CAEM AS MÁSCARAS

0

Aos poucos vão caindo as máscaras de muita gente que é vista como político sério e que se coloca acima de qualquer suspeita. Aos poucos as denuncias vão se aprofundando e, de forma sucessiva, começam a aparecer declarações que comprometem muitos parlamentares e confirmam o que disse o deputado federal Roberto Jefferson. Há sujeira de todos os lados, que se iniciou com a estratégia de querer afastar o parlamentar petebista da Câmara Federal, com a denuncia das propinas nos Correios e Telégrafos e em outras estatais. Com a lama no pescoço, Jefferson está levando com ele muita gente que se imaginava séria na cúpula do Planalto e dentro do Partido dos Trabalhadores. Hoje, petistas não tanto estrelados, já estão querendo uma reforma no comando da legenda, para que não seja jogada, nesta sujeira, toda a identidade de uma sigla que pregou a ética na política, lutou contra a corrupção e chegou no poder como a ultima esperança de promover uma limpeza moral e social em uma Brasil de tantas contradições.

 

Em Sergipe já se fala com absoluta certeza de que tem parlamentar envolvido no mensalão. Sem querer citar nomes, o deputado João Fontes (PDT) mandou recado para um dos seus colegas: “vá à tribuna da Câmara e confesse o recebimento do mensalão, como me confidenciou. Só assim chegará com a alma mais limpa e leve ao céu, fazendo o que Roberto Jefferson fez”. Fontes já disse que vai botar gosto ruim nos parlamentares sergipanos que podem estar envolvidos, pensando que ficarão impunes neste processo. Já disse que fará requerimento pedindo que eles sejam ouvidos. Evidente que se o dinheiro para apoio ao governo era distribuído com a base aliada, quem tem acesso à cúpula dos seus partidos não ficam de fora, porque também se consideram no direito de ser corrupto. Aliás, esse bolo está crescendo, o lamaçal invadindo as principais salas e é necessário passar o rodo para uma limpeza radical em toda essa sujeira que envergonha o Brasil e sua gente. Cada vez mais aumentam as denuncias e está provado que secretária e ex-mulher é um arquivo vivo que podem desnudar moralmente ex-patrões e ex-maridos. Nessa história dos Correios e do mensalão está faltando apenas um motorista e um utilitário tipo Elba, para formar o cenário do impeachment.

 

Ontem, um ilustre político sergipano declarou que as eleições do próximo ano serão excessivamente caras. E é verdade. Até os eleitores ideologicamente ativos e politicamente qualificados vão pensar duas vezes se vale a pena votar em algum parlamentar sem ter qualquer participação financeira. A denuncia do mensalão colocou todos na vala comum e a população está atenta a tudo que está acontecendo. Os corretores eleitorais vibram com isso, porque pensam em o preço do seu curral. Ainda é assim que se chama, no Nordeste, a região em que determinados políticos são votados. Tratam os eleitores como gado e o ferram com suas iniciais, como se fossem irracionais. Alimentam essa gente de ilusões e a mantém cativa através do assistencialismo barato, conservando-o sempre na miséria para que não escapem de sua área de votação. Na região urbana, principalmente na capital e nas cidades do médio porte, um envelope com um santinho e uma cédula de R$ 10,00 pode valer o voto até mesmo de uma família, que naquele dia terá condições de comprar alguma coisa para comer. E é nutrindo a miséria que se fatura mandatos.

 

É possível que a explosão de denuncias que está surgindo, a certeza de que o nutriente dessa gente de bem é o dinheiro que vem do próprio povo e a constatação de que o voto pode ser a matéria prima para fabricação de corruptos, que a sociedade comece a selecionar melhor os seus candidatos e passe a votar no Brasil e não no parente, amigo, em algum maluco beleza ou em quem compra consciência. Com esse processo de derrota da prática corruptiva, espera-se uma melhor qualificação do voto, uma escolha mais exigente e uma análise esmerada da pessoa que está merecendo a confiança da representação parlamentar. Só assim é que se consegue fazer um país mais justo para todos, com melhor divisão de renda, com mais emprego, mais saúde, mais segurança e mais educação.

 

Só assim a utopia de um novo país pode se tornar realidade…

 

COROA

O deputado federal João Fontes (PDT) sugeriu ontem ao prefeito Marcelo Déda (PT), que disse o nome do deputado que pediu 30% para liberar a obra da Coroa do Meio. João adiantou que Marcelo Déda não “aceitou a proposta indecente”. João disse que Déda contou tudo isso a ele, “na frente de outras pessoas”.

 

PERGUNTA

O deputado federal João Fontes está querendo saber quanto coube ao PTB de Sergipe dos R$ 4 milhões pagos à Direção Nacional, como confessou o deputado Roberto Jefferson. Vai querer saber, também, com quem foi distribuído esses R$ 4 milhões e contestar a informação de que o presidente Lula não sabia de nada.

 

JACKSON

O deputado federal Jackson Barreto (PTB) recebeu um telefonema de Roberto Jefferson pedindo que ele retirasse o nome da relação da CPI dos Correios. Jackson respondeu que não poderia atende-lo, usando o argumento: “como vou justificar isso lá em Sergipe”.

 

MAIS CARO

Um dos deputados estaduais já está prevendo que as eleições estaduais do próximo ano serão as mais caras de todos os tempos. “Alguns eleitores, líderes do interior, vão exigir muito mais, baseado na hipótese de que todos recebem mensalão”, disse.

 

DIRCEU

Entrevistado pelo jornal O Globo, sobre o afastamento de José Dirceu da Casa Civil, o deputado federal José Carlos Machado (PL), disse o seguinte: “O Governo deixa de ter um suspeito, e a Câmara ganha mais um”. Machado acha que o presidente Lula não gosta da classe política.

 

LULA SABIA

José Carlos Machado admite que o presidente Lula sabia de tudo o que estava acontecendo e acha que Roberto Jefferson já trouxe a opinião pública para o seu lado. “Primeiro porque tem a coragem de declarar que recebeu e segundo porque deixou quem acusou sem condições de dizer que não pagou”.

 

POLÍTICA

O governador João Alves Filho (PFL) está começando a fazer política, recebendo lideranças do interior e visitando várias cidades. Ontem ele esteve em Salgado e Arauá inaugurando obras e almoçou como prefeitos da região. Segundo o deputado Augusto Bezerra, João está começando bem.

 

NOMES

Um deputado estadual, bem entrosado na área federal, garantiu que vão aparecer, no caso do mensalão, no mínimo dois nomes de Sergipe. A opinião é generalizada quanto ao recebimento dessas mesadas para apoio a projetos do governo. Esse processo de caça aos corruptos vai varrer muita gente ruim do Congresso.

 

VIAGEM

João Fontes viajou ontem cedo a Brasília para preparar o discurso de recepção ao deputado José Dirceu, que retorna à Câmara nesta quarta-feira. João diz que vai à luta, porque acha que tem a missão de colaborar para fazer uma limpeza no Congresso, porque os parlamentares foram todos atingidos com as denuncias.

 

CORRUPÇÃO

A Folha de domingo revela que “a maioria absoluta dos petistas (65%) acredita que existe corrupção no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Esse percentual soma quase três vezes o total de petistas que não crêem na existência de irregularidades”. O índice chega a ser alarmante.

 

PALHAÇOS

Segundo nota publicada na coluna Painel, da Folha de São Paulo, também no domingo, a Associação Brasileira de Circo enviou a senadores e deputados um ofício no qual solicita que as palavras “circo”, “palhaço” e “palhaçada” não sejam empregadas para se referir aos escândalos políticos em curso.

 

ENERGIA
A bancada do Nordeste que saber do presidente da Petrobras, José Eduardo Dutra sobre os projetos da estatal para incentivar o uso de energias renováveis no Nordeste.
Os deputados vão cobrar de José Eduardo Dutra posição para que a empresa ponha em prática a produção do biodiesel.

 

ENREDO

O deputado José Carlos Machado vai entrar com requerimento junto à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara, para convocar o presidente da Codevasf. Quer que ele explique os critérios para os gastos de R$ 4 milhões, para que a Mangueira faça o enredo sobre a transposição do rio São Francisco.

 

 

Notas

 

TRANSPOSIÇÃO

A Comissão do Semi-Árido vota amanhã requerimentos de convite autoridades para audiências públicas transposição e integração das bacias hidrográficas do Semi-Árido. O deputado Edson Duarte (PV-) convida a promotora pública Luciana Cury e representantes do Comitê de Bacias do Rio São Francisco. O presidente da Comissão, deputado José Carlos Machado (PFL) quer ouvir o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), José Machado, e o ex-diretor da Codevasf, Manoel Bonfim Ribeiro.

 

ENERGIA

A bancada do Nordeste vai se reunir amanhã com o presidente da Petrobras, José Eduardo Dutra. Tratará do projeto para instalação de uma refinaria binacional no Nordeste, resultante de acordo entre a Petrobras e venezuelana PDVSA. A refinaria é disputado por Pernambuco, Ceará e Sergipe. Os deputados também vão questionar o presidente da Petrobras sobre o impacto dos royalties que a empresa de petróleo repassa aos estados e municípios nordestinos sobre o desenvolvimento humano da região.


COMPRAS

A CCJ deve votar amanhã em turno suplementar, substitutivo do senador Antônio Carlos Valadares (PSB) projeto de lei que proíbe a compra de votos, nas eleições, desde a escolha do candidato na convenção partidária e não mais a partir do registro da candidatura, como estabelece a legislação eleitoral vigente. Com base no substitutivo já aprovado é considerada venda de voto o ato de doar, oferecer, prometer ou entregar ao eleitor, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza, inclusive emprego.
 

É fogo

 

O prefeito de Aracaju, Marcelo Déda, participou da reunião da Direção Nacional do PT, no sábado e domingo.

 

Os deputados federais estão embarcando hoje para Brasília. Participam na quarta-feira da sessão em que terá a primeira participação de José Dirceu.

 

O governo está dando ponto facultativo na quinta-feira, véspera do dia de São João, para os servidores participem dos festejos juninos.

 

O deputado federal Jorge Alberto (PMDB) vem aparecendo em inserções na televisão, dizendo que assinou  todas as CPI`s e que o partido não apareceu nas denuncias de mensalão.

 

Várias cidades do interior estão com vasta programação para os dias de São João e São Pedro, que começa na quinta-feira.

 

Itaporanga D´Ajuda continuou com o movimentado festejo junino que vinha fazendo há alguns anos.

 

O presidente Lula da Silva está tomando as providências para reduzir a força do PT dentro do seu governo.

 

Com o PMDB se aproximando do presidente Lula em Brasília, não se sabe como ficará o partido em Sergipe.

 

O governador João Alves Filho continua fazendo inaugurações em várias cidades do interior e mantendo contatos com lideranças políticas.

 

O senador José Almeida Lima já viaja a Brasília e esta semana reinicia a sua atuação parlamentar. Almeida estava de licença.

 

Hoje, em um hotel da orla, o Setransp estará realizando um café da manhã para jornalistas para apresentar uma campanha sobre a gratuidade no transporte coletivo.

 

O objetivo do Setransp é reduzir o apoio de quem utiliza transporte gratuito, principalmente policiais, que geralmente também faz familiares e amigos andares sem pagar nada.

 

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais