Aviso prévio coletivo

0

Uma empresa pública de Aracaju está promovendo desemprego em massa. Os avisos prévios já foram, inclusive, entregues a mais da metade do quadro funcional, com a orientação aos desafortunados para procurarem outras atividades a partir de janeiro próximo. Estamos falando dos 15 vereadores da capital reprovados nas urnas. Receberam o devido cartão vermelho, Thiago Batalha (PSC), doutor Gonzaga (PSD), Seu Marcos (PDT), Américo de Deus (PSD), Bigode do Santa Maria (PSD), Cabo Didi (Cidadania), Cabo Amintas (PSL), Elber Batalha Filho (PSB), Evando Franca (PSD), Heliomarto Rezende (PDT), Lucas Aribé (Cidadania), Pastor Alves (PSC), Juvêncio Oliveira (PSD), Zezinho do Bugio (PSD) e Zé Valter (PSD). Diferente do que ocorre no meio empresarial, este desemprego em massa na Câmara não está sendo provocado pela crise econômica, mas por orientação dos aracajuanos que, em votação popular, elegeram 15 novos vereadores. Tomara que os 24 vereadores eleitos em Aracaju cumpram bem o papel de legislar, pois do contrário também receberão avisos prévios daqui a quatro anos. Marminino!

Sergipe de luto

Os sergipanos não se cansam de homenagear o ex-governador João Alves Filho (DEM). Desde a notícia da morte do demista, ocorrida num hospital de Brasília, lideranças políticas divulgam textos sobre a importância de João Alves para o desenvolvimento de Sergipe. O corpo do ex-governador será cremado, nesta quinta-feira (26), devendo as cinzas serem trazidas para Aracaju, onde serão enterradas com todas as honras. Ontem, o governador Belivaldo Chagas (PSD) anunciou que o Hospital de Urgência de Sergipe voltará a se chamar João Alves, nome que recebeu ao ser inaugurado pelo ex-governador, em 1986. Certíssimo!

Mistureba

O pai da aviação
Por nome Drumon Andrade
Sem dó e nem piedade
Se atracou com Lampião
Na bainha um facão
Na matula um castiçal
Gritou pra São Nicolau
Acuda-me nessa hora
Disse isso e foi-se embora
Deixando um cartão postal

Os versos acima são do repentista Zé Limeira, o poeta do absurdo.

Mandato recuperado

O sargento/PM Vieira (Cidadania) ganhou na Justiça o direito de assumir a vaga aberta na Câmara de Aracaju com morte prematura do vereador Jason Neto (PDT). Por três votos a dois, o Pleno do TRE entendeu que a cadeira vazia pertence ao militar, mesmo ele tendo trocado de partido fora do prazo permitido por lei. O PDT usou justamente este argumento para garantir que Jason fosse substituído pelo segundo suplente do partido, tenente Heliomarto Rezende. A posse de Vieira deverá ocorrer tão logo a decisão do TRE chegue à Câmara. Aguardemos, portanto!

E agora ministro?

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, se escudou num inquérito aberto pelo Ministério Público Federal para intervir na Reitoria da Universidade Federal de Sergipe. Alegando não poder escolher o futuro reitor com base na lista tríplice, enquanto perdurasse a investigação, o dito cujo nomeou uma interventora para a UFS. Pois bem, o MPF acaba de arquivar o inquérito por não ter encontrado irregularidade na eleição da lista tríplice. Resta saber se, diante desta decisão, o ministro vai continuar afrontando a autonomia universitária com seu reprovável ato de força. Desconjuro!

Comércio da fé

A expansão da fé no Brasil acontece em ritmo intenso: uma nova organização religiosa surge por hora no país. Segundo o jornal O Globo, a facilidade para a abertura de novas igrejas, o fortalecimento do movimento neopentecostal e a crise econômica são apontados como motivos que podem explicar o fenômeno. Enquanto tiver ingênuos, vai ter pastor ficando rico. Só Jesus na causa!

“Profissão” de risco

Um cidadão dizia numa esquina de Sergipe que ser prefeito é “uma profissão muito arriscada”. Segundo o suplicante, de quando em vez um gestor municipal termina dando com os costados na cadeia. E ele tem razão: nos últimos quatro anos, foram presos Valmir de Francisquinho (PR), Valmir Monteiro (PSC) e Paulão da Varzinha (DEM), respectivamente, prefeitos de Itabaiana, Lagarto e Laranjeiras. O lagartense, inclusive, foi cassado. Mais pessimista era o impagável Raul Seixas, que cantava: “Mamãe, não quero ser prefeito/Pode ser que eu seja eleito/E alguém pode querer me assassinar”. Cruzes!

Leó na UTI

O jornalista Leó Filho, ex-secretário estadual de Esporte e Lazer, está internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Primavera com quadro de broncoaspiração e pneumonia. Segundo os familiares, ele apresentou baixa oxigenação por volta das 10h de ontem e teve que ser entubado. Querido por todos, Leó Filho dirigiu o Jornal da Cidade por muitos anos e foi secretário em vários governos estaduais. Esta informação é do blog de Cláudio Nunes. Melhoras, Leó!

Aeroporto é a saída

Dita em tom de brincadeira, a afirmação “o melhor hospital de Sergipe é passagem de avião para São Paulo” tem sido seguida ao pé da letra por quem possui condições financeiras. Nada demais que se procure aos melhores centros médicos do país para se tratar, porém a constância como nossas autoridades descartam os hospitais particulares de Aracaju comprova a falta de confiança delas nestas unidades. Quanto à rede pública de saúde, nem é bom falar, pois só recorre a ela o infeliz sem qualquer outra alternativa de tratamento. Crendeuspai!

Reta final

Hoje é o último dia para os partidos promoverem reuniões públicas utilizando aparelhagem de som fixa. As campanhas de Edvaldo Nogueira (PDT) e Danielle Garcia (Cidadania) podem fazer propaganda no rádio e na televisão até amanhã. Pelo calendário eleitoral, as emissoras só podem promover debates até a meia noite desta sexta-feira. Em Aracaju, o confronto de ideias não ocorrerá porque Edvaldo Nogueira fugiu da raia, deixando a delegada falando sozinha. Home vôte!

Contra a ganância

O senador Rogério Carvalho (PT) quer impedir que os planos de saúde metam a mão grande no bolso da população. Para tanto, o petista apresentou um projeto no Senado proibindo reajuste nos já elevados valores cobrados pelos gananciosos planos de saúde. Segundo Rogério, a pandemia trouxe estragos à saúde pública e ao orçamento das famílias. “É preciso ter bom senso para vencermos a crise sanitária e a econômica”, discursa o senador sergipano. Pelo desejo dos planos de saúde, o reajuste acontece já a partir de janeiro de 2021. Misericórdia!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Diário da Tarde, em 29 de abril de 1933

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários