A Vitória de Henrique Batista

0

O médico Henrique Batista,65, reelegeu-se na noite de ontem (02/07) representante de Sergipe no

Henrique Batista
Conselho Federal de Medicina. É o coroamento de uma destacada atuação associativa em prol da classe, iniciada em 1999 quando se elegeu presidente da Sociedade Médica de Sergipe.

Formado em 1970 pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Federal de Sergipe, com mestrado em cardiologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e atualmente doutorando em Bioética pela Universidade do Porto – Portugal, Henrique galgou os mais expressivos degraus da vida científica e acadêmica. Professor aposentado do Curso de Medicina, ministrou aulas nas disciplinas de Fisiologia, Medicina Interna, Cardiologia e História da Medicina. Dirigiu o Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe e exerceu outros cargos públicos com lisura e proficiência, como Secretário Adjunto da Secretaria Estadual de Saúde e presidente de Fundação Hospitalar de Sergipe.  Participante ativo de várias entidades entre elas a a Sociedade Brasileira de Cardiologia e, na qualidade de fundador, da Sociedade Sergipana de Cardiologia, da Sociedade Brasileira de História da Medicina e da Academia Sergipana de Medicina, onde ocupa a cadeira 31 que tem como patrono Parreiras Horta. No ano passado elegeu-se presidente do Conselho Regional de Medicina de Sergipe. Mas vou parar por aqui.
Falar da rica biografia de Henrique não é o objetivo principal deste artigo. O sentido maior é enaltecer a figura desse valoroso companheiro que há 10 anos milita no movimento médico local e nacional com inteligência, desenvoltura e habilidade, alto poder de conciliação e persuação e que, agora, com essa estrondosa vitória, habilita-se a permanecer na diretoria do Conselho Federal de Medicina, onde já ocupa os importantes cargos de primeiro-secretário e editor chefe do jornal “Medicina”. Não é pouco.

O expressivo êxito de Henrique sobre o candidato Sérvulo Nunes, que emprestou nome e prestígio para o embate democrático, ético e respeitoso, à altura do seu caráter, é prova inconteste da confiança depositada pelos médicos de Sergipe na sua história de vida, aumentando ainda mais a sua responsabilidade e compromisso na luta dos médicos brasileiros por respeito, dignidade, remuneração justa, melhores condições de trabalho e a defesa intransigente do SUS como a grande conquista do povo brasileiro. Que Deus ilumine e proteja o seu mandato.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários