Aracaju e o conto do vigário eleitoral

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Mais um ano eleitoral. E pelo início do horário eleitoral começam as mesmas promessas não cumpridas nos últimos oito anos. Basta pesquisar, aqui na Internet, para comprovar que, em 2008 e 2012, grande parte das promessas dos eleitos virou conto do vigário.

Observe, caro leitor, apenas três problemas cruciais: o transporte público, o lixo e o Plano Diretor. Fatores primordiais para um bom andamento de uma cidade.

Os últimos dois gestores prometeram a licitação do transporte público em Aracaju. E o que fizeram? Falam em mobilidade e anunciam que nas

 suas gestões as frotas foram renovadas. Sabe como? Com Maquiagem: ônibus com chassi velho, que em outra capital não rodaria, recebem carrocerias novas. E pronto, está renovada a frota.

A licitação do transporte não sai e enquanto isso empresas vendem suas partes, outras são “convidadas” a entrar no sistema. Uma verdadeira troca de comadres patrocinada pelo gestor de plantão.

Em 2008, além da licitação do transporte foi prometida, entre outros, a “Avenida Saneamento Norte”, que ligaria o Bairro 18 do Forte ao Siqueira Campos. Sem falar no Plano de Mobilidade, que foi apresentado e ficou totalmente no papel. Já em 2012, novamente a licitação do transporte, além da falácia do BRT, ou desculpe, como diz o atual prefeito “só cego é que não vê”.

E os gestores do passado e do presente têm coragem de falar em mobilidade urbana e não tiveram interesse de realizar o básico: uma licitação para o transporte público.

Ainda bem que em Aracaju as empresas de ônibus não mandam no sistema.

Já o lixo. Este fede mais do que os coliformes fecais despejados no rio Sergipe diariamente pelos esgotos do bairro 13 de Julho. O lixo que novamente está sendo objeto de investigação. Aracaju tem o desprazer de conviver com licitações questionadas sempre judicialmente. E prepara-se caro leitor, no próximo mês o fedor aumenta. Acaba o prazo emergencial da empresa de plantão e, arranjarão um novo jeitinho, e com isso o fedor será exalado mais forte ainda.

Ainda bem que em Aracaju as empresas de lixo não mandam na administração.

E a revisão do Plano Diretor? Também promessa de campanha dos últimos dois gestores. Essencial para uma cidade como Aracaju, em franco crescimento e com a necessidade de preservação de áreas importantes, principalmente na Zona de Expansão?

A revisão do PD é mais um conto do vigário eleitoral. Também como acreditar numa promessa deste tipo? E agora fingem que brigam, mas no intimo mesmo, torcem para que no máximo, a tabelinha continue dando certo.

Ainda bem que em Aracaju a administração não passou das mãos de uma construtora para outra.

Em 2012 a administração era pessimamente avaliada, mas a sucessora conseguiu ser pior. E alguns bradam: “dos males o pior”.  E agora, os dois fazem as mesmas promessas com juras de amor eterno pela cidade.

Que nome se dá a quem teve oportunidade de fazer, não fez e refaz o conto, diga-se a promessa?

Os últimos foram idênticos nos gestos: bons samaritanos na conquista dos votos e depois, isolaram-se em seus gabinetes e nem um simples bom dia se ouvia de suas vozes.

O certo é que Aracaju nunca caiu tanto no conto do vigário como nos últimos oito anos.

Até quando Aracaju? Será que em 2020 as promessas serão as mesmas?

Obs: se algum leitor achar que é mentira, considere apenas como um devaneio de um jornalista baiano, com o coração aracajuano.

Lixo contrato emergencial acaba em 11 de setembro. E a briga atual é pela licitação
Aracaju acompanha de perto a briga pelo lixo em Aracaju. Em 10 de março deste ano a empresa Torre – que recolhe o lixo há quase 30 anos – perdeu uma licitação emergencial de seis meses para a Cave, do grupo Estre, num contrato de R$ 36 milhões. O TCE recomendou a anulação do contrato emergencial, mas a empresa conseguiu uma liminar judicial.

Denúncia grave contra a empresa  Torre no MPE
Agora, às vésperas da licitação a Prefeitura resolveu denunciar a empresa Torre no Ministério Público Estadual. Qual o motivo que não fez antes? Certo ou não o MPE deve pedir o apoio do TCE e até do Deotap ( A Procuradoria e a Secretaria da Fazenda também receberam) para varrer as licitações em Aracaju. A anterior, ganha pela Torre, a emergencial vencida pela Cavo e o próximo edital para que não tenha direcionamento nenhum como tipos de máquinas e exigências com se fazem retirar do processo algumas empresas. Já que são vários lotes, quanto mais participação melhor para a transparência.

A denúncia protocolada no MPE. Superfaturamento em R$ 200 milhões
A denúncia protocolada na semana passada pela Emsurb é grave. Envolce a administração passada e o superfaturamento em cerca de R$ 200 milhões, nos contratos de coleta lixo e limpeza urbana. A denúncia envolve os contratos de coleta de lixo e limpeza urbana de Aracaju, celebrados entre o próprio órgão municipal e a Torre Empreendimentos Rurais e Construção Ltda. (entre os anos de 2010 e 2016). Os contratos, segundo a Emsurb, foram assinados pela então presidente na época, Lucimara Dantas Passos (PCdoB), hoje vereadora da capital.

Improbidade administrativa: Rogério é condenado e teve direitos políticos cassados por oito anos
E o ex-deputado federal e ex-secretário da saúde Rogério Carvalho foi condenado em um processo por atos de improbidade administrativa e teve os direitos políticos suspensos por oito anos e condenado a pagar R$ 200 mil. A ação foi do MPE que constatou irregularidades existentes nos procedimentos licitatórios e afins realizados pela Secretaria da Saúde do Estado à época sob a gestão do então secretário de saúde, Rogério Carvalho. Pelo que foi informado pela imprensa Rogério deve recorrer da decisão.

Cadê a Emurb? Morador ocupa metade da calçada e ninguém faz nada.
Veja a foto ao lado enviada por um morador da região. Esse morador tem sua própria visão de Mobilidade Urbana. Faz 15 dias que ele dividiu a 

calçada ao meio  (Rua Ministro Nelson Hungria em frente ao número 687, Conjunto dos motoristas, Bairro Luzia)., construindo um muro de madeira que impede a livre circulação dos pedestres, (logo na rua com o maior fluxo de veículos do bairro), ao passo que serve de abrigo para os marginais. “Se nenhuma providência for tomada, vou requerer metade da calçada da minha casa.”, diz um morador indignado.

Novo Fórum da Justiça em Simão Dias
Não existe registro, mas é possível que o governador Jackson Barreto tenha proporcionado um gesto inédito quando da inauguração do Fórum Marcelo Déda Chagas, na manhã da última sexta-feira em Simão Dias. Foi durante a fase de discursos no auditório do novo Fórum – o governador seria o penúltimo a falar, antecedendo o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Luis Mendonça, que encerraria a solenidade. Para surpresa de todos os convidados, Jackson comunicou ao cerimonial que em lugar dele, o governador, falaria o vice, Belivaldo Chagas.

Novo Fórum da Justiça em Simão Dias  II
E justificou, para evitar mal entendido: não apenas por ele também ter sido amigo do saudoso homenageado, mas, por um detalhe que Jackson considerou por demais importante: assim como Déda, o vice nasceu em Simão Dias. Então…a plateia aplaudiu intensamente, revelando muita satisfação pelo gesto do governador.

Presidente da Caixa hoje em Sergipe
E o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi tem uma agenda concorrida hoje em Sergipe. Logo cedo, às 9h, participa da inauguração de 180 unidades habitacionais, feitas pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, no residencial Antônio Martins de Menezes. Os imóveis foram construídos por uma empresa sergipana em expansão a J.Filhos. Depois participa de um almoço de trabalho promovido pela Associação Sergipana de Empresários de Obras Públicas e Privadas – ASEOPP. E no fim da tarde será homenageado na Alese, recebendo a Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar.

Filho de presidente mandando em autarquia estadual. E como fica a obediência ao não nepotismo?
O blog foi informado que o governador Jackson Barreto já tem conhecimento do nepotismo em uma importante autarquia estadual, onde o filho do presidente, nomeado em outra pasta, despacha, manda e desmanda e até estabelece valores de autuações. Os técnicos estão estarrecidos e já fizeram a denúncia, com provas ao TCE e ao MPE.

MPE ainda não foi informado se Prefeitura de Frei Paulo devolveu 2 toneladas de asfalto a Emurb
O Ministério Público Estadual, através da promotoria de Defesa do Patrimônio Público enviou um novo ofício a Emurb, na última quinta-feira, solicitando informações se a Prefeitura de Frei Paulo já devolveu as duas toneladas de asfalto passadas em setembro de 2015. A denúncia foi formulada no órgão pela vereadora Lucimara Passos.

Justiça Eleitoral de olho em áudios em Nossa Senhora Aparecida
E pelas redes sociais diversos cidadãos de Nossa Senhora Aparecida estão divulgando um áudio onde é doado por um (ou uma) candidato R$ 1,5 mil em um povoado e outros R$ 2 mil em outro povoado. Agora a Justiça Eleitoral vai analisar a veracidade do áudio e tomar as devidas providências jurídicas.

Servidores ficam sem salário enquanto TJ paga “PAE” de auxílio moradia a juízes
Através de release à imprensa o Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário do Estado de Sergipe – Sindijus/SE, afirma que nese mês de agosto, quando mais uma vez os salários dos servidores estaduais, inclusive dos servidores do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE), estão atrasados, os juízes provavelmente não estão passando pela mesma dificuldade de verem suas contas sem pagamento.

Pagamento
Segundo o sindicato, na semana passada  foi confirmada a informação de que, apesar de não pagar os salários dos servidores na data de costume, a gestão do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE) pagou a juízes a indenização da Parcela Autônoma de Equivalência (PAE), nome sugestivo dado a uma espécie de "auxílio moradia" pago a título de isonomia com os deputados federais.A informação foi confirmada pela gestão do TJSE à direção do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sindijus), quando o sindicato buscava obter um posicionamento em relação às propostas apresentadas no dia 18 de agosto, para solucionar os atrasos de salários que prejudicam os servidores. Até o momento (sexta, 26), não há resposta do tribunal.

Propostas do Sindijus
Dentre as propostas do Sindijus consta o requerimento para suspender os pagamentos do auxílio moradia e de indenizações pagas a juízes e redução dos gastos com cargos em comissão. Questionada pelo sindicato sobre o tratamento diferenciado, a única justificativa apresentada pela Presidência do TJSE, através do Gabinete dos Juízes Auxiliares, é que a indenização derivada de auxílio moradia, o “PAE”, não é salário e que os juízes têm direito a esse “passivo” que, de acordo a assessoria da Presidência, deveria ser pago em parcela única.

Valores pagos
Segundo o sindicato os valores individualizados pagos a cada juiz neste mês, no entanto, ainda não foram divulgados no Portal da Transparência (até a manhã da sexta, 26).Até o mês de julho de 2016, de acordo com dados da Transparência, já saíram dos cofres do TJSE mais de R$ 4,5 milhões somente para pagamento de auxílio moradia, sem contabilizar parcelas referentes ao “PAE”.

Cenário 

Para a direção do Sindijus, a disparidade no emprego dos recursos confirma que o cenário para os trabalhadores do Serviço Público estadual é extremamente arbitrário. "O sindicato defende que, mesmo em momentos de dificuldade financeira, o esforço equilibrado para atender as necessidades de todas categorias é a postura mais acertada de qualquer gestor. Ou seja, os recursos, segundo o TJ escassos, não podem servir para bancar apenas os caprichos de uma minoria composta por magistrados que já recebem altos salários. Isso é inaceitável. Esperamos que a gestão do TJ nivele imediatamente seus posicionamentos e conceda o mesmo tratamento às necessidades dos trabalhadores. E veja que os servidores não cobram regalias, mas sim direitos", afirma o coordenador da Secretaria Geral do Sindijus, Gilvan Santos.

“Crescer e Cuidar da Profissão” vence as eleições para o CRP19
Após quatro dias de votação o(a)s profissionais da Psicologia sergipana escolheram as gestões do Conselho Regional e do Conselho Federal de Psicologia. Para o CRP19, a chapa 12 “Crescer e Cuidar da Profissão” foi a escolhida com 469 votos, contra 239 votos da chapa 11-“Unidos Somos Fortes”, para conduzir as ações e políticas relacionadas à profissão nos próximos três anos no âmbito Regional. O resultado foi anunciado às 19:45h deste sábado, 27 de agosto, Dia do Psicólogo(a).

Mobilização
“Acredito que Psicologia sergipana, teve a possibilidade de avaliar, de fato, o que a gente quer para nossa profissão. Acreditamos naquilo que toca, que mobiliza os psicólogos e psicólogas. E esse é o resultado.  A nossa campanha foi propositiva, tentamos focar naquilo que a gente pensa, naquilo que já fez, enquanto trajetória de movimento e, pensando sobretudo naquilo que ainda temos para construir. Esse é um pequeno pedaço de uma longa luta que ainda vai se perpetuar aqui no estado.  Serão três anos a partir de agora.  Muito trabalho para somar forças com os psicólogos, trazer mais pessoas para dentro do CRP19 para que possamos fazer uma psicologia em Sergipe, ainda mais coesa, sólida e ainda mais balizada pelos ideais que a gente acredita”, disse Alan Santana, que encabeçou a chapa logo após o resultado anunciado pelo Conselho Federal de Psicologia.

Resultado
Para Adriano Barros, atual Conselheiro Presidente do CRP19, que acompanhou o anúncio do resultado das urnas no Conselho,“esse foi o resultado do reconhecimento de um trabalho. Desejo muito sucesso à nova gestão”.  Para as chapas que concorreram ao Conselho Federal de Psicologia, em Sergipe foram 274 votos para a chapa 23-“Cuidar da Profissão”, 252 para a chapa 21-“Renovação da Psicologia”, 98 votos para chapa 22 “Fortalecer a Profissão” e 43 votos em branco.

Evento "Aulão nos Lagos" do "Clube de Yôga" promove bem estar e solidariedade.
Na sua 21ª edição, o evento "Aulão nos Lagos", organizado pela instrutora Gessana Shakti, atrai dezenas de praticantes do Yôga, curiosos e até turistas.Para participar nesta edição, é necessário levar uma doação de 2kg de sabão em pó ou o valor de R$20, que será doado ao Grupo de Apoio a Criança com Câncer (GACC). O Aulão acontece tradicionalmente nos LAGOS da Orla de Atalaia, dia 4 de setembro, pontualmente às 16h.

Método
O método ensinado pelo "Clube de Yôga" é o SwáSthya Yôga, o Yôga antigo, voltado para todos os tipos de praticantes o que deixa o publico bastante diverso. A proposta do evento é trazer também pessoas que nunca tiveram contato com a modalidade ou qualquer tipo de Yôga.
Maiores informações: http://yoga.aracaju@gmail.com  ou 79 99916-0204 ou https://www.facebook.com/SwaSthyaYogaAracaju/

PELO TWITTER

www.twitter.com/tomleao  Notaram q certos partidos estão escondendo os tons vermelhos nestas eleições? Curioso…

www.twitter.com/gilbertotv  O que diferencia Deus de nós é a sua misericórdia. É a capacidade d perdoar toda vez que for preciso. Generosidade difícil entre nós humanos.

www.twitter.com/ClovisCBMelo  Candidatos Excêntricos:Em Simão Dias-SE – Roberto de Piroca, vereador;Em Barueri-SP – Yamara Sapatão, vereador.

www.twitter.com/frednavarro  "- Cheirador!" "- Canalha!" Bons tempos em que, no Senado, a acusação mais grave era chamar o outro de "ladrão".

Blog no twitter:http://www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Quando estiveres entre os lobos, uiva como eles.” George Gudjeff.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários