AL = Gualberto, Augusto e Venâncio

0

Depois das eleições municipais, além dos problemas na parte administrativa, onde uma parte da máquina estatal, apesar de quase dois anos, continua andando no ritmo da mesmice, o governador Marcelo Déda terá outro problema grave para resolver: a bancada de sustentação dele na Assembléia Legislativa que entra muda e sai calada em quase todas as sessões.

Se fosse comparar com um jogo de futebol pode-se dizer que a bancada de sustentação do governo estadual, composta de 18 (isto mesmo dezoito, dos vinte e quatro) deputados seria o Flamengo, com um amplo elenco que entra em campo parecendo que falta algo mais e perde para o outro time com nomes sem expressão tendo  a frente a dupla Augusto Bezerra e Venâncio Fonseca.

Quem acompanha as notícias da imprensa de Sergipe só escuta, lê ou vê três nomes na Assembléia: Gualberto, Augusto e Venâncio. É incrível como uma banda de 18 perde espaço para Augusto e Venâncio, já que os outros quatro da oposição também entram mudos e saem calados. Este jornalista fica pensando o que passa na cabeça de Gualberto e até mesmo do governador Marcelo Déda. 

A bancada governista já mostrou de fato que não serve nem para ser solidária ao líder Francisco Gualberto (PT) nas horas de aperto. Por conta dos desentendimentos entre Gualberto e o deputado Augusto Bezerra (DEM), que já ocorrem há algum tempo, toda a bancada de oposição, liderada por Venâncio Fonseca (PP), prestou solidariedade ao democrata. Já a bancada de situação, com seus 18 deputados, parece preferir ouvir calada as criticas ferrenhas ao governo Marcelo Déda, sem sequer tentar ajudar Gualberto no combate.

E desse jeito, pelo o que se vê, fica fácil detonar o atual governo no parlamento estadual, já que uma andorinha só não faz verão. De jeito nenhum.

Adelson procura SSP
Sentindo-se ameaçado de agressão durante atos de campanha eleitoral no município de Nossa Senhora do Socorro, o deputado estadual Adelson Barreto (PSB), candidato a prefeito, procurou ontem, 17, pela manhã o secretário de Segurança Pública, Kércio Pinto, para pedir providências. Ele foi levado pelo deputado Francisco Gualberto (PT), líder do governo, e ouviu de Kércio a garantia de que o problema será resolvido, já que Adelson vem se queixando até de agressões físicas que partem dos aliados do adversário.

Quorum na AL com o painel eletrônico
Com a chegada do painel eletrônico na Assembléia, mostrando a freqüência dos deputados, a presidência deve adotar o mesmo caminho da Câmara dos Deputados. A título de sugestão, lá o painel registra a presença dos deputados na Casa e quando necessita de quorum o presidente chama os deputados para o plenário. No caso da AL, quando não tiver quorum a presidência deve chamar os deputados presentes a Casa, ou então, algum deputado requerer a verificação do quorum naquele momento. Verificando-se a falta de quorum a sessão termina fechando-se a ata negativa. 

Mendonça e Almeida
Um candidato a vereador pelo PMDB, disse a este jornalista (não pediu para guardar segredo, apenas para não revelar o nome dele), que nos últimos dias a preocupação do candidato Almeida Lima é o crescimento da campanha de Mendonça Prado e a constante queda dele nas pesquisas realizadas internamente. A estratégia será mudada neste momento, na tentativa de, se tiver o 2º turno, que ele vá enfrentar Edvaldo e não seja surpreendido com uma ultrapassagem de Mendonça Prado.

Cadê os processos de Pirambu?
É publico que o Ministério Público Estadual, através do trabalho de vários promotores, encaminhou diversos processos a justiça sobre improbidade administrativa em Pirambu. São vários processos, entre eles um que envolve uma rede de supermercados e outro, uma empresa de comunicação que enviou uma certidão federal falsa para receber recursos. Como estão os processos? Ou será que encontraram alguma gaveta profunda e não serão julgados nunca?

TC: “Meia-sola” prorroga novela
O Pleno do Tribunal de Contas de Sergipe, decidiu ontem, 17, por 5 votos a 2, aposentar compulsoriamente ao conselheiro Flávio Conceição, por conta do envolvimento dele no processo da Operação Navalha. O MP deve recorrer da decisão porque o órgão deseja a demissão do conselheiro. Já a defesa de Flávio, também vai recorrer porque deseja esperar o julgamento do processo no STJ. A verdade é que a maioria do pleno do TC arranjou uma “meia-sola” e que a novela vai continuar por muito tempo, desgastando ainda mais a imagem do órgão.

Tapa na cara da população
Para o presidente da CUT/SE, Antônio Góis Foi a decisão “foi um tapa na cara da população. Enquanto um trabalhador tem que  trabalhar duro por 35 anos e enfrentar mais uma série de exigências para ter o direito à aposentadoria e, se cometer alguma falha é demitido, até por justa causa, ver que Flávio Conceição, em menos de seis meses no cargo, ainda por cima sob conduta incompatível, acaba premiado com uma aposentadoria, é lamentável”, diz Góis indignado.  

CUT lamenta baixaria no legislativo
O presidente estadual da CUT, Antônio Carlos Góis lamentou as baixarias freqüentes no legislativo estadual. Segundo ele os deputados ao invés de trocarem farpas, empurrões ou de querer sair no tapa deveriam buscar cumpri o dever constitucional e esclarecer ao povo sergipano, por exemplo, o suposto envolvimento Flávio Conceição e de outros membros do TCE e autoridades citados nas interceptações telefônicas realizadas pela PF com autorização da judicial, no esquema Navalha/Gautama. “Afinal de contas a Assembléia Legislativa, que indicou Flávio Conceição por unanimidade é um órgão auxiliar do Legislativo”. Só para relembrar uma das gravações que integra o inquérito da Navalha (um diálogo comprometedor entre Flávio Conceição e a deputada Su (zana): “Flávio: Perguntei a Joel quais as secretarias que ele atua… Su: e aí? Flávio: Não tem problema, disse pra ele ficar tranqüilo. A Administração e Casa Civil vai passar a ser Heráclito. Educação, Izabel, e Saúde, eu. Então eu disse: Rapaz fique tranqüilo!” … “Nada justifica a baixaria ou a omissão”, conclui Góis.

ZPE é prioridade para o governo
Ao participar esta semana, da Rio Oil and Gas Conference 2008, um dos mais importantes eventos do setor de petróleo e gás no mundo, que ocorre a cada dois anos no Rio de Janeiro, O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Jorge Santana, apresentou as oportunidades e potencialidades de Sergipe, que é o quarto produtor nacional de petróleo e gás, além da política de incentivo à atração de empreendimentos e a implantação da Zona de Processamento de Exportações (ZPE) de Sergipe e de um Complexo Empresarial de petróleo e gás. “A criação de uma ZPE em Sergipe é prioridade do Governo do Estado”, informou o secretário, ao acrescentar que estão sendo efetivados estudos para especializar a futura Zona na produção de bens para as atividades de exploração e produção de petróleo e gás, a exemplo de sistemas de segurança, equipamentos para extração em águas profundas, conectores usados para transporte de fluidos, válvulas e proteção de poços. 

Reclamações sobre Conferência Estadual
O blog recebeu algumas reclamações de representantes de movimentos sociais presentes a 2ª Conferência Estadual de Direitos Humanos realizada no inicio desta semana. A começar da abertura, onde o secretário responsável pelo ato, Benedito Figueiredo, da Secretaria da Justiça, disse que a mesma estava sendo realizada por determinação do governador. Segundo um dos integrantes de um segmento importante, o secretário demonstrou um total descompromisso com a promoção dos direitos humanos, além da falta de sintonia com os movimentos sociais. 

Moções de repúdio
O pior foi na conclusão do evento, onde o Fórum Estadual dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes e Movimento Nacional de Direitos Humanos fizeram moções de repúdio, ressaltando a total falta de compromisso do gestor da Secretaria de Justiça e Cidadania com as questões sociais e direitos humanos, e pela forma grosseira como fizera a abertura da conferencia. As moções foram aprovadas por ampla maioria de votos pelos movimentos sociais. Um dos membros do Fórum Estadual disse que o maior constrangimento para Benedito será remeter – como presidente da Conferência, o relatório para Brasília, constando as moções contra ele. 

Atuação contra compra de votos
O procurador regional eleitoral Paulo Gustavo Guedes Fontes disse ontem, 17, que a Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE) vem atuando contra a compra de votos. Paulo Guedes afirma que já requisitou cinco inquéritos ao delegado da Polícia Federal Yuri Ramalho Dantas, titular da delegacia especializada. Dois deles são relativos à compra de votos e ao uso de ônibus escolares na campanha eleitoral em Itabaiana e outros dois envolvem os municípios de Barra dos Coqueiros e Lagarto. O outro inquérito se refere à denúncia formulada contra o prefeito de Rosário do Catete, Laércio Passos, o qual estaria comprando votos com cheques da prefeitura.

Atuação das polícias federal e civil
“Quando não há envolvimento de prefeito, a competência é dos promotores e não do procurador regional eleitoral”, declarou Paulo Guedes, esclarecendo que as ações contra a compra de votos em Aracaju são de incumbência, principalmente, das promotoras eleitorais Edjilda Rezende e Ana Cristina Aragão. O procurador ressaltou, contudo, que nem a PRE/SE nem o Ministério Público Estadual dispõe de pessoal para realizar as investigações por conta própria. As denúncias formalizadas perante o Ministério Público são encaminhadas à polícia com a determinação de investigar, mas, segundo o procurador, é preciso uma atuação mais intensa da Polícia Federal na capital e da Polícia Civil no interior. 

Campanha “Voto não tem preço, tem conseqüência”.
Ontem, a PRE/SE remeteu para todas as Promotorias Eleitorais e postos de saúde municipais cartazes e folderes contra a compra de votos, material que faz parte da campanha “voto não tem preço, tem conseqüência”. A Superintendência Municipal de Transportes (SMTT) vai entrar também na campanha com a divulgação dos cartazes nos ônibus da capital aracajuana. “O combate à compra de votos não é papel exclusivo do Ministério Público. É preciso um engajamento maior dos demais órgãos, tais como a Justiça Eleitoral, a Procuradoria-Geral de Justiça e, especialmente, as polícias”, declarou Paulo Guedes. (Ascom/MPF).

Nota de Esclarecimento do Instituto Soma
Tivemos conhecimento da matéria publicada pela Agência Alese no dia 15/09/2008 contendo discurso do deputado Augusto Bezerra no qual faz acusações a institutos de pesquisas de opinião pública, duvidando da  credibilidade dos Institutos Ibope, Soma e Decisão. Nesta nota pública respondemos as acusações do referido deputado quanto ao Instituto Soma e nos solidarizamos com os outros institutos. Conforme afirmou o deputado: “Um jornal de circulação no Estado divulgou uma pesquisa do Instituto Soma em Propriá e eu acredito que os números serão desmoralizados quando da apuração das urnas. Digo isso porque uma pessoa representando este mesmo instituto foi até o gabinete de Mendonça Prado (DEM e candidato a prefeito de Aracaju) solicitar X em dinheiro para aumentar o percentual dele.” Resposta: O Instituto Soma NUNCA realizou pesquisa na cidade de Propriá, muito menos algum jornal publicou pesquisa do Instituto Soma referente a esta cidade. As únicas pessoas que representam o Instituto Soma são os seus dois sócios, que assinam esta nota. Nenhuma destas duas pessoas praticou o ato criminoso descrito acima. O deputado deve provar a população onde foi publicada a pesquisa do Soma sobre a cidade de Própria e quem do Instituto Soma solicitou dinheiro para aumentar percentual de qualquer candidato em qualquer lugar. Entendemos que as vésperas de uma eleição é um momento de disputas e acirramento dos nervos dos envolvidos nas campanhas, entretanto, salientamos que não é admissível denegrir a imagem de empresas sérias e conceituadas com afirmações sem fundamento. Aracaju, 17 de setembro de 2008. Atenciosamente, Carlos Kleber Pereira de Santana e José Carlos de Souza – Sócios do Instituto Soma de Pesquisa de Opinião Pública Ltda.

Secom abre inscrições para décimo módulo do Proquali I
Estão abertas as inscrições para o décimo módulo do Projeto de Qualificação em Comunicação (Proquali), da Secretaria de Estado da Comunicação Social (Secom). O tema desta nova edição, que vai acontecer nos dias 25 e 26 de setembro, será ‘Planejamento de Mídia”. Os assessores do Governo, profissionais de agências de publicidade e estudantes interessados em participar do curso têm até a próxima segunda-feira, 22, para enviar um e-mail com nome completo, órgão, função e números de contato para o Núcleo de Integração e Projetos (projetos@secom.se.gov.br). As vagas são limitadas. A publicitária Fátima Rendeiro, diretora de mídia da agência Quê Comunicação, será a palestrante do módulo 10 do Proquali. Pós-graduada em Marketing e professora de mídia da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), Rendeiro tem 24 anos de experiência na área de propaganda. Nesse período, trabalhou com clientes de diversos segmentos, como varejo (Ponto Frio), alimentício (Garoto), bancos (Banco Central), petrolífero (Petrobras) e internet (C@dê?). Atualmente, participa do Grupo de Mídia do Rio de Janeiro, onde atua como diretora de Inovação e Integração.

Secom abre inscrições para décimo módulo do Proquali II
“Fátima Rendeiro é uma das mais renomadas profissionais na área de mídia do país e por isso a convidamos. Trazer a experiência de quem atua em outros lugares para atualizar os conhecimentos daqueles que trabalham no mercado de Sergipe, seja na esfera pública ou privada, atende os objetivos do Proquali”, explica Kadydja Albuquerque, diretora de Integração e Projetos da Secom. Segundo ela, depois de trabalhar com assuntos ligados à área de jornalismo e comunicação governamental, durante o segundo semestre deste ano o Proquali tem voltado suas atividades para o marketing, o design gráfico e a fotografia. A última edição foi sobre ‘Planejamento de Marketing”. O conteúdo que será visto pelos participantes mescla elementos teóricos e práticos em três unidades. A palestrante vai trabalhar desde a definição do que é mídia, os termos mais comuns na área e o uso de ferramentas de pesquisa, até discutir com os profissionais e estudantes estratégias e táticas de mídia e sua importância na gestão integrada da comunicação. “Fátima vai trazer a experiência de quem atua na área há muito tempo. Esta será uma ótima oportunidade para os profissionais do Governo, das agências e para os estudantes”, conclui Kadydja Albuquerque. (ASN).

Juizado Expresso da Deso entra em funcionamento
A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) disponibiliza oficialmente à população a partir desta segunda-feira, 22, o serviço do Juizado Expresso, através do convênio junto ao Tribunal de Justiça do Estado (TJ).O objetivo da implantação do serviço é o de colocar para a população mais uma ferramenta de atendimento que possibilite agilizar a resolução de problemas judiciais envolvendo a empresa. A grande vantagem da criação do Juizado Expresso é a possibilidade de reduzir essas demandas judiciais e encaminhar com maior celeridade soluções conciliatórias nas mais variadas situações envolvendo usuários da Deso na Região Metropolitana de Aracaju. No Juizado Expresso, o prazo de resolução das questões pode chegar a cinco dias, em média, bem diferente das questões judiciais normais, que nem sempre têm prazo de conclusão. 

Iniciativa inédita no Brasil
O Juizado Expresso vai funcionar na sede do 2º Juizado Especial Cível, na rua Paulo Henrique Machado Pimentel, nº 170, Distrito Industrial de Aracaju, com uma junta conciliatória composta por um preposto da Deso, a parte reclamante e um juiz para intermediar a questão. A iniciativa da Deso é inédita inclusive no Brasil, pois a experiência do Projeto Juizado Expresso do Estado de Sergipe é pioneira dentre os Tribunais de Justiça. O convênio com o TJ é mais uma iniciativa da empresa de buscar o estreitamento dos laços com o Poder Judiciário e se colocar na condição de parceiro nas demandas da população. Segundo o presidente da Deso, Max Montalvão, “a Deso tem procurado trilhar o caminho da transparência e da verdade e ter a Justiça como mediadora das demandas é mais uma forma de melhorar a qualidade dos serviços prestados pela Deso à população”. (Ascom/Deso).

XII Jeep Show de Sergipe
No período de 19 a 21 de setembro, próximo final de semana, estará acontecendo o XII Jeep  Show de Sergipe. Este evento atrai para a Aracaju um bom número de apaixonados pelo  off-road de todos os estados do Nordeste. A programação é a seguinte: Dia 18/09 – Jeepata pelas ruas da cidade para divulgar o evento;Dia 19/09 – Inscrições para as provas e trilhas – Informações no site  wwww.jeepclubese.com.br; Dia 20/09 – Trilhas para testar habilidades dos pilotos em pistas de areia e muita lama. Serão dois grupos de trilheiros. Um grupo irá pela trilha até a Praia do Saco e, o outro grupo,para a Praia do Jatobá; Dia 21/09 – Competição in-door na Marina da Coroa do Meio. São duas pistas com pilotos divididos por categoria, como força diesel, jeep willys original, willys modificado, etc. Vence a competição por categoria o piloto que completar a prova em menor tempo e com o número menor de faltas. Vale a pena conferir.

Há quase 1 bilhão de famintos no mundo, diz diretor-geral da FAO
O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), Jacques Diouf, disse hoje no Parlamento da Itália que o número de famintos no mundo é de 925 milhões de pessoas. “O número de pessoas famintas antes do aumento do preço dos alimentos em 2007 era de 850 milhões. Apenas este ano aumentou em 75 milhões, por isto alcançou o total de 925 milhões”, disse Diouf. O diretor-geral da FAO afirmou isto em discurso nas Comissões de Agricultura e de Assuntos Exteriores do Senado italiano, onde declarou que para enfrentar a situação são necessários US$ 30 bilhões anuais. Diouf afirmou que o desafio é de “grandes proporções” e disse que é necessário “mobilizar US$ 30 bilhões para dobrar a produção de alimentos para dar de comer a 9 bilhões de pessoas”.

DO LEITOR

S
obre a aposentadoria de Flávio Conceição
Um dos diversos e-mails recebidos ontem à noite: “Vemos trabalhadores assíduos se dedicarem diariamente ao seu trabalho, pagar o INSS, para chegar ao final de sua carreira, depois de décadas de labuta, e receber um salário mínimo. Agora somos obrigados a ver aposentado um indivíduo que usou de cargos públicos para usurpar o erário e comandar um grupo que só tinha interesses pessoais a atingir, conhecido pro Flávio Conceição. Que país é esse? Que órgão vergonhoso é esse (o TC)??? Pelo amor de Deus!! Alguém precisa fazer alguma coisa para EXTIRPAR o Tribunal de Contas-SE do nosso Estado!! Todo mundo sabe que este órgão sempre esteve a serviço de alguns, reprovando contas de políticos que eles bem queriam e isentando outros que bem entendiam. Já tá passada da hora de alguém tomar uma providência!!! Esse órgão só serve para envergonhar o nosso Estado. Quem nunca se viu aposentar um “servidor” que está sendo acusado de um crime contra a ordem econômica, o Estado Democrático de Direito e contra os preceitos do próprio órgão que representa (va). Fica claro que o TC-SE tem medo de fazer valer a lei neste caso; tem medo do que FC abra a boca e leve todos eles juntos. ESTOU ENVERGONHADA! MUITO ENVERGONHADA, DESSES CONSELHEIROS!!! Só Osama Bin Laden pode dar jeito no TC-SE. É difícil de acreditar que meu suado dinheirinho, com o qual pago meus impostos, serão usados para pagar o riquinho salário desse senhor!!!”

Estado laico e inscrições em viaturas
De um leitor: “Todos sabemos que a Constituição Federal prevê que o Estado é laico, há portanto uma separação entre religião e os poderes constituídos, apesar da onipresença do crucifixo nos plenários do poder legislativo e judiciário e gabinetes do executivo, entretanto Sergipe está sendo vítima de gozação na Internet por uma foto de uma viatura do nosso Corpo de Bombeiros onde se lê Só Jesus Salva. As pessoas estão dizendo que aqui não adianta chamar os bombeiros ou então que na hora do desespero a solução é rezar. Mas não é só nos carros dos nossos bombeiros que aparece este tipo de frase religiosa, em algumas viaturas da polícia é possível ler “Nós Confiamos em Deus”. Um dos sites que publicou a foto que está ao lado: http://buzz.globo.com/jacarebanguela/?p=5726

Resposta ao integrante da Articulação de Esquerda
Do coordenador do Sintrase, Waldir Rodrigues: “Sobre a matéria do leitor José Carvalho, candidaturas do PT I e PT II fiquei impressionado com o romantismo dos petistas da articulação de esquerda, os últimos honestos da face da terra que de tanto falar em ética acabaram dividindo a ética em duas: uma para usar e a outra para cobrar dos pobres mortais. Não dá para conceber um grupo expansionista, que não respeita fronteira política e, ainda, se adjetivam como “uma espécie em extinção”. Não quero aqui negar a força desse grupo político mesmo porque não tenho essa pretensão, mas já está na hora deles acabarem com a política dos coitadinhos, perseguidos pelos complôs do mundo político, mesmo porque no jogo político que eles atuam não tem lugar para essa figura de retórica”.

Exterminar pitbulls, e os políticos loroteiros?
Do leitor Manoel Barbosa dos Santos: “Sou criador de um Pitbull, fiquei indignado com a forma sensacionalista  com que o deputado estadual Gilmar Carvalho, PSB, brada todo dia no seu programa de rádio que quer exterminar com os cães de raça Pitbull, fazendo alusão ao projeto de lei de autoria dele que proíbe a criação, comercialização e circulação desses animais no Estado de Sergipe. Além disso, o projeto prevê ainda a esterilização de todos os Pitbulls a partir dos seis meses de idade. Diz ainda que quer a tramitação do projeto em regime de urgência.  Não quero aqui jogar uma pá de cal no caso da morte da criança ocorrida na cidade de Aquidabã. O fato precisar ser apurado, punindo com todo o rigor os responsáveis pela tragédia. Não podemos admitir que se faça demagogia  com a miséria dos outros. O que precisamos certamente é de um projeto que possa exterminar de vez com a raça de políticos loroteiros … Com certeza  essa raça causa muito mais mal do que os pobres Pitbulls”.

Sobre pesquisas eleitorais
E-mail recebido: “Não tenho a mínima simpatia por Augusto Bezerra, mas devo concordar que ele tem razão em relação às pesquisas eleitorais. Na eleição passada para governador do estado, salvo engano, apenas um instituto de pesquisa acertou o resultado. Infelizmente não recordo o nome. Recentemente o ex-governador João Filho afirmou que institutos sergipanos estavam com receio de divulgar resultados de pesquisas realizadas em Aracaju para não perderem a possibilidade de realizar contratos publicitários com o atual governo estadual. Supondo que o fato seja verdade, é possível concluir que nas eleições estaduais passadas os mesmos institutos tenham sido pressionados por quem estava à frente do Poder Executivo. A verdade é que toda pesquisa pode encontrar resultados falsos, mesmo sem alterar os números encontrados. Basta que o instituto pesquise na comunidade em que determinado candidato tenha serviço prestado. Uma pesquisa para Deputado Estadual, por exemplo, realizada única e exclusivamente na capital ou em determinado município sergipano, prejudicará alguns e beneficiará outros em função da definição do local investigado, mas não se poderá dizer que o resultado é falso. Neste caso, caberá ao instituto de pesquisa esclarecer como a pesquisa foi feita. É nesse ponto que concordo com Augusto Bezerra, e acho que todo instituto deveria responder judicialmente por divulgação de dados incompatíveis com a realidade”.                                                                                 

Frase do Dia

“Nas lembranças de cada homem há coisas que ele não revelará para todos, mas apenas para seus amigos. Há outras coisas que ele não revelará nem mesmo para seus amigos, mas apenas para si próprio, e ainda somente com a promessa de manter segredo. Finalmente, há algumas coisas que um homem teme revelar até para si mesmo, e qualquer homem honesto acumula um número bem considerável de tais coisas. Quer dizer, quanto mais respeitável é um homem, mais dessas coisas ele tem”,Dostoievski.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários