Danese, Pregador Luo, Eyshila, David Sacer e Damares.

Além de apresentações musicais, o "Festival Troféu Promessas" vai premiar os melhores grupos e cantores evangélicos que disputam em nove categorias. A escolha é dos internautas que votam pelo site www.trofeupromessas.com.br.

O mercado da música gospel

Na coletiva de imprensa do "Festival Troféu Promessas", o diretor de núcleo da Rede Globo, Luis Gleiser, falou da importância da música gospel no cenário musical brasileiro.

“Não podemos de maneira nenhuma ignorar as expressões da cultura do nosso povo. E a música evangélica é um fenômenos dessa imensa força que se expande sem cessar. Da mesma maneira abrimos para música sertaneja há 20 anos, e para a o rock brasileiro há 30, vamos fazer agora com a música gospel", comentou Gleiser.

O maior fenômeno deste gênero musical na atualidade é o Ministério de Louvor e Adoração Diante do Trono. O grupo nasceu pela vontade do Pastor Márcio Valadão, líder da Igreja Batista da Lagoinha, que voltou de uma viagem a Índia em 1995 decido a ajudar no combate a prostituição infantil naquele país.

Dois anos depois, em 1997, Ana Paula Valadão, filha de Márcio, lançou o "Ministério de Louvor e Adoração Diante do Trono", que teria parte de

Eles farão o som acontecer no Promessas

seu lucro revertido às obras de combate a prostituição infantil na Índia. Em 2001, com o CD "Preciso de Ti", o grupo vendeu mais de 2 milhões de discos. Ao longo de 14 anos de história, o Diante do Trono já vendeu mais de 15 milhões de CDs e DVDs.

Hoje, o Diante do Trono faz parte da Som Livre e a participação de Ana Paula Valadão no fim do ano passado no "Domingão do Faustão" chamou atenção da Globo pelo seu carisma e desenvoltura.

Ana Paula seria uma das cantoras sondadas pela direção da emissora carioca para apresentar o programa gospel no ano que vem.

Outros artistas evangélicos também se destacam pela quantidade de CDs e DVDs vendidos. A cantora pentecostal, Cassiane, da Assembléia de Deus, lançou em 1999 o CD "Com muito Louvor" que vendeu mais de 2 milhões de cópias. Aline Barros já lançou mais de 15 discos e esteve na trilha sonora da novela "Duas Caras", da Globo, em 2009.

André Valadão, Ludmila Ferber, Fernanda Brum e Fernandinho também estão na lista dos cantores que venderam mais de 1 milhão de CDs e DVDs ao longo de suas carreiras.

Com informações do Natelinha.com

Saiba +

Mara Maravilha, Lázaro e Dione Chagas em Carmópolis

“Um evento para todas as idades e religiões”, afirma a funcionária pública Maria José Machado. O Clama Carmópolis, evento cristão, foi criado em 2009 e já vai para sua terceira edição que acontece dia 26 de novembro na Praça de Eventos às 21 horas. Com atrações evangélicas, conta com a participação de igrejas, templos e da sociedade civil. “Para atrairmos o turista e darmos visibilidade a nossa cidade, a nova gestão vem fazendo grandes eventos, mas a prefeita Esmeralda, atendeu a um pedido antigo dos evangélicos carmopolitanos. Uma festa religiosa evangélica para um público direcionado. “Prontamente reuniões foram realizadas e vimos que era possível que um evento de tal importância entrasse no calendário festivo do município”,diz a prefeita Esmeralda Cruz. As atrações para uma noite tão especial serão Mara Maravilha, Lázaro e Dione Chagas.

Heleno Silva será relator de MP voltada ao microcrédito

Um dos parlamentares mais atuantes no combate à miséria e na busca por soluções alternativas de geração de renda, o deputado federal

Heleno Silva (PRB/SE) será o relator da Medida Provisória 543/12, que altera a Lei 11.110/2005, autorizando a União a conceder subvenção para instituições financeiras de forma a permitir a estas a contratação e o acompanhamento das operações de microcrédito produtivo. “O projeto do

qual serei relator vai apurar a concessão de microcrédito, uma das diretrizes do Brasil sem Miséria, que possibilita ao empreendedor começar seu pequeno negócio e criar alternativas para sua subsistência de forma a poder, no futuro, viver sem a necessidade de bolsas assistenciais”, defendeu Heleno.

O projeto foi encaminhado ao Congresso como uma das prioridades do governo Dilma. “Ele deverá ser votado até o final do ano para

possibilitar aos empreendedores acesso ao crédito de forma mais rápida e diferenciada no começo de 2012”, explicou o parlamentar republicano.

Heleno é um entusiasta dos programas de microcrédito, já tendo sido relator de Programa Nacional de Microcrédito. “Esse incentivo ao próprio negócio vai ao encontro do anseio do nordestino, que não quer viver de bolsas, mas sim criar seu próprio negócio de forma a garantir seu sustento e de sua família”, avalia.

O deputado lembra, ainda, que programas de microcrédito são considerados ferramentas prioritárias no combate à pobreza. “Os resultados são tão visíveis e positivos que o ganhador do Premio Nobel da Paz de 2006, Muhammad Yunus, foi o criador do programa de microcrédito em Bangladesh”, lembra.

Segundo a MP encaminhada pelo governo, as instituições financeiras poderão captar até R$ 500 milhões anualmente com a União, como equalização de parte dos custos a que estão sujeitas na contratação e acompanhamento de operações de microcrédito produtivo orientado. Essa captação deve intensificar e agilizar a concessão de créditos para os pequenos empreendedores.

“Esse crédito, é bom que se diga, não é dado de forma irresponsável. Há todo um acompanhamento por parte do governo para saber como está sendo aplicado o recurso, além de orientação ao empreendedor para que ele obtenha sucesso em seu novo negócio”, finaliza Heleno.

Vem aí! + de DEUS 2012

gleicequeiroz@infonet.com.br            www.twitter.com/GLEICEQUEIROZ

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais