Banese: é preciso transparência

0

Há algumas semanas este blog vem recebendo informações e denúncias a respeito do Banese. O blog vem conversando com diversos baneseanos e checando os dados. Os questionamentos dizem respeito às contratações de produtos e serviços na área de Tecnologia da Informação do Banco do Estado de Sergipe. Pelas denúncias, estão fazendo uso da Licitação somente para homologar o resultado já esperado e definido antes mesmo do processo ser realizado.

 

Um exemplo dado: No final do ano passado, no apagar das luzes, na última semana do mês dezembro, foi aberto o primeiro pregão presencial para aquisição de softwares e serviços na área de colaboração, portal, desenvolvimento de software e gerenciamento de processos de negócios (BPM). Só houve uma empresa participante de fora do Estado e a solução adotada foi do fabricante IBM.

 

Ainda no final do ano foi assinado com a Computer Associates (CA) um contrato por inexigibilidade para contratação de softwares e serviços na área de Governança, Gerenciamento de Ativos e Projetos, sem processo licitatório. Neste ano, no final do mês de março, foi realizada uma nova licitação para aquisição do sistema integrado de gestão (ERP) onde novamente só participou uma empresa de fora com uma solução do fabricante SAP. No mês de abril foi realizada outra licitação para aquisição de equipamentos para instalação de um Datacenter. Novamente só apareceu uma empresa de fora cotando equipamentos do fabricante IBM. O processo foi cancelado, pois o preço foi bem acima do estimado.

 

Pelas denúncias, agora, no mês de junho vai ser aberto novamente o mesmo processo do Datacenter e deve sair vencedora uma empresa de fora. Uma das denúncias alerta  que o atual responsável pela área de TI do banco é um ex-funcionário do fabricante IBM e que todo o discurso do Governo do Estado de utilizar o uso de poder de compra para incentivar o mercado local está totalmente contraditório. Os grandes players do mercado que possuem soluções para todas estas necessidades do banco estranhamente não puderam participar dos certames tais como: Oracle, Datasul, Totvs, Microsoft entre outras. É certo que esta falta de competitividade em processos licitatórios eleva e muito os custos para o erário público, pois não existe a efetiva disputa de preços entre concorrentes além de excluir as empresas locais.

 

É preciso que o Banese tenha uma maior transparência dos seus atos junto a sociedade sergipana. Essa mesma sociedade que defende o banco como seu maior patrimônio merece respeito. Transparência é bom até para que denúncias como as publicadas acima não sejam estimuladas. O novo governo tem como palavra chave a mudança. Para isso é preciso mudar, principalmente as práticas dentro do Banese. A palavra está franqueada a quem de direito e que os órgãos fiscalizadores façam a sua parte.

 

Propriá: Renatinho e Paulo Britto fecham acordo

Com a interferência do governador Marcelo Deda, depois de duas reuniões esta semana, foi fechado um acordo em Propriá entre o atual prefeito Paulo Britto (PT) e o ex-prefeito Renato Brandão (PMDB). Ficou decidido que Paulo Britto será candidato à reeleição e apoiará Renatinho para deputado estadual, como foi noticiado em primeira mão neste espaço na última segunda-feira. Renatinho deve retornar a uma secretaria de Estado. O vice também será o atual, José Américo, do PSC.

 

Governador está operando politicamente

Nos últimos dias o governador Marcelo Déda está tentando fechar acordos aonde vêm ocorrendo problemas com a base aliada. Conseguiu resolver em Propriá e mais alguns municípios pequenos. Está operando politicamente, mesmo com as pressões que está sofrendo de um grupo neo-aliado. O desespero de alguns é porque mandou publicar por várias vezes em alguns espaços que faria 30 prefeitos, mas na realidade fará, no máximo, 15.

 

Proporcionais: PCdoB com o PPS e PT sozinho

Diferente do que vem sendo noticiado por alguns órgãos de imprensa o PPS não fará coligação proporcional com o PT em Aracaju. A coligação proporcional será com o PCdoB, que tem mais de 20 nomes como pré-candidatos. O PT vai caminhar sozinho na proporcional e tem 25 nomes fortes. Já o PSB também sairá sozinho.

 

Correia, o candidato de Ana Lúcia

A corrente Articulação de Esquerda, comandada pela deputada Ana Lúcia já decidiu: o candidato a vereador em Aracaju não será Joel Almeida, presidente do Sintese, mas Correia, secretário geral do PT que também é professor.

 

Bole-bole se desentende em Lagarto

O clima em Lagarto que estava ameno, por conta da chuva, voltou a esquentar literalmente. Ontem, 11, o ex-prefeito Cabo Zé e a atual deputada Luiza Ribeiro se desentenderam numa emissora de rádio. Luiza disse que é candidata a prefeita e Cabo, que apóia Walmir, disse que ela poderia ser porque a chapa de Walmir está feita, com o filho dele, Junior Ribeiro, como vice. O pai de Luiza, o ex-deputado Ribeirinho, quer a vice para a filha. Enquanto o grupo Bole-bole não se entende no outro lado, o pré-candidato Lila, espera tudo em clima de já ganhou.

 

Em Gararu, quadro indefinido

O município de Gararu é um dos poucos que nem a situação, nem a oposição tem candidato definido. Lá o atual prefeito, José Cardoso, do PDT, tem uma grande rejeição nas pesquisas e não será candidato à reeleição. O Elder, que seria candidato, já desistiu. Fala-se na vice-prefeita, de nome Zete, também do PDT. Os detalhes estão sendo costurados. Na oposição o ex-prefeito Chico, diz que é candidato pelo PR, mas com sérios problemas judiciais pode ter a candidatura impugnada. Por isso está pensando em lançar a esposa, de nome Beth, pelo PSC.

 

Grupo das Varzinhas unido

Na última terça-feira o ex-prefeito de Laranjeiras, Paulo Hagenbeck, Paulinho das Varzinhas, ao lado do filho o deputado estadual homônimo, fez uma reunião da Fazenda Varzinhas com cerca de 400 pessoas para anunciar o apoio formal a candidatura de José Carlos Sizino, conhecido como JJ, a prefeito de Laranjeiras. Ele disputará com a atual prefeita, Ione Sobral.

 

Correios: faturas continuam atrasando

Não tem jeito. Os Correios continuam atrasando correspondências em Aracaju, principalmente faturas que são entregues com as datas vencidas. A quem recorrer, já que o emissor da fatura posta no prazo correto e a demora e na entrega dos correios?

 

Vai ter troco

A declaração de apoio do PV à candidatura de Almeida Lima coincidiu (?) com o anúncio do conselheiro Carlos Pinna de que iria fiscalizar as ações do Governo Deda, começando pela Secretaria de Administração. Acontece que a atitude do Conselheiro foi recebida com desagrado pelo secretário Jorge Alberto e o deputado federal Jackson Barreto (ambos do PMDB) que são politicamente adversários em São Cristóvão, do vereador Carlos Pinna, filho do conselheiro. Acharam uma provocação. Vai ter troco.

 

Quais são as teorias de Jorge Alberto ?

Na última terça-feira, 10, na abertura da III rodada das conferências dos territórios o secretário de Administração Jorge Alberto, falou em bom som que estava cheio de teorias. Fica a pergunta no ar, que teorias são essas que estão enchendo o secretário?  

 

Pague menos = demore mais

A rede de farmácia Pague Menos, dá um desconto, mas não tem respeito com os clientes. Não é raro ter apenas um caixa funcionando nas farmácias, embora tenha uma bateria de três. Ontem, por exemplo, na Pague Menos da Saneamento, às 16h20 tinha uma fila de oito pessoas e um caixa só funcionando. Uma senhora começou a reclamar e bradou em alto e bom som: “Pague menos, demore mais”. Logo a gerência mandou abrir mais dois caixas. Ou seja, é pura negligência e desrespeito.

 

Aprovada Contribuição Social para a Saúde

Menos de seis meses depois da extinção da CPMF, a Câmara dos Deputados aprovou ontem o texto-base do projeto que recria o tributo com o nome de CSS (Contribuição Social para a Saúde), alíquota de 0,1% e cobrança a partir de 2009. A proposta apresentada pela base aliada ao governo Lula recebeu 259 votos favoráveis, apenas dois acima do mínimo necessário, e 159 contrários (houve duas abstenções). O processo de discussão se arrastou durante três semanas.Finalizada a votação pelos deputados, a proposta de criação da CSS ainda precisa passar pelo crivo dos senadores, que derrubaram, no ano passado, a prorrogação da CPMF. Na Casa, a base não tem uma margem tão folgada como na Câmara. A oposição também já avisou que vai questionar o STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a instituição de um tributo dos saques em conta corrente por lei complementar, sem alteração da Constituição.

 

Quem ganha até R$ 3.048,00 está isento

Um detalhe: este jornalista é contra aumento ou criação de impostos, mas entende que  a CPMF cumpria um papel importante na fiscalização bancária, “pegando” os grandes sonegadores. É preciso uma reforma tributária urgente no país. A CSS, isenta quem ganha até R$ 3.048,00. O desconto é de 0,1%. A CPMF era de 0,38%.  Pelos cálculos, 93% da população será isenta.

 

Os tempos mudam

E-mail de assíduo leitor: “Quem te viu e quem te vê, diz o ditado popular. É o caso típico do conselheiro (afastado?) do TCE, Flávio Conceição que começou sua trajetória em Sergipe no Governo Valadares, passou pelo segundo governo João Alves, dois governos de Albano Franco e o último de João Alves, tornando-se uma figura de grande influência em nosso Estado, festejado por tudo e por todos.  No Tribunal de Contas transitava no gabinete dos conselheiros, mesmo antes de ser um deles, e ao ser aprovado (o único) por unanimidade pela Assembléia, desfilava com a facilidade de um príncipe.Depois que a “operação navalha” flagrou-o falando com todos os conselheiros, numa intimidade comprometedora sob todos os aspectos, atualmente, Flávio Conceição transformou-se em um anti-Cristo, odiado por todos, que lhe viram às costas (aliás só o querem ver de costas, bem longe do TC). É preciso deixar bem claro que este espaço não tem a menor intenção de defender Flávio Conceição, mas que antes havia cumplicidade de todos querendo cada qual ao seu modo tirar casquinhas de sua influência, basta ouvir as gravações que foram feitas pela Polícia Federal”.

 

Insegurança no Parque dos Faróis

Professores, alunos e funcionários do Colégio Estadual Poeta José Sampaio, no Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro, estão apavorados com a insegurança que reina no local. O colégio fica em um local bastante isolado onde estão sendo registrados constantes assaltos, intranqüilizando a todos e criando um clima de terror.

No horário noturno o perigo é ainda maior fato que tem gerado revolta daquela comunidade escolar que cobra providencia por parte da Secretaria de Segurança Publica, como também reivindicações á Secretaria de Educação no sentido de que o colégio seja transferido para outro local que ofereça maior segurança para alunos, professores e funcionários.

 

Crédito para produção de mel

O novo programa de apoio à agricultura do governo, denominado “Mais Alimentos”, foi elogiado hoje pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), que sugeriu a utilização de recursos deste programa para estímulo  à apicultura no Nordeste. Valadares disse que o semi-árido tem já um potencial imenso para a produção de mel, com um período de 120 dias de floração. No dia em que o Senado dedicou sessão ao Dia do Meio Ambiente (que é comemorado em 05 de junho) Valadares lembrou que onde existe apicultura, ela contribui para o aumento da produção de plantas em geral em até 10%. O senador citou como exemplo do grande potencial de produção de mel, projeto bem sucedido no semi-árido do Piauí, na cidade de Picos, que em pouco tempo a transformou na “capital nacional do mel”, responsável por 15% da produção nacional, que chega a 42 mil toneladas/ano. Além da grande produção, o projeto também resultou em alta produtividade – 80kg por colméia –  duas vezes superior  à média nacional, que é de 35 kg. E quase o dobro, também, do maior desempenho mundial, obtido pelo Canadá, que é de 55 kg.

 

TJSE entregará doações para desabrigados

A Juíza Auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça de Sergipe, Suzana Maria Carvalho, entregará hoje, 12, às 15 horas, na Secretaria de Estado de Inclusão e Desenvolvimento Social (Seids) doações para as famílias que foram vítimas da enchente em Maruim, no início de maio. A campanha “Doe uma peça de roupa para quem perdeu tudo”, feita entre servidores do TJSE, teve início uma semana após a enchente.Além de centenas de peças de roupas, os servidores do Judiciário contribuíram com dois fogões, duas televisões, duas camas, um microondas, um forninho elétrico e um berço. As doações serão recebidas pela Primeira Dama do Estado, Eliane Aquino, e pela Secretária de Inclusão Social, Ana Lúcia Menezes. Cerca de mil pessoas em Maruim tiveram suas casas e pertences levados pela força da água do rio Ganhamoroba. A entrega será feita na Seids porque foi o órgão responsável pelo levantamento das famílias desabrigadas.

 

Operação Passadiço I

Numa ação conjunta envolvendo o Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE), Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi realizada a Operação Passadiço. Nela foi desbaratada uma quadrilha voltada à prática de crimes contra a administração pública federal, especialmente formada por policiais rodoviários federais, acusados de cobrar e receber propina para não apreender e não multar caminhões que entram e saem de Sergipe com carga sem documentação e acima do limite de peso.Além de policiais rodoviários federais, também são acusados de participar da quadrilha funcionários de postos da PRF, alguns empresários e motoristas/proprietários de caminhões. Ao todos são 19 pessoas presas, sendo 12 policiais rodoviários federais. No decorrer do inquérito policial, outras pessoas podem ser investigadas e, novas prisões podem ser requisitadas. A PRF, através de seus diretores estaduais e nacionais, deu total apoio as investigações. Os procuradores da República também ressaltaram a participação decisiva do juiz federal Ronivon Aragão, da 7ª Vara da Seção Judiciária de Sergipe.O MPF/SE, de posse de um procedimento interno da PRF, requisitou o início das investigações por parte da Polícia Federal. Havia denúncias anônimas que apontavam cobrança de propina no Posto PRF de Cristinápolis/SE. Os policiais eram denunciados por exigir dinheiro em troca da liberação de veículos com irregularidades, principalmente, com excesso de peso. Descobriu-se até que as câmeras do circuito interno de gravação do posto de Cristinápolis eram desligadas sistemática e propositadamente, para que a corrupção não fosse flagrada.

 

Operação Passadiço II

 Diante de várias informações, o MPF/SE concordou e acompanhou as interceptações telefônicas inicialmente dos policiais rodoviários federais. Através desse aparato, conseguiu-se comprovar todo o modus operandi do bando. Pelo que foi apurado e diante de inúmeras provas, ficou evidenciada a existência de uma quadrilha detentora de significativo poder de intimidação e de articulação, cuja ação principal era sempre a obtenção de vantagem econômica, em detrimento da segurança nas estradas brasileiras. As interceptações telefônicas tiveram início em 09 de outubro de 2007 e o seu conteúdo aponta para uma quadrilha atuando nos postos de fiscalização da PRF situados nos municípios de Cristinápolis e Malhada dos Bois/SE. Uma das infrações de trânsito que mais suscitou o recebimento de propinas é o de excesso de peso, pois, sempre em busca do maior lucro, visando a diminuir custos com o frete, o proprietário do caminhão carregava-o com excesso de peso e, dessa forma, na eventualidade de ser fiscalizado nos postos policiais, é mais vantajoso pagar a “gratificação” do policial, ao invés de pagar o alto valor da multa referente ao excesso de peso e ainda ter que contratar outro caminhão para levar o excedente da carga. Outra prática criminosa comprovada nas apurações é a violação de sigilo funcional, em que os seus integrantes repassam para motoristas infratores a escala dos postos de fiscalização, de modo que, nos dias em que a escala de serviço eram compostas por policiais rodoviários que não aceitem serem corrompidos, os motoristas podiam desviar o seu trajeto, ou, até mesmo, deixar de transitar naquele dia. (Ascom/MPF).

 

Life System credencia Hospital Primavera

A cada dia, os planos de saúde conhecem, aprovam e percebem que o Hospital e Maternidade Primavera vem para ser referência em Sergipe e no Nordeste brasileiro. É notória a imponência do empreendimento, o conforto de todos os setores, a tecnologia avançada dos equipamentos e toda a qualidade dos profissionais que farão parte do hospital. Agora, a Life Sistem fechou uma grande parceria e credenciou o Hospital e Maternidade Primavera para oferecer os melhores atendimentos e procedimentos aos seus clientes. A Life System é uma empresa que está há muitos anos atendendo clientes da Bahia, Alagoas e chega agora a Sergipe. Os associados contam com uma ampla rede de médicos e hospitais credenciados, além de pronto-atendimentos, laboratórios, ambulâncias e hospitais próprios e credenciados para garantir qualidade na assistência médica, hospitalar e de diagnóstico complementar oferecidos.

 

Curso de Ergonomia para atender a NR-17

Nos dias 20, 21 e 22 deste mês será realizado no Hotel Aquários Praia Hotel um curso de Ergonomia para atendimento da NR-17. O curso tem o objetivo de capacitar os participantes na Análise Ergonômica do Trabalho para Atendimento à Nr17 – Ergonomia, através da interpretação da própria Norma, da Cartilha da NR17, das Normas ABNT, das metodologias sugeridas pela Comissão Nacional de Ergonomia e outras que sejam necessárias ao atendimento legal da NR. Palestrante: professor especialista José Henrique F. Alves. O curso tem um vasto conteúdo programático e é destinado para fisioterapeutas, médicos do trabalho, enfermeiros do trabalho, diretores, gerentes, coordenadores de recursos humanos, relações trabalhistas, engenheiros de segurança do trabalho, técnicos de segurança, entre outros. Maiores informações: Dra. Luciana Barreto Lima, (79-9142-0538) ou pelo e-mail ergotrends@oi.com.br

 

Lançamento Mostra Aracaju 2008

Acontece próximo sábado, 14/06, às 9h, o lançamento da MOSTRA ARACAJU 2008. A coordenadora Mercês Souza estará recebendo profissionais, fornecedores e imprensa para apresentar o local que abrigará o maior evento do estado de Sergipe, no período de 16 de setembro a 26 de outubro de 2008. Para a sexta edição da MOSTRA ARACAJU 2008, foi escolhido um imóvel singular e pioneiro da vanguarda da arquitetura modernista do estado Sergipe, localizado na Av. Beira Mar, 2.240, ao lado do Palácio de Veraneio, na Atalaia. Construída no final dos anos sessenta, a casa tem uma vista privilegiada da Coroa do Apicum, e é plena de histórias dos animados verões das elites da capital e da recente arquitetura sergipana.

 

Oficina de rádio gera cidadania em Simão Dias I

Na manhã de ontem, 11, não havia um único microfone no Memorial do município de Simão Dias. Mas não havia necessidade. No exercício denominado ‘rádio-roda”, o mais importante seria que cada uma das 25 pessoas dispostas em círculo soubesse exatamente o seu papel no todo. Essa foi a tônica do encerramento de mais uma oficina de rádio promovida pela Secretaria de Estado da Comunicação Social (Secom) dentro do projeto Sergipe de Todos, que passou por Simão Dias nos últimos dias 6 e 7 de junho. O curso, em sua quarta edição, reuniu quase três dezenas de alunos e professores de diversas instituições de ensino do município durante três dias. A linha de atuação desta nova etapa foi a mesma das demais: ensino de noções de técnicas radiofônicas com discussão de problemas comunitários. Para o radialista e professor André Souza, responsável pelo curso, a intenção desse método é, sobretudo, gerar multiplicadores de cidadania. “O que importa mesmo é que eles saiam daqui mais críticos em relação aos problemas de sua comunidade, ajudando-a a pensar e a resolver seus próprios problemas”.

 

Oficina de rádio gera cidadania em Simão Dias II

Já na parte técnica do laboratório, os participantes receberam noções de linguagem radiofônica, reportagem, ‘spot”, radionovela, edição, roteiro, locução, entrevista, enquetes, campanhas educativas e outros elementos fundamentais para a atuação em rádio. “Saindo daqui, esses alunos já estão aptos a colocar em funcionamento uma rádio em suas próprias escolas e a multiplicar todo o conhecimento adquirido aqui em seu meio social”, esclareceu André Souza. Segundo a assessora do Núcleo de Integração e Projetos da Secom, Nanah Alves, a boa atuação da oficina de rádio tem despertado o interesse de diversos municípios ainda não contemplados com o Sergipe de Todos. As solicitações, de acordo com ela, serão atendidas em breve. “Vamos passar a oferecer essas oficinas para outros municípios logo depois do Sergipe de Todos de Ribeirópolis”, garantiu. Ela também destacou que, para o próximo ano, o curso não se voltará apenas para uma mídia. “Além da oficina de rádio, também ofertaremos oficina de mídia impressa”, disse Nanah. (ASN).

 

Campo do Brito: Resposta de Carlinhos do PT a Maim I

E-mail de Carlinhos do PT de Campo do Brito: “É inacreditável que tenha que vir a público para me defender, quando os que cometeram os crimes se fingem de inocentes. É, acho que sou ingênuo, coisas como essas em política nos levam a entristecer. Mas, acreditem meus algozes, minha força não está no meu frágil porte físico, está nas minhas convicções, e estas são muito fortes, pois estão dentro do meu coração e me foi dada por Deus. O site chapa branca de Campo do Brito divulgou uma resposta ao email que enviei ao www.interativ.com.br de forma agressiva e discriminatória. Eu já estou calejado disso, quem não tem argumentos para se defender, tenta inverter o foco no intuito de fugir da responsabilidade. Pelo visto não adianta lhes pedir dignidade, honradez, vergonha na cara… Estas palavras não fazem parte do dicionário de vocês. – Por que vocês não continuam onde o povo lhes colocou? Na oposição. É ridículo sair “abanando o rabo” atrás do PT, sejam sinceros ao menos uma vez na vida. A vida pregressa de vocês denuncia um modo de fazer política que em nada se parece com a ideologia do Partido dos Trabalhadores. Não preciso aqui repetir os adjetivos que o agrupamento político de vocês sempre tratou Lula e Déda. Todo tem o direito de evoluir, mas não foi o que se viu quando se tentou pela primeira vez um acordo entre o PDT de Campo do Brito e o PT. É importante que se diga que o PDT de Leonel Brizola em nada se assemelha com a conduta antiética praticada neste município. Na primeira oportunidade que vocês tiveram de exercitar a democracia, estupraram o processo eleitoral cooptando votos pela via escusa. Como dirigente histórico do PT, eu tenho a obrigação de defender o estatuto do meu partido, principalmente para que os mais jovens ainda tenham, no futuro, um refúgio para fazer política”.

 

Campo do Brito: Resposta de Carlinhos do PT a Maim II

Continua Carlinhos:Meus senhores, a assessoria de comunicação não tem legitimidade para emitir uma opinião equilibrada, já que seu papel é o de defender seu próprio pão. O desespero tomou conta do Prefeito, não tem nem um vice, quanto mais cabos eleitorais; seu discurso de austeridade foi trocado pelo do nepotismo; suas obras, feitas por João Alves, são exemplo da falta de consideração, que o diga o ex-deputado Fabiano Oliveira. Humilhação, esse é o sentimento que paira sobre seu grupo. Como pode o Partido da esperança se aliar com pessoas deste quilate? O companheiro Evairton se preparou, é digno e está pronto para conduzir nosso município para a alegria, para colocar o funcionalismo de pé, para fazer nossos jovens praticar esportes, e nosso povo ter renda, seja na agricultura ou na indústria. A Ascom (ou deveria chamar de Aspone) me chama de forasteiro. Como diria um amigo meu: – Parente agente não escolhe, atura. O mesmo eu digo de quem mora no lugar que ama, quem nasce tem que ser aturado, mas aquele que opta, o faz por amor, e este é muito mais forte do que uma simples certidão de nascimento. Aliás, por falar em papel, eu tenho um: o Título de cidadão britense, outorgado a mim, por unanimidade, pela Câmara de Vereadores. Vocês me magoam bastante quando me jogam na cara que eu não posso falar porque não nasci no território de Campo do Brito. Pensem um pouco maior, observem que é raro nascer alguém hoje nesta cidade por falta de uma maternidade, vejam a mediocridade de suas palavras. Já pensou se cada cidadão que mora aqui não votasse mais em vocês seria o fim político, mas o vosso costume não é considerar as pessoas e sim comprá-las”.

 

Campo do Brito: Resposta de Carlinhos do PT a Maim III

Conclui o petista: “Eu não agrido o Prefeito, é que ele não me ouve e teima em fazer mazelas no município. Já resolveu o problema da lixeira? Do ginásio? Do Complexo? Do nepotismo? Do Parque ecológico? do Riacho Lomba que ele matou com seu curtume? Ora, só chamou os concursados porque eu fui até a Promotoria denunciar. Da mesma forma ainda não derrubou as árvores. Senhores agradeçam-me, vocês não estão pior por minha causa, eu os vigio. Nós queremos aliança com quem pensa como nós, queremos até o voto de vocês para o nosso candidato, mas daí a apoiar isso que está aí, é jogar na lama tudo que construímos. Lula e Déda, citados na sua resposta foram apoiados. Como será que estão pensando seus aliados (ou comprados) de mais essa decisão unilateral do Prefeito, colocar a Vereadora como vice é mais humilhação, até quando (ou quanto) eles vão agüentar. Casar sem amor é jogar fora a vida, com dinheiro ou sem ele o tempo passa. Eu prefiro ficar sem o dinheiro de vocês e viver feliz de pé do que passar meus últimos dias de joelhos. Eu não nasci nem fui criado para ser escravo. Pelo fim da prostituição eleitoral de Campo do Brito lutaremos sempre. Podem me processar mais uma vez, Deus está comigo e a verdade prevalecerá. Que o povo de Campo do Brito julgue se eu estou falando a verdade quando digo que aqui o voto é no dinheiro ou se sou um mentiroso. Espero que este meu sonho de dignidade e amor ao próximo, de um Campo do Brito para todos, não seja só meu, tenho certeza que não é. Ele alimentará e dará força para que todos se levantem e gritem a uma só voz: Liberdade Já”. Carlinhos do PT.

 

Frase do Dia

“…que não seja eterno, posto que é chama, mas, que seja imortal, infinito, enquanto dure…” Do poeta Vinicius de Morais, para homenagear o Dia dos Namorados.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários