A humanidade não deu certo

0

Parece piada, mas é verdade, o presidente do STJ, demitiu um estagiário do órgão, porque ele ficou atrás dele numa fila de caixa eletrônico, mantendo é lógico, o limite da linha de marcação. Um absurdo!

 

São atos de autoridades desta natureza que causam nojo e repúdio de quem luta pela plena cidadania. Uma vergonha para o país. O cidadão de bem começa a meditar se tudo vale à pena. Se não seria melhor virar veterinário e cuidar de animais, que, pelo menos, não se acham dono do mundo e suplentes de Deus.

 

Nelson Rodrigues,se estivesse vivo, reafirmaria com convicção uma de suas celebres frases: A humanidade não deu certo. E com razão. O leitor leia e tire as suas conclusões da matéria postada ontem no blog do Noblat (http://oglobo.globo.com/pais/noblat/):

 

“Sou Ari Pargendler, presidente do STJ. Você está demitido”

 

A frase acima revela parte da humilhação vivida por um estagiário do Superior Tribunal de Justiça (STJ) após um momento de fúria do presidente da Corte, Ari Pargendler (na foto).

 

O episódio foi registrado na 5a delegacia da Polícia Civil do Distrito Federal às 21h05 de ontem, quinta-feira (20). O boletim de ocorrência (BO) que tem como motivo “injúria real”, recebeu o número 5019/10. Ele é assinado pelo delegado Laércio Rossetto.

 

O blog procurou o presidente do STJ, mas foi informado pela assessoria do Tribunal que ele estava no Rio Grande do Sul e que não seria possível entrevistá-lo por telefone.

 

O autor do BO e alvo da demissão: Marco Paulo dos Santos, 24 anos, até então estagiário do curso de administração na Coordenadoria de Pagamento do STJ.

 

O motivo da demissão?

 

Marco estava imediatamente atrás do presidente do Tribunal no momento em que o ministro usava um caixa rápido, localizado no interior da Corte.

 

A explosão do presidente do STJ ocorreu na tarde da última terça-feira (19) quando fazia uma transação em uma das máquinas do Banco do Brasil.

 

No mesmo momento, Marco se encaminhou a outro caixa – próximo de Pargendler – para depositar um cheque de uma colega de trabalho.

 

Ao ver uma mensagem de erro na tela da máquina, o estagiário foi informado por um funcionário da agência, que o único caixa disponível para depósito era exatamente o que o ministro estava usando.

 

Segundo Marco, ele deslocou-se até a linha marcada no chão, atrás do ministro, local indicado para o próximo cliente.

 

Incomodado com a proximidade de Marco, Pargendler teria disparado: “Você quer sair daqui porque estou fazendo uma transação pessoal.”

 

Marco: “Mas estou atrás da linha de espera”.

 

O ministro: “Sai daqui. Vai fazer o que você tem quer fazer em outro lugar”.

 

Marco tentou explicar ao ministro que o único caixa para depósito disponível era aquele e que por isso aguardaria no local.

 

Diante da resposta, Pargendler perdeu a calma e disse: “Sou Ari Pargendler, presidente do STJ, e você está demitido, está fora daqui”.

 

Até o anúncio do ministro, Marco diz que não sabia quem ele era.

 

Fabiane Cadete, estudante do nono semestre de Direito do Instituto de Educação Superior de Brasília, uma das testemunhas citadas no boletim de ocorrência, confirmou ao blog o que Marco disse ter ouvido do ministro.

 

“Ele [Ari Pargendler] ficou olhando para o lado e para o outro e começou a gritar com o rapaz.  Avançou sobre ele e puxou várias vezes o crachá que ele carregava no pescoço. E disse: “Você já era! Você já era! Você já era!”, conta Fabiane.

 

“Fiquei horrorizada. Foi uma violência gratuita”, acrescentou.

 

Segundo Fabiane, no momento em que o ministro partiu para cima de Marco disposto a arrancar seu crachá, ele não reagiu. “O menino ficou parado, não teve reação nenhuma”.

 

De acordo com colegas de trabalho de Marco, apenas uma hora depois do episódio, a carta de dispensa estava em cima da mesa do chefe do setor onde ele trabalhava.

 

Demitido, Marco ainda foi informado por funcionários da Seção de Movimentação de Pessoas do Tribunal, responsável pela contratação de estagiários, para ficar tranqüilo porque “nada constaria a respeito do ocorrido nos registros funcionais”.

 

O delegado Laercio Rossetto disse ao blog que o caso será encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) porque a Polícia Civil não tem “competência legal” para investigar ocorrências que envolvam ministros sujeitos a foro privilegiado.”

 

Pargendler é presidente do STJ desde o último dia três de agosto. Tem 63 anos, é gaúcho de Passo Fundo e integra o tribunal desde 1995. Foi também ministro do Tribunal Superior Eleitoral.

 

Eleições no Sinpol I

No próximo dis 3 de novembro acontecerá a eleição para a nova diretoria do Sinpol/SE. Duas chapas estão inscritas: a primeira é a Operação Padrão, de continuidade da atual diretoria, cujo candidato a presidente é Antônio Moraes (hoje vice) e o candidato a vice, Ricardo Reis, o atual presidente. Ao todo são 1.200 votantes.

 

Eleições Sinpol II

Já a chapa dois, União e Luta, tem como candidato a presidente Luís Borges de Lima e como vice, José Cristianilson Goes. Entre as promessas de campanha, divulgação do balancete mensal (detalhado e simples), segundo os membros uma promessa da atual diretoria não cumprida. A outra é a extinção do pro labore pago aos diretores, segundo o informativo da chapa são R$ 1,5 mil mensais por diretor, num total de quatro.

 

Integração

E o Sinpol está conseguindo integrar as categorias. Nas duas chapas tem delegados participando. Na da situação estão os delegados Flávio Albuquerque e Marcelo Hercules. Na oposição, Fernando Melo.

 

Moraes explica posição

O vice-presidente do Sinpol, Antônio Moraes, disse ontem que não insultou Francisco Gualberto na AL, na última quinta-feira. Apenas questionou ao deputado sobre o suposto projeto dos delegados de carreira e o parlamentar petista disse que não tinha obrigação de informá-lo de nada. Moraes disse que o projeto estava tramitando dentro do governo e algumas pessoas, legitimamente, estavam querendo o mesmo, porque muitos dos excedentes são parentes de pessoas influentes da sociedade. Moraes disse que o Sinpol, assim como a Adepol, se preocupa com a qualidade da estrutura da polícia, através da Lei Orgânica e modernização das regras.

 

Edvaldo participa de encontro de prefeitos com Dilma

O prefeito Edvaldo Nogueira participou, na tarde desta sexta-feira, 22, em Belo Horizonte, do encontro de cerca de 400 prefeitos mineiros com a presidenciável Dilma Rousseff. Eles entregaram um manifesto de apoio à candidata do PT. Outros 15 prefeitos de capitais estavam presentes: Márcio Lacerda, de BH; João Henrique Carneiro, de Salvador; Amazonino Mendes, de Manaus; Duciomar Costa, de Belém; João Coser, de Vitória; e Micarla de Sousa, prefeita de Natal, que é filiada ao PV, dentre outros. O ato aconteceu no Iate Clube, na Pampulha.

 

Compromisso de continuidade

“Foi um belo ato em que Dilma reafirmou o compromisso da continuidade da parceria do Governo Federal com os municípios”, disse Edvaldo, lembrando que foi o presidente Luiz Inácio Lula da Silva que abriu as portas do Palácio do Planalto para os prefeitos. “Antes de Lula os municípios eram entes de segunda classe. Não houve na história do Brasil um presidente que desse tanta atenção aos municípios e Dilma, como ministra da Casa Civil, ajudou a melhorar essa relação”.

 

Projeto combate “bullying” nas escolas

 Preocupado com o aumento do número de agressões e atos de discriminação e humilhação em ambiente escolar, o deputado estadual Zeca da Silva (PSC) apresentou um projeto de lei que dispõe sobre o combate da prática de “bullying” por instituições de ensino e de educação, públicas ou privadas, com ou sem fins lucrativos.

 

Estudo

A propositura de Zeca tem por base um estudo feito pela Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção à Infância e Adolescência (Abrapia), em 2002, no Rio de Janeiro, com 5.875 estudantes de 5ª a 8ª séries, de 11 escolas fluminenses, revelou que 40,5% dos entrevistados confessaram o envolvimento direto em atos de bullying.

 

Novo secretário em Socorro

O prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Fábio Henrique, empossou ontem o novo secretário de Obras e Serviços  Públicos do município, Eliel Felipe Oliveira, que acumulará também a pasta do Planejamento. A solenidade ocorreu na sede da Secretaria de Obras e contou com a presença do vice-prefeito, Job Carvalho; do deputado federal eleito, Laércio Oliveira; e dos deputados estaduais eleitos, Zé Franco e Capitão Samuel, além do promotor de Justiça Sandro Costa, familiares do secretário, vereadores,  secretários municipais e a população

 

Antônio Leite apóia Dilma I

Para o ex-candidato a senador pelo PV de Sergipe, Antonio Leite, o povo brasileiro anseia por avanços e Marina Silva representava, no primeiro turno, esse anseio.  Como o PV definiu democraticamente, para o segundo turno eleitoral, uma postura de independência, mas não de neutralidade, e liberou seus filiados para escolhas pessoais e cidadãs, Antonio Leite acredita que a candidata Dilma sintetiza melhor as propostas do Partido Verde e é quem melhor representa essa perspectiva hoje.

 

Antônio Leite apóia Dilma II

“Andar de lado como caranguejo, tudo bem, mas andar para traz, convenhamos, é complicado. A idéia é eleger Dilma nas urnas e ampliar a democracia para continuar apostando nas mudanças. Tô nessa”, diz Antonio Leite.

 

Excelente espetáculo I

Numa iniciativa da FUNARTE, contando com o apoio do SESC – Serviço Social do Comércio, o público sergipano teve a rara oportunidade de assistir a uma excelente apresentação do Quinteto Persch, de Porto Alegre. Aracaju foi incluída no roteiro do Circuito FUNARTE de Música Clássica – 2010.

 

Excelente espetáculo II

A apresentação deu-se no auditório do SESC/Centro e o público presente aplaudiu bastante os integrantes do quinteto de acordeons liderado pelo professor Adriano Persch, que, além de músico, é licenciado pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. O concerto incluiu peças de autoria de Villa-Lobos, Astor Piazzola, Cláudio Santoro, Aram Khatchaturian, dentre outros.

 

Josa homenageado

 Presente ao espetáculo, com sua filha Joseane, o “Vaqueiro do Sertão”, numa cadeira de rodas, foi intensamente aplaudido pelo público presente, quando teve sua presença anunciada. Sua filha, artista popular, também foi alvo de aplausos e manifestações de carinho.

 

Pré-Caju 2010

O prefeito Edvaldo Nogueira assina na segunda-feira, às 10h, o decreto que autoriza a liberação do uso do espaço público para o desfile de blocos e trios durante a 20ª edição do Pré-Caju, que acontece de 20 a 23 de janeiro de 2011. A solenidade, no Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos, contará com a participação de representantes da Associação Sergipana de Blocos e Trios (ASBT) e do trade turístico.

 

10 mil empregos diretos e indiretos

Conhecida como a maior prévia carnavalesca do Brasil, o Pré-Caju gera cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos, dinamiza diversos setores da economia e garante uma ocupação de quase 100% da rede hoteleira. A estrutura da festa conta com 4 km de percurso na avenida Beira Mar, sendo 1 km reservado aos camarotes.

 

Memória política – Atheneu

Episódio ocorrido em 1964, logo após o golpe de Estado, em 3l de março: os militares, em Sergipe, promoveram a antecipação de uma prática que se tornaria bastante comum no final dos anos 60 e durante a década de 70 do século passado. No Colégio Atheneu, o mais tradicional estabelecimento de ensino de Sergipe, um grupo de alunos desentendeu-se com a direção do colégio, que, por sua vez, tinha um excelente trânsito entre os militares.

 

Memória política – Marcha da Família

A diretora do Atheneu obrigou os alunos, sob a ameaça de severas penas, a participarem da “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”. Um grupo formado por seis alunos recusou-se a participar da referida marcha, no que foram  acompanhados por dezenas de colegas. Em consequência, o Exército determinou a expulsão dos integrantes do citado grupo: Abelardo Silva Souza, Alceu Ezequiel Monteiro, Anderson Nascimento, Jackson de Sá Figueiredo, Mário Jorge de Menezes Vieira e Wellington Dantas Mangueira Marques.

 

Memória política – Arquidiocesano

O colégio Arquidiocesano, mantido pela Igreja Católica e dirigido pelo padre Carvalho, acolheu dois dos alunos atingidos que, assim, puderam concluir o seu curso. Os demais foram para outros Estados. É o caso de Alceu Monteiro e Anderson Nascimento, que terminaram o curso clássico em Recife.

 

Memória política – Ibarê Dantas

Sobre o assunto, escreve o cientista político Ibarê Dantas em sua obra “A Tutela Militar em Sergipe”: “O relacionamento da diretora Maria Augusta Lobão Moreira com os militares era facilitado pelas atividades do marido, João Moreira, o mais declarado informante civil do Exército em Sergipe. A qualificação “exaltada revolucionária” é de Manoel Cabral Machado (depoimento ao autor em 19.01.95). Ariosvaldo Figueiredo, muito ligado a João Moreira, tenta transformar a diretora em defensora dos estudantes. Manoel Cabral Machado, então Secretário de Educação, diverge desta interpretação. Depoimentos de três dos participantes, Wellington Dantas Mangueira Marques, Alceu Monteiro e Jackson de Sá Figueiredo, passadas mais de duas décadas, discordam frontalmente da versão de Ariosvaldo Figueiredo.” Dos 6 alunos expulsos, três já faleceram: Abelardo Silva de Souza, o grande poeta Mário Jorge de Menezes Vieira e, mais recentemente, Jackson de Sá Figueiredo.

 

Visita a CMA

O presidente da OAB/SE, Carlos Augusto Monteiro, acompanhado de Winston Neil, presidente da Comissão de Defesa do Consumidor daquela entidade, esteve, ontem, em visita aos parlamentares do município de Aracaju. Emanuel Nascimento, presidente da Câmara de Vereadores, recepcionou os ilustres visitantes. Na oportunidade, foram discutidas as bases de uma campanha educativa sobre os direitos do consumidor, com total apoio da OAB e do poder legislativo de Aracaju.

 

Votação própria

Apenas 35 dos 513 deputados federais foram eleitos com votos próprios. Isto é, os seus votos foram superiores ao mínimo exigido pelo coeficiente eleitoral. Dentre eles, nenhum de Sergipe. Portanto, dos oito integrantes da bancada de Sergipe, nenhum foi eleito com votação própria.

 

Piada

Registro na coluna do sergipano Ancelmo Góis, em “O GLOBO”: “Weslian Roriz, candidata a governadora do DF, ligou para Aécio Neves e o parabenizou pelo… resgate dos MINEIROS.”

 

Candidatos

Marco Maia, do PT, candidato à presidência da Câmara dos Deputados. Edison Lobão, do PMDB, pretende presidir a Câmara. Em Sergipe, dois candidatos pleiteiam a presidência da Assembléia Legislativa: Francisco Gualberto e Angélica Guimarães.

 

Curso Intensivo

O deputado federal eleito por São Paulo, TIRIRICA, fez um intensivão rápido ministrado por um conhecido jornalista, em Brasília. Nos próximos dias, será submetido a teste, de cujo resultado dependerá sua diplomação.

 

Livre Mercado

Vários presidentes de clubes e desportistas ligados ao Clube dos 13 comemoraram, efusivamente, o fato de a poderosa Rede Globo ter perdido a preferência na aquisição dos direitos de transmissão do Campeonato Nacional. A avaliação geral é a de que isso cria um clima de concorrência, o que, por si só, facilita o aumento dos valores dos contratos. A decisão do CADE, órgão oficial que acompanha a concorrência entre empresas, já vale para a negociação dos direitos dos campeonatos brasileiros de 2012 a 2014. Da decisão, ainda cabe recurso à Justiça. Mas em 80 por cento dos casos as decisões não foram revertidas.

 

Aniversário de Pelé

O maior jogador de futebol de todos os tempos faz, hoje, 70 anos. Édson Arantes do Nascimento – este o seu nome de batismo – nasceu em Três Corações (MG). Embora em seu registro conste a data de 21 de outubro, a data é por ele próprio comemorada em 23.10, portanto, neste sábado. Pelé foi campeão das Copas do Mundo de 1958, 1962 e 1970. Foi, também, bicampeão mundial de clubes pelo Santos. Marcou 1.281 gols em sua carreira. Além do Santos, atuou pelo Cosmos, de Nova Iorque.

 

Ativada mais uma linha de ônibus no Orlando Dantas

Objetivando atender as necessidades da comunidade, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) ativou na última sexta-feira, 21, mais uma linha de ônibus que beneficiará a comunidade do conjunto Orlando Dantas: a linha 070 – Santa Maria/Campos, via Avenida São Cristóvão, terá 6 coletivos em intervalos de nove minutos. Agora os usuários do transporte coletivo terão, além da nova linha ativada, a 060 – Padre Pedro/Campos; Orlando Dantas/João Alves; Santa Maria/Mercado; além da alimentadora Orlando Dantas/DIA.

 

Continua crescendo número de empresas em SE I

Os empresários sergipanos continuam acreditando e investindo na economia local. É o que demonstram os dados registrados pela Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese) – órgão vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Turismo (Sedetec). De acordo com a Jucese, o número de empresas constituídas cresceu de janeiro a setembro de 2010, em relação ao mesmo período de 2009.

 

Continua crescendo número de empresas em SE II

Nos primeiros nove meses do ano, foram abertas no estado 3.431 empresas, 146 a mais do que no mesmo período de 2009, quando foi registrado o surgimento de 3.285 empreendimentos. Também registrou alta significativa nesse período o número de alterações das empresas que já estavam em funcionamento em Sergipe, passando de 4.691, em 2009, para 5.630, o que representa um aumento em torno de 20%. As alterações abrangem diversas situações, a exemplo de abertura de filiais, aumento de capital e troca de endereço ou de sócio no empreendimento.

 

Notinhas – Mesmo sob protestos, Senado francês aprova mudança na aposentadoria. /// Partidos médios ganham força na próxima legislatura. /// Marketing: Corinthians, nova e poderosa marca. /// Meligeni foi atração no conclave esportivo realizado em Aracaju. /// Secretário Maurício Pimentel prestigiou evento. /// CBF batiza rodada do Brasileirão: 70 anos de Pelé. /// PSDB pede apuração da Polícia Federal sobre o incidente do Rio de Janeiro. /// Segundo turno na reta final. Só faltam oito dias.

 

DO LEITOR

 

Sergipe fim de mundo

Do leitor Rogério Alves: “Na ultima quinta-feira estava assistindo o programa “Hoje em Dia”, da TV Record, onde, na ocasião, o delegado que investiga o caso Mércia Nakashima estava dando entrevista quando foi questionado sobre o cúmplice dele, o vigia Evandro. Ele disse que Evandro deu muito trabalho pra ser preso e que ele estava no “fim do mundo” num lugar muito difícil de ser encontrado referindo-se a Sergipe. Fiquei revoltado com a declaração do delegado. Sergipe é um estado conhecido e muito bem aceito pelas pessoas que nos visitam e não merece um comentário tão infeliz de uma autoridade que quando esteve em nosso estado recebeu total apoio da nossa policia. Fica aqui o nosso repudio a esse delegado que com certeza foi muito antipático com esta declaração do nosso querido estado. Com a palavra os nossos representantes, fica a ideia para um dos nossos deputados de enviar uma carta de repudio a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo contra essa declaração deste delegazinho. Viva Sergipe, amo esse fim de mundo.”.

 

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

 

Frase do Dia

“Mostre-me um homem 100% satisfeito e eu lhe mostrarei um fracassado” Thomas Edison.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários