Aliança resiste a 2012

0

Aqueles que sonham com o rompimento político do governador Marcelo Déda (PT) com a família Amorim garantem que a aliança será desfeita em 2012. Dizem os partidários dessa idéia que os Amorins vão impor uma candidatura a prefeito de Aracaju para enfraquecer o PT e alargar o caminho que levará o senador Eduardo Amorim (PSC) ao governo em 2014. Seria fácil assim se do outro lado não tivesse o ex-governador João Alves Filho (DEM). Sabem os governistas que se João vencer as eleições para prefeito da capital estará cacifado para disputar, com chances de vitória, o governo do Estado. Juntos, o governador, os Amorins, Jackson Barreto (PMDB), Antônio Carlos Valadares (PSB) e outros menos votados terão chances de derrotar João Alves em 2012 e construir uma chapa muito forte em 2014. Portanto, a aliança poderá até ficar estremecida, porém resistirá ao pleito do próximo ano, pois sem ela a sobrevivência política dos aliados fica ameaçada.

Posse anunciada

O empresário Laurinho Menezes (PR) será empossado senador da República no próximo dia 6. Substituirá por quatro meses o titular Eduardo Amorim (PSC), que vai se afastar para fazer uma cirurgia no joelho. O futuro senador já se reuniu, inclusive, com os assessores que o auxiliarão durante o tempo em que estiver no Congresso.

Troca de mãos

Logo após a inauguração do presépio natalino no Parque da Sementeira, marcada para as 18h, o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) passará o cargo ao presidente da Câmara Municipal, vereador Emmanuel Nascimento (PT). O novo prefeito de Aracaju permanecerá no cargo por 10 dias, tempo em que o comunista curte merecidas férias nos Estados Unidos. O vice Sílvio Santos não pode substituir Edvaldo porque também estará fora do país.

Infidelidade

A Procuradoria Regional Eleitoral quer cassar os mandatos de 45 prefeitos, vices e vereadores sergipanos que trocaram de partido. Entre os acusados de infidelidade partidária está o vereador aracajuano Robson Viana, que trocou o PT pelo PMDB com o argumento de que se encontrava incomodado no grupo petista. Caso perca o mandato, Robson será substituído por Chico Buchinho. Caso este deseje permanecer como secretário estadual, a vaga será de Magal da Pastoral.

Na lista

E quem está na relação dos denunciados por infidelidade partidária é a vereadora aracajuana Mirian Ribeiro, que trocou o PSDB pelo recém criado PSD. O risco de ela perder o mandato, contudo, é pequeno, pois a mudança ocorreu para um partido novo e dentro do que determina a legislação eleitoral. O secretário geral do PSD, Jorge Araújo, acha que a notificação aos filiados da nova legenda visou apenas analisar mais detalhadamente cada caso. Então tá!

Não fecha

O Ipesaúde não vai fechar suas unidades em Estância, Nossa Senhora das Dores, Boquim, Tobias Barreto e Propriá. Foi o que informou o diretor Administrativo e Financeiro, Hans Crystian Lobo. ”O que houve foi a centralização em Aracaju da coordenação das unidades do interior, mas o atendimento permanece como antes naqueles municípios”, revela.

Homenagem

O ex-governador Albano Franco foi homenageado ontem pelo Palácio Museu Olímpio Campos. Aquela casa aproveita o mês do aniversário dos ex-governantes para promover atos públicos sobre a vida e as realizações dos homenageados. Uma exposição focalizando o ex-governador apresentou fotos familiares e de ações governamentais e comendas recebidas. Coube ao economista Marcos Melo proferir palestra sobre a vida de Albano.

Consumo cresce

Sergipe consumiu uma média de 283,4 mil metros cúbicos (m³) de gás natural por dia em outubro passado. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve leve avanço de 0,6% no consumo total. Já no confronto com o mês anterior (setembro/2011), o crescimento foi de 1,1%. No acumulado do ano (janeiro a outubro), observa-se que o consumo situa-se 1,4% abaixo do verificado em igual intervalo de 2010. Os dados são do Boletim Econômico Fies/UFS.

Reprovado

E o Vasco foi reprovado ontem na prova do Enem. Derrotados por dois a zero pelo Universidad de Chile, os vascaínos estão fora da Copa Sul-Americana. Agora é preparar o couro para a próxima surra, marcada para domingo, quando o Mengão vai colocá-lo em deu devido lugar, ou seja, como vice-campeão do Brasileirão. Alguém duvida?

Reparo no baú

A coluna errou ao revelar ontem no Baú Político que Jackson Barreto disputou o Senado em 2002, sendo derrotado pelo primo Almeida Lima. Naquele ano, o candidato a senador indicado por Jackson foi o ex-prefeito de Aracaju João Gama da Silva, que foi derrotado justamente porque Almeidinha se aliou a João Alves Filho, concorreu ao Senado e se elegeu. Em 2002, Jackson disputou e venceu a eleição para a Câmara Federal.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais