Boca torta

0

Não é justo culpar o atual governo como responsável único pela crise financeira do Executivo, pois ela vem de longos anos. Também não é correto responsabilizar os servidores pelo fracasso das administrações passadas, elegendo-os agora como bodes expiatórios e punindo-os com a retirada de direitos adquiridos. O governo acerta em procurar saídas para o arrocho, mas peca quando insiste em não ser transparente sobre a realidade financeira do Estado e não apresenta estudos consistentes sobre as duras medidas que pretende tomar. Como acreditar em quem fala em modernizar a máquina administrativa quando não se privilegia o cortar regalias, a exemplo dos caros jetons que sempre foram pagos a secretários e apadrinhados do governador de plantão? Por que, mesmo atolado em dívidas, o Executivo insiste em conceder incentivos fiscais a empresas que pouco contribuem com o aquecimento da economia, além de se recusar a modernizar a estrutura fazendária, implantando uma arrojada campanha contra a sonegação de impostos. Talvez por falta de competência – e para preservar os gordos salários e as regalias -, alguns iluminados que cercam Jackson Barreto (PMDB) prefiram vê-lo fumando o mesmo cachimbo que botou tortas as bocas dos ex-governadores.

Braços cruzados

Evite procurar uma repartição estadual nas segunda e terça da próxima semana. É que nestes dias, os servidores estaduais estarão em greve para condenar o pacote de maldades que o governo pretende aprovar contra eles. Reunidos ontem na sede da CUT, os líderes sindicais decidiram pela paralisação e mobilização da categoria visando convencer os deputados a não aprovarem o corte de direitos adquiridos pelos servidores ao longo dos anos.

Audiência marcada

Após receber o diploma da Justiça Eleitoral como governador reeleito de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB) foi cercado por dirigentes dos sindicatos representantes dos servidores. Depois de ouvi-los, o peemedebista garantiu que os receberá na próxima segunda-feira, visando discutir possíveis mudanças nos projetos de reforma administrativa em tramitação na Assembleia.

Recado às viúvas

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Dias Toffoli, mandou ontem um recado às “viúvas” do presidenciável derrotado Aécio Neves (PSDB): "Não haverá terceiro turno na Justiça Eleitoral. Que os especuladores se calem. Não há espaço para cassar o voto de 54.511.118 eleitores”, disse Tóffoli, durante a diplomação da presidente reeleita Dilma Rousseff (PT).

Cortando prego

Embora tendo sido diplomados ontem, vários deputados estaduais reeleitos não estão certos que assumirão os mandatos. A Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe reúne hoje a imprensa para falar sobre a ação ajuizada contra aqueles que fizeram mau uso das subvenções parlamentares. Eles são acusados de terem repassado os recursos para entidades filantrópicas de fachada e controladas pelos próprios familiares, caracterizando lavagem de dinheiro. Tem gente dormindo à base de Lexotan.

Bares cheios

Na contramão da crise econômica apregoada pelos estudiosos da economia brasileira, bares e restaurantes estão bombando nestes últimos dias de 2014. Alguns estabelecimentos estão, inclusive, reservando mesas para evitar filas nas portas. Movimento idêntico é registrado nos shoppings de Aracaju, onde está difícil se conseguir até uma vaga para estacionar o carro. “Homi seo Menino”, que Brasilzão cheio de contrastes!

Na SSP

Circula nos corredores do Palácio do Governo a informação que o deputado federal Mendonça Prado (DEM) pode ser o próximo secretário da Segurança Pública. Durante a campanha eleitoral, Mendoncinha se aproximou muito do governador Jackson Barreto (PMDB) e deve deixar o DEM tão logo fique sem mandato. Além disso, o deputado tem uma excelente relação com os policiais, frutos de seu trabalho parlamentar em favor da categoria.

Nome sujo

Os mais de 15 mil proprietários de veículos em Sergipe com pendências no pagamento do IPVA podem ficar com o nome sujo na praça. Quem deve o imposto de 2009 a 2013 e não pagar até o final deste ano, terá os CPF/CNPJ inscritos no Serasa e no Cadastro de Inadimplentes Estadual. A ameaça está sendo feita pela Secretaria Estadual da Fazenda. Que tal vender o calhambeque para pagar o IPVA?

Mais tempo

Uma boa notícia para o homem do campo: O Contran adiou o prazo para emplacamento de máquinas agrícolas. Agora, os proprietários têm até 31 de dezembro de 2016 para emplacar tratores e outros equipamentos agrícolas que transitam em vias públicas. Anteriormente, a data limite fixada pelo órgão era o próximo dia 31. Segundo o Contran, o objetivo da medida é possibilitar a adequação do Renavan e dos sistemas estaduais para receber as novas informações.

Não apareceu

O deputado federal André Moura (PSC) não compareceu à solenidade de diplomação, realizada ontem no Teatro Tobias Barreto. No mesmo horário do evento, ele estava reunido com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), pedindo votos para o candidato a presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB). André fez bem, pois a plateia da festa de diplomação lhe reservou uma sonora vaia que, mesmo na ausência do deputado, foi executada com maestria. Vixe Maria!

Latas velhas

O Movimento Não Pago promove manifestações hoje contra o exagerado reajuste no preço da tarifa dos ônibus de Aracaju. Estão previstos um ato público em frente à Prefeitura e uma manifestação na Praça Camerino. O Movimento não se conforma que os vereadores tenham aprovado o aumento de 14% a toque de caixa e repique de sino. Ontem, no terminal da Zona Norte, um cidadão rogou uma praga nos vereadores: “Espero que um dia, eles precisem andar nestas latas velhas pra ver o que é bom pra tosse!”. Cruz credo!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju em 19 de abril de 1873

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais