Cabaré de luxo

0

Os últimos acontecimentos políticos em Brasília têm aumentado as semelhanças entre o Congresso Nacional e um bordel de luxo. No cabaré, a meretriz abre as pernas por dinheiro, tal qual os deputados e senadores, que se arreganham para o governo em troca da liberação de milionárias emendas. Como as garotas-de-programa, a maioria de Suas Excelências adora atuar por trás das cortinas, no escuro, debaixo dos lençóis. Quando acena com mimos para os políticos que aceitem salvá-lo da degola, o ainda presidente Michel Temer (PMDB) parece aquele cliente endinheirado procurando a prostituta mais safada no escurinho do rendez-vous. E os partidos políticos têm cara de cafetões à cata de clientes dispostos a pagar por momentos de luxúria. Qual a diferença entre uma fogosa quenga e um parlamentar que vota em troca de milionárias propinas pagas pela JBS? Danado nisso tudo é que os congressistas, em sua grande maioria, pensam serem pais e mães dos brasileiros, vistos por eles como um bando de filhos da puta.

Fuleiragem

Interessante como as “falhas técnicas” do Banese acontecem geralmente em dia de pagamento dos servidores estaduais. Ontem, quem trabalha na Secretaria da Saúde, fundações e autarquias entrou em pânico ao perceber que os salários atrasados não tinham sido depositados. O Banese, no entanto, não deixou de descontar as parcelas dos empréstimos consignados, inclusive daqueles coitados que não tinham suficiência de saldo. Homem, vôte!

Eleição suspensa

Marcadas para hoje e amanhã, as eleições para a diretoria do Sindisan foram suspensas pela Justiça. A ação contra o pleito no sindicato dos trabalhadores da Deso foi movida pela Chapa 2, que alegou não ter recebido em tempo a relação atualizada dos votantes. Segundo a direção do Sindisan, a suspensão da eleição causou sérios prejuízos à entidade.

Porta aberta

Antes limitado, o WhatsApp agora permite enviar dados em qualquer extensão, desde que com limite de tamanho de 100MB (Android) e 128MB (iOS). A novidade está sendo liberada aos poucos para os usuários. A nova versão do app também permite enviar fotos em alta qualidade, sem que elas sejam reduzidas, como acontecia antes. Esta informação é da Folha de São Paulo.

Todos querem

Políticos governistas se acotovelam para serem o parceiro de chapa do governador Jackson Barreto (PMDB) na disputa pelas duas vagas do Senado. Entre outros, querem concorrer ao lado de JB o presidente do PT, Rogério Carvalho, o ex-prefeito de Canindé, Heleno Silva (PRB), o deputado federal Laércio Oliveira (SD) e o ex-prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT).

Trem da alegria

Você sabia que dos mais de 700 servidores da Câmara de Aracaju cerca de 600 são ocupantes de cargos comissionados? Resta saber onde está aboletada tanta gente, pois as instalações do Legislativo municipal não cabem nem a metade. Pior é que essa farra toda é paga pelos contribuintes aracajuanos. Marmenino!

Conta gotas

O governo de Sergipe paga amanhã (13) integralmente aos aposentados e pensionistas que recebem até R$ 3,5 mil. Aqueles com vencimentos superiores a R$ 3,5 mil recebem esse valor também nesta quinta. Não há data para o governo pagar a segunda parcela das aposentadorias e pensões referente ao mês passado. Que miserê!

Alegria da sanfona

Vítima de um infarto na última segunda-feira, o cantor Erivaldo de Carira passa bem. Ele foi submetido a um cateterismo cardíaco de urgência, seguido de angioplastia com implante de stent. Boletim médico do Hospital de Cirurgia informa que o forrozeiro sergipano se encontra consciente, estável, assintomático e respondendo bem ao tratamento. Melhoras, amigo!

Donas da grana

As secretárias Eliane Aquino (Assistência Social), Cecília Leite (Educação) e Waneska Barboza (Saúde) comandam os maiores orçamentos da Prefeitura de Aracaju. Esta informação foi dada pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) ao empossar a nova titular da saúde. Segundo ele, Waneska gerencia um orçamento anual de R$ 550 milhões, Cecília administra R$ 250 milhões e a vice-prefeita Eliane é a gestora de R$ 70 milhões.

Mordomo é o suspeito

Na novela mexicana estrelada pela Câmara dos Deputados e o governo federal, o grande suspeito é justamente aquele mordomo que trabalha terceirizado em filmes de terror. Dizem que, por causa disso, os garçons do Palácio do Planalto já não o temem, a ponto de servi-lo café frio e água quente. Misericórdia!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Folha da Manhã, em 21 de abril de 1938

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários