Cabidão de empregos

0

Proporcionalmente, A Assembleia é a entidade pública que mais esbanja cargos em comissão no Estado. São mais de 1.500 apadrinhados para atender aos 24 deputados. Muitos destes comissionados recebem gordos salários e, provavelmente, nem aparecem no Legislativo. Segundo publica hoje o Jornal da Cidade, a folha de pessoal do Parlamento sergipano aboleta 2.151 pessoas, dos quais apenas 373 são servidores efetivos. Para se ter uma idéia de como se desperdiça recursos públicos em Sergipe, somente em 2015 o quadro de comissionados da Assembleia cresceu exagerados 22%. Quer dizer, se a diretoria do Legislativo convocasse todos os apadrinhados para uma reunião, a Casa não comportaria tanta gente. E mais: levantamento feito pelo Jornal da Cidade junto à Secretaria da Fazenda mostra que, no ano passado, o orçamento previsto para o Legislativo foi de R$ 188,6 milhões, porém as receitas e despesas no mesmo período chegaram a R$ 200 milhões. Percebe-se, portanto, que não há dinheiro que chegue para bancar esta escandalosa farra, custeada com o suor dos contribuintes. Uma vergonha!

Tortura nunca mais

O governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), prestará depoimento à Comissão Estadual da Verdade. Vai recordar os tristes episódios ocorridos na década de 70, durante a fatídica Operação Cajueiro. Será amanhã, a partir das 11h, no auditório do Museu da Gente Sergipana. Nesta terça, os integrantes da Comissão ouvem Delmo Naziazeno e Milton Alves. Estes depoimentos são importantes, particularmente pelo papel educativo e didático.

Sem papo

E o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado (PSDB), não tem obtido sucesso em suas tentativas de conversar com o senador Eduardo Amorim (PSC). Machadão pretende explicar a rasteira que a direção nacional tucana deu em Amorim, mas este tem corrido as léguas. O senador traído só pensa em disputar a Prefeitura da capital para derrotar o prefeito João Alves Filho (DEM). Foi justamente o demista, juntamente com o ex-governador Albano Franco (PSDB), o principal articulador da rasteira tucana em Amorim.

Longe da crise

Com um faturamento de R$ 1,8 bilhão em 2015, o grupo sergipano Maratá não sabe o que é crise econômica. Ao contrário, segue investindo forte para aumentar seu portfólio de 80 produtos, com cerca de 480 variedades. Segundo o diretor Antônio Carlos Borges, das seis indústrias controladas pelo grupo, a de milho foi a que apresentou maior crescimento no ano passado: exagerados 35%. Responsável pela geração de 4 mil empregos diretos, A Maratá tem o café como carro chefe.

Gota nos EUA

A Pimenta Gota é o que se pode chamar de a vedete do grupo. Produzindo mensalmente 2,7 milhões de garrafinhas com 150ml, a Maratá é líder absoluta na venda deste condimento nos mercados do Norte e do Nordeste, tendo se destacado na região Sudeste. É possível encontrar a Gota até em supermercados de Miami (EUA). “Não a importamos. Alguém a compra no Brasil para revendê-la nos Estados Unidos”, explica o diretor Carlos Borges.

Festa adiada

O lançamento do livro “O Novo Código de Processo” e a formatura da turma de 2015 do Instituto Luciano Barreto Júnior (ILBJ) foram adiados. Os dois eventos não mais ocorrerão na próxima sexta-feira, porque problemas de saúde inviabilizaram a presença do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal. Ele é autor do livro a ser lançado e dá nome à turma de formandos do ILBJ.

Novo líder

Por determinação do diretório municipal do PSB, o vereador Lucas Aribé deixou a liderança do partido na Câmara de Aracaju. Foi substituído pelo vereador Bertulino Menezes. Segundo a direção do partido, este rodízio permite que os parlamentares pessebistas tenham a oportunidade de liderar o grupo.

Na terrinha

O senador Paulo Paim (PT) estará em Aracaju quinta-feira próxima. Vem presidir no plenário da Assembleia uma audiência pública sobre o Projeto de Lei liberando a terceirização para as atividades-fim das empresas. De autoria do ex-deputado federal Sandro Mabel (PR), a matéria tem provocado reações contrárias do movimento sindical, por tornar ainda mais precárias as relações de trabalho. Paulo Paim é o relator do Projeto e luta contra a sua aprovação. Tá certo!

Cara nova

E o portal da Assembleia Legislativa de Sergipe está de cara nova. Bem mais arejado do que o anterior, o novo site traz notícias sobre as atividades dos deputados dentro e fora do Parlamento, além de informações sobre funcionamento da Casa, legislação, transparência, servidores e comissões parlamentares. Ponto para o diretor de comunicação, radialista Marco Aurélio.

Bate firme

O prefeiturável Valadares Filho (PSB) tem afinado o discurso que usará na disputa pela Prefeitura de Aracaju. O alvo preferível do jovem parlamentar é o prefeito e candidato à reeleição João Alves Filho (DEM). “A administração dele é atrasada, não tem criatividade para inovar e lhe falta credibilidade para buscar novas parcerias”, fustiga Vavazinho. Misericórdia!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 3 de abril de 1872

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários