Aracaju e o Ano Europeu da Criatividade(*)

0

O Parlamento Europeu ao final do ano passado decidiu que 2009 seria denominado “Ano Europeu da Criatividade e Inovação”. Por este motivo, ao longo deste ano acontecerão centenas de conferências, exposições e os mais diferentes eventos nos 30 países que estão envolvidos.

Desde o encontro do Fórum Econômico de Davos em janeiro/2006 que a Comunidade Européia vem discutindo as formas e maneiras necessárias para sensibilizar as pessoas para a necessidade de soluções imaginativas para os desafios atuais por que passa toda a Humanidade.

A União Européia entende que uma abordagem criativa é a chave do sucesso para uma economia global. Por outro lado, a inovação é uma parte essencial do pacote de medidas pensadas para resolver tanto os problemas relativos ao aquecimento global, como para a elaboração de um plano que ajude à economia européia sair da pior recessão em que se encontra atualmente.

O que está sendo levado em consideração é que, no mundo atual, o crescimento econômico necessita de uma violenta e rápida inovação, porque não é mais possível buscar-se soluções para os problemas atuais da humanidade buscando sempre os modelos adotados no passado, justamente porque estes modelos não estão mais comprovadamente funcionando.

Portanto, precisamos achar soluções verdadeiramente criativas e que possam ser adotadas por todos e para isto acontecer, o cidadão europeu, bastante conservador, terá que desenvolver o seu potencial criativo, estar aberto às mudanças e, principalmente, ser receptivo às estratégias inovadoras.

Além de tudo isto, incluídos nesse desafio monumental os professores europeus terão, provavelmente, a mais cruel e ousada missão, pois precisarão saber conciliar os programas curriculares e tradicionais do ensino com a necessidade de desenvolver o potencial criativo e o espírito empreendedor dos jovens europeus.

Enquanto o mundo europeu se une para a maior transformação cultural que se tem conhecimento na sua história, em Aracaju desde o lançamento da “Carta da Aracaju” texto escrito e aprovado por palestrantes e participantes do I Fórum em 1999, a FBC, seus parceiros e aliados lutam heroicamente para disseminar o espírito criativo. As alianças ainda são poucas, mas a persistência da luta de todos os que compõem a FBC continua imbatível e por conta desse desafio mundial, pela necessidade de realizar os seus objetivos e por acreditar que realmente a melhor maneira de se transformar um país é através do resgate do potencial criativo dos seus cidadãos.

Assim sendo, o movimento “Aracaju, Capital Brasileira da Criatividade” está sendo lançado justamente para deixar à mostra a importância e os resultados obtidos por aqueles que resgatam e investem no seu potencial criativo, sejam pessoas ou instituições. Os depoimentos estão chegando e sendo inseridos no site.

A FBC vai lançar uma agenda de encontros mensais para buscar aliados para a construção dessa poderosa rede. Você pode nos ajudar? Se quiser e estiver disposto entre no nosso portal e deixe a sua inscrição no blog. A partir daí estamos lhe contatando seja para divulgar as notícias seja para você se envolver e participar.  Aguardamos você.

(*) – Fernando Viana

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais