Aracaju (SE) de bicicleta – Roteiro I

0
Cilclovias pouco sinalizadas na orla da praia de Atalaia. Foto: Sílvio Oliveira

Para os turistas que estão de passagem por Aracaju nesta temporada junina e quer unir passeios com aventura e atividade física, a bicicleta é a melhor opção. Faça o primeiro roteiro partindo da orla da praia de Atalaia, onde se concentram os principais hotéis da capital sergipana e tem muito o que apreciar.

Conhecer pontos turísticos de Aracaju (SE) de bicicleta é desbravar uma capital plana e com boas condições de circulação. Dos 20 pontos de bicicletas públicas compartilhadas, a dica é iniciar o passeio na orla da praia de Atalaia, área de lazer e diversão na capital sergipana, onde se concentram os principais hotéis e há vários locais para se visitar.

A depender de onde está hospedado, o ciclista poderá alugar a bicicleta pública em um dos cinco pontos da orla, seguindo à direita ou à esquerda que terá o que se ver. Partindo da Passarela do Caranguejo, a contemplação é de mata de restinga e de uma faixa de bares e restaurantes, um dos pontos de encontro da vida noturna da capital. Veja que o bairro Atalaia se verticaliza com a construção de prédios ao fundo da Passarela, antes proibido por conta do Plano Diretor.

Primeira parada para a foto. Foto: Sílvio Oliveira

É hora de desbravar a extensa orla da praia de Atalaia. Comece seguindo pela Passarela do Caranguejo, com parada obrigatória na estátua gigante do crustáceo que concede o nome ao local. Mais adiante passasse pelo Portal dos Arcos, cartão postal da capital e mais adiante o Monumento aos Desbravadores do Brasil, a região dos lagos pede que a velocidade diminua. Há o monumento a Inácio Barbosa e o Oceanário. É parada obrigatória para tomar um bom banho de mar para refrescar na denominada praia dos Artistas.

Siga pela rua Urbano Neto, já no bairro Coroa do Meio, a ciclovia não existe, quando mais adiante uma bifurcação o conduz para a via de bicicletas. Prepare a máquina fotográfica pois em frente ao shopping Riomar, a contemplação sobre a ponte para o bairro 13 de Julho é um atrativo à parte.

Monumento aos Desbravadores. Foto: Sílvio Oliveira

O calçadão da praia 13 de julho, área nobre de Aracaju, aguarda-lhe. Veja a skyline dos prédios do bairro. A vista do passeio público da ponte é um dos pontos mais bonitos da capital sergipana, onde se pode perceber a união entre a natureza e o homem, mesmo que haja sinais a vista de que a natureza é a parte mais frágil neste paradoxo. Mais adiante clique uma foto no caju gigante na alça esquerda da ponte. Clique mais uma foto no Mirante da 13 de Julho e observe o mangue em contraste com os paredões dos prédios.

Retorne daí, pois à volta lhe aguarda. No passeio público, a ciclovia está em bom estado e dar para percorrer por mais alguns quilômetros sem encontrar grandes buracos ou obstáculos. Se você não conhece bem a cidade, utilize GPS ou mapa, já que a ciclovia peca em sinalização.

O Caju no calcadão da praia 13 de Julho. Foto: Sílvio Oliveira

Do ponto de vista relacionado à paisagem, pode-se novamente avistar do outro lado do rio Sergipe o shopping Riomar, enquanto que a visão de uma capital ainda interiorana é rememorada pelos pescadores jogando a rede de pescar em pleno bairro nobre da capital. Tem-se uma vista também do parque Augusto Franco, denominado de Parque da Sementeira do lado contrário. Caso queira descansar e sossegar, entre no parque. Lagos e trilhas compõem o logradouro, mas, caso não tenha muito tempo, deixe para percorrê-lo em uma outra oportunidade.

Siga pela ciclovia da avenida Beira-Mar em direção a mais um parque, o dos Cajueiros. O passeio continua por mais de 5km até chegar a Colônia de Pescadores. Mais uma visão bucólica dentro da capital toma conta da área de mangue até chegar a entrada da praia da Atalaia e o pórtico que o ciclista passou no início do passeio. Esse é o primeiro roteiro de bike. Tomando gosto, o centro histórico lhe aguarda no segundo passeio.

Dicas de viagem

  • Veja como alugar uma bicicleta pública conpartilhada

  • Os parques Governador Valadares (dos Cajueiros) e Augusto Franco (da Sementeira) estão abertos diariamente e são gratuitos. Caso tenha pouco tempo. O Mirante da 13 de Julho também é gratuito e funciona das 9h às 22h. Lá de cima avista-se parte do bairro 13 de julho e uma boa vista panorâmica do Rio Sergipe.

  • Caso o turista não tenha a prática de fazer exercícios físicos diariamente, a dica é somente pedalar pelos calçadões da orla da praia de Atalaia. Fazer todo o percurso citado no texto é percorrer mais de 15km.

  • Escolha um horário confortável para a prática da pedalada. Coma alimentos leves e sempre hidrate. Uma parada para beber uma água de coco no calçadão da 13 de julho fará bem.

  • Caso tenha resistência física é queira dar uma esticada até o centro da cidade, é só seguir beirando o Rio Sergipe.

Gastroterapia

Pamonha feita de milho ralado. Foto: Sílvio Oliveira

As comidinhas juninas à base de milho podem ser apreciadas em qualquer arraial de Sergipe nesta temporada do ano. Mungunzá, pamonha, canjica, milho cozido e milho assado na fogueira são algumas das iguarias bem típica da temporada. A pamonha é feita de milho ralado com leite de coco, cozidos na própria palha do milho. A maioria dos pratos remota aos indígenas e possuem uma conotação bem nordestina.

Na Bagagem

Balneabilidade das praias

Dos 28 locais monitorados pela Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), no período que vai do dia 18 a 24 de junho, dez praias sergipanas não apresentam condições adequadas para o banho. São elas: praia do Bonanza (em frente ao Hotel Parque dos Coqueiros) – Aracaju; prainha de Neópolis (Rio São Francisco em frente a Orla) – Neópolis; praia de Atalaia Nova (em frente ao farol da barra) – Barra dos Coqueiros; praia do São Pedro Pescador (Rio Cotinguiba) – N, Srª de  Socorro; prainha de Propriá (Rio São Francisco) – Propriá; praia dos Artistas (Coroa do Meio em frente ao novo Farol) – Aracaju; prainha da Adutora (Rio São Francisco) – Telha; prainha do Areal, Rio Santa Maria/no povoado São José – Aracaju; praia do Bico do Pato, 13 de julho, (em frente ao Shopping Riomar) – Aracaju e prainha do povoado Saúde (Rio São Francisco) – Santana de São Francisco.

Revitalização da iluminação da orla e do Centro de Convenções

Os editais referentes às licitações de reforma, ampliação e climatização do Centro de Convenções de Sergipe será publicado nacionalmente nos próximos dias. O Governo de Sergipe também tem projeto de modificar toda a iluminação da orla da Atalaia, com sistema em led, bem como iluminando toda a faixa de areia da praia.

Marinete do Forró

A Marinete do Forró anima turistas e sergipanos pelas ruas de Aracaju nos dias, 25, 26 e 27 de junho. Saindo do primeiro ponto de ônibus da Orla de Atalaia, a Marinete fará um tour pelos principais pontos turísticos de Aracaju, até a Praça Olímpio Campos. Em cada parada, os turistas podem descer e conhecer os locais por aproximadamente 15 minutos. O veículo também passa pela Praça Tobias Barreto, os mercados centrais, o Centro de Artesanato Chica Chaves, Mirante da 13 de julho, e a Praça Olímpio Campos. O passeio dura em torno de quatro horas e deverá ser agendado gratuitamente através do número (79) 3222-1427.

Festejos juninos de Estância

Considerado um dos mais tradicionais festejos juninos do Estado, Estância atrai cada vez mais turistas em busca da tradição do barco de fogo, da guerra de busca-pés e do arrasta-pé nos arraiais da cidade. Distante 68 km da capital, um bate e volta pode ser adquirido nas agências de turismo da capital.

Leia mais:

www.facebook.com.br/tonomundo
silviooliveira@infonet.com.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais