Ano de arrumação

0

O governador Jackson Barreto (PMDB) e os prefeitos sergipanos vão aproveitar este 2015 para arrumar as casas com vistas às eleições municipais de 2016. Até dezembro, os chefes dos executivos estadual e municipais se ocuparão dos investimentos a serem feitos para melhorar os serviços públicos visando angariar a simpatia da população. Precisarão trabalhar muito, principalmente na captação dos recursos federais necessários à execução de obras projetadas ou já em execução. Não será tarefa fácil, pois neste seu segundo governo a presidente Dilma Rousseff (PT) tem fechado a torneira para tentar recuperar a economia. Na espreita, a oposição torce pelo fracasso do governador e dos prefeitos, fato que aumentará sua chance de sucesso no pleito do ano que vem. Portanto, mesmo este sendo um ano sem disputa eleitoral, a classe política não moverá uma palha sem pensar nas futuras eleições.

Mentirão

A realização pela Prefeitura de Aracaju do mutirão batizado de Pró-Mulher é a maior prova que a saúde municipal está falida. Tivessem os postos e unidades de pronta urgência funcionando a contento, não haveria necessidade de mutirões para fazer consultas e exames nas mulheres da periferia. Dizer o contrário é tentar iludir a população.

Turbulências

A partir de abril próximo, o Governo estadual deve enfrentar problemas com os servidores. Fiscais de tributos e professores ameaçam paralisar se não tiverem atendidas suas reivindicações salariais. Outras categorias de servidores também prometem protestar caso o Executivo insista em afirmar não ter recursos para reajustar os já defasados salários.

Marajás

Veja o que publica o jornalista Diógenes Brayner no jornal Correio de Sergipe: “No decorrer desta semana, serão colocados out doors em todo Estado com os nomes e salários de auditores fiscais. Só três deles custam quase R$ 1 milhão aos cofres públicos e não dão expediente por serem da diretoria do Sindifisco. Os três têm salários de R$ 24 mil. Estão reclamando com os bolsos cheios”. Misericórdia!

Novo Cristo

Estância ganhou uma nova estátua de Cristo Redentor. Inaugurada no bairro Porto D’Areia, a escultura tem 16 metros de altura, sendo equivalente a um prédio de cinco andares. Confeccionada pelo artista Ivo Gato, a nova imagem substituiu uma outra de dimensões mais reduzidas, construída há 30 anos no mesmo lugar. A inauguração do novo Cristo foi prestigiada pelo governador Jackson Barreto (PMDB).

Hora do troco

O governador Jackson Barreto (PMDB) parece não dar a mínima atenção para as conversas sobre o processo sucessório municipal de 2016 em Aracaju, inclusive no seu bloco de alianças. Quando era candidato, em 2014, e procurou o apoio de vários desses aliados para pedir apoio, eles deram um “gelo” em JB e só se definiram perto da hora “H” agora ele deve adotar a mesma postura. Esta informação é do blog Primeira Mão.

Acordo coletivo

Os trabalhadores e empresários da construção civil em Sergipe fecharam o acordo coletivo deste ano. Pelo entendimento, pedreiros, carpinteiros, armadores, encanadores, azulejistas, pintores e laboratoristas passam a ganhar R$ 1,2 mil de salário, além da cesta básica de R$ 90. Os salários dos serventes, betoneiros e vigilantes passaram, respectivamente, para R$ 810, R$ 1.077,76 e R$ 814,79.

Meio século

O Banco Central (BC) lança nesta segunda-feira moeda comemorativa do aniversário de 50 anos da instituição. A moeda, cujo valor de face é R$ 1, traz a fachada do edifício-sede do BC no verso. As moedas são bimetálicas, com o centro prateado circundado por um anel dourado. O núcleo é de aço inoxidável e o anel, de aço carbono revestido de bronze.
As moedas entrarão em circulação por meio da rede bancária.

Mandatos de volta

Está marcada para hoje a devolução simbólica dos mandatos dos deputados estaduais Cleto Maia, Baltazar Gois e Viana de Assis, além do governador Seixas Dória, todos cassados em 1964 pelo golpe militar. Na mesma sessão, a Assembleia Legislativa devolverá simbolicamente o mandato do deputado comunista Armando Domingues, cassado em 1947.

Volta Motinha!

Derrotado ontem pelo Estanciano, o Sergipe ficou de fora do quadrangular final do Campeonato Sergipano. Isso significa dizer que, oficialmente, o time rubro só vai jogar agora no próximo ano. Diante de mais este fracasso do Vermelinho, já tem torcedor defendendo a volta do ex-presidente Motinha ao comando do Sergipe. Confiança, Estanciano, Lagarto e Socorrense estão classificados para o quadrangular final.

Recorte de jornal

Publicado na Folha de Sergipe em 20 de agosto de 1908

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais