A hora de roer os ossos

0

Pesquisa do Instituto Vox Populi mostra quanto é impopular o ainda presidente Michel Temer (MDB). Feita em abril passado, a consulta revela que apenas 1% dos eleitores pensa em votar no emedebista. Os índices negativos de Temer deixam claro que ele será o pesadelo dos candidatos, causando grandes estragos naqueles que receberem seu apoio. Em Sergipe, o mais afetado eleitoralmente será o deputado federal André Moura (PSC), principalmente se o presidente tiver coragem de sair na rua e resolver subir no palanque do sergipano. Pior é que, após meses se alimentando politicamente com a generosa liberação de emendas do Orçamento, André não poderá recusar o apoio do político mais rejeitado da história desse país. Se tentar, o próprio Temer o lembrará que quem comeu a carne que roa os ossos.

Só pensa nelas

Após 10 dias de férias, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) retorna esta semana a Sergipe pensando exclusivamente nas próximas eleições. Pré-candidato ao Senado, o emedebista terá pela frente a difícil tarefa de manter os governistas unidos. Embora tenha deixado o governo com elevados índices de rejeição, JB é habilidoso o suficiente para se eleger. Que o diga a oposição!

Pulando fora

O PRB do pastor Heleno Silva está pulando fora do barco governista. A debandada objetiva viabilizar a candidatura do reverendo ao Senado. Silva alega que ficou sem espaço no governo e o partido não abre mão de ter um candidato a senador. Resta saber se na oposição, Heleno terá como viabilizar este projeto. Aguardemos, portanto!

Segundo plano

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) acha que os partidos precisam colocar os pingos nos is. Segundo ele, a prioridade deve ser tirar Sergipe do caos em que se encontra. “Deveríamos eleger um governador com disposição para resolver”, afirma Vavá, para quem só o PSB está pensando na disputa para o governo estadual. De acordo com ele, a maioria dos partidos só pensa nas duas vagas para o Senado. Homem, será?

Comigo não, violão

A Secretaria de Infraestrutura esclarece que das 343 obras públicas paralisadas em Sergipe, apenas 10 são do estado. As demais são das prefeituras. Diz ainda que a paralisação desses 10 empreendimentos foi motivada por questões burocráticas relacionadas ao processo licitatório. Segundo a Secretaria, sob a responsabilidade do governo existem cerca de R$ 500 milhões em obras sendo executadas. Que bom!

Um trem no caminho

E o ex-vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado (PPS), tenta reduzir o desgaste político causado pelos servidores fantasmas flagrados na administração do ex-prefeito João Alves Filho (DEM). Machadão é acusado de ter contratado para o gabinete dezenas de pessoas que, embora recebendo gordos salários, não apareciam para trabalhar. O ex-vice-prefeito sabe que o trem fantasmas pode atropelar seu projeto de se eleger deputado federal. Marminino!

Últimos dias

Quem ficou mais de três eleições sem votar ou justificar a ausência têm até a próxima quarta-feira para regularizar a situação. O cidadão deve ir ao cartório eleitoral de posse do título de eleitor caso o possua, além de um comprovante de residência e um documento oficial de identificação pessoal que tenha, no mínimo, nome, filiação, data de nascimento e nacionalidade. No caso dos homens, também é necessário levar o comprovante de quitação militar. Você tá nessa?

Lembrando Valdir

A Procuradoria-Geral de Justiça abre hoje a exposição “20 anos sem Valdir”. Documentos, objetos pessoais, jornais e fotografias contam a trajetória do promotor de Justiça Valdir de Freitas Dantas, brutalmente assassinado em 1998, no município de Cedro de São João. Instalada no foyer do auditório da Procuradoria, a exposição prosseguirá até o dia 30 de maio. Prestigie!

Pleito esquisito

E o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) garante que as próximas eleições serão por demais esquisitas: “As lideranças apoiam candidatos de varias correntes políticas. Uma apoia Lula, a outra quer Temer, enquanto outra não sabe o que quer, pois apoiou Dilma, Temer…”. Ora, se os políticos estranham tanta indecisão deles mesmos, imagine como fica o coitado do eleitor. Misericórdia!

Sementes garantidas

A classe política sergipana prestigiou ontem, a 15ª Cavalgada de Poço Redondo. O governador Belivaldo Chagas (PSD) aproveitou a festa para anunciar que o governo adiantou todo o processo de licitação para a aquisição de sementes selecionadas, que já estão armazenadas em Sergipe. Segundo ele, esta providência vai garantir plantio no tempo e na hora certa para todos. Melhor assim!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 19 de abril de 1873

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários