Assume problemas

0

Ao assumir hoje, interinamente, o governo de Sergipe, o vice Belivaldo Chagas (PSB) vai administrar um pacotão de problemas. Nada que ele não conheça, mas quase todos de difícil solução em curto prazo. Ao se ausentar do cargo visando se submeter a uma cirurgia no pé esquerdo, o governador Jackson Barreto (PMDB) entrega ao vice um Estado com graves dificuldades financeiras. Não há recursos em caixa nem mesmo para honrar a folha de pessoal, quanto mais para se pensar em conceder um mísero reajuste salarial. Diante disso, caberá a Belivaldo seguir pedindo calma aos servidores visando evitar que a máquina administrativa seja totalmente paralisada. Caso ele consiga manter a situação atual até o retorno de Jackson, já terá feito muita coisa, pois devolverá o governo do mesmo jeito que recebeu.

Lixão de João

Aracaju está há três dias sem coleta de lixo. Segundo publica hoje o Jornal da Cidade, a Prefeitura parcelou em 17 vezes os débitos relativos a 2012, 2013 e 2014, mas não pagou sequer a primeira. Já a dívida relativa a maio passado foi de R3 3,3 milhões e agora já chegou o débito de junho. Ao todo, a Empresa Torre tem para receber R$ 28 milhões e promete só retomar a coleta quando ver a cor do dinheiro. Enquanto isso, a capital se transformou no lixão de João Alves Filho. Uma lástima!

A Sibéria é aqui

“Diabo, vou voltar pra Sibéria”. A queixa foi feita por um recluso do Presídio de São Cristóvão, ao ser informado sobre a suspensão do júri que poderia lhe devolver a liberdade. Agentes penitenciários que o conduziam confirmaram que, nesta época do ano, o frio naquele presídio é de congelar os ossos, ao contrário do verão, quando o calor é tamanho que permite assar pão nas placas de cimento. Que horror!

Última Marcha

Vítima de parada cardíaca, a trabalhadora rural sergipana Maria Pureza morreu durante a Marcha das Margaridas. O filho dela foi à Brasília objetivando transladar o corpo para Sergipe. A “margarida” piauiense Maria Alzemir também morreu na capital federal após ter sofrido um acidente vascular cerebral. Ao discursar no encerramento da Marcha, a presidenta Dilma Rousseff (PT) lamentou o falecimento das duas.

Nova tentativa

Comenta-se à boca miúda que o dublê de político e empresário Edvan Amorim (PR) pensa seriamente em disputar uma cadeira de vereador em 2016. Amigos próximos têm estimulado o moço e garantem que ele poderá ter um melhor desempenho do que em 2014, quando tentou se eleger deputado estadual e obteve minguados 156 votos, que representam apenas 0,01% do eleitorado sergipano. Vai ser rejeitado assim na Cochinchina!

Fim da greve

Sem conseguir convencer os policiais civis a voltarem ao trabalho, o governo pediu à Justiça que determine a ilegalidade da greve. Alega que a paralisação tem causados sérios problemas à segurança da população e transtornos aos familiares dos presos, impedidos de visitá-los nas delegacias. O sindicato dos policiais garante que se a greve for considerada ilegal a categoria recorrerá à outras estratégias de luta. Aguardemos, portanto!

Tapa na macaca

O Supremo Tribunal Federal adiou para a próxima quarta-feira o julgamento sobre a descriminalização do porte de drogas para uso próprio. Previsto para ser julgado ontem, o processo não entrou em pauta porque a questão das condições dos presídios brasileiros tomou todo o tempo da sessão. Autora do recurso, a Defensoria Pública de São Paulo alega que o porte de drogas não pode ser configurado como crime, por não gerar conduta lesiva a terceiros.

Sem tesão

É visível a falta de disposição dos deputados estaduais pelos trabalhos parlamentares. As sessões plenárias da Assembleia têm demorado menos de 20 minutos e os discursos são chochos, com idéias desarrumadas. Na verdade, a grande maioria dos deputados não pensa em outra coisa que não seja o escândalo das verbas de subvenção. Dizem até que alguns só dormem à base de lexotan e quando pregam o olho têm pesadelos horríveis.

Lado a lado

O governador Jackson Barreto (PMDB) conseguiu ontem um feito e tanto: colocar lado a lado os deputados estaduais e ferrenhos adversários Luciano Bispo (PMDB) e Maria Mendonça (PP). Foi durante a inauguração do Colégio Murilo Braga, em Itabaiana. “A educação superou a política”, festejou Jackson após ouvir um diálogo amistoso entre Bispo e Maria, ambos ex-alunos do tradicional “Murilo Braga”. E viva a fidalguia!

Francão liberado

O desembargador Alberto Romeu Leite revogou a liminar interditando o Estádio Augusto Franco, o “Francão”, em Estância. A juíza Tatiany Albuquerque havia proibido jogos naquele campo até que todas as vistorias fossem concluídas. Por conta disso, o “Canarinho do Piauitinga” estava “mandando” os jogos pela Série C no Batistão, longe do calor de sua barulhenta torcida. Com a decisão, o jogo Estanciano e Central (PE) será amanhã no Francão.

Recorte de jornal

Publicado no Vida Laranjeirense em 31 de outubro de 1919.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários