Caem cerca de 125 aviões todos os dias.

0

Não estou louco, é verdade. Segundo relatório da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), todos os dias morrem cerca de 25 mil pessoas em decorrência de problemas relacionados com a desnutrição. Pegue sua calculadora.  Considerando uma média de 200 passageiros em aviões de vôos comerciais, o número de pessoas que morrem de fome por dia  equivale a 125 acidentes aéreos, sem sobreviventes. O mesmo relatório revela que a maior parte das vítimas são crianças. Por ano, caem cerca de 30 mil aviões carregados de criançinhas com menos de 5 anos. A FAO também divulga que, ao todo, são 800 milhões de passageiros passando pela turbulência da fome, em aviões que estão prestes a cair a qualquer momento.

O acidente acontecido recentemente com Airbus da Air France, que transportava 216 passageiros e 12 tripulantes, causou comoção no mundo inteiro. A imprensa não para de exibir matérias sobre o assunto, acompanhando de perto e publicando cada novidade surgida sobre a tragédia. Numa soma de esforços, a aeronáutica brasileira e o governo da França disponibilizaram recursos no intento de, inicialmente, salvar possíveis sobreviventes, e depois, entender o desastre para que sejam evitados novos desastres.  A ação envolve o trabalho de especialistas e a utilização de aparatos instrumentais da mais alta tecnologia, inclusive de um submarino nuclear francês, presente nas águas da costa brasileira. Um espetáculo. O mundo quer saber: onde está a caixa preta?

Eu também quero saber: onde está a caixa preta? Já foi constatado que a fome não é causada por escassez de alimentos. Pelo relatório da FAO ela é resultado das desigualdades sociais, além de fenômenos que incluem os conflitos armados e a falta de vontade política. Segundo estatísticas sobre acidentes aéreos, em apenas 5,95% dos casos o mau tempo foi considerado a causa principal do acidente. A maioria foi causada por erro humano: 67,57%. 

Erro humano. A causa dessas tragédias pode ser atribuída a erro humano. A culpa é dos comandantes? A culpa é de quem conduz o avião? Não sei. O que acredito é que, enquanto formos passageiros e tripulantes passivos dessa grande aeronave, a turbulência vai continuar, e seremos, por fim, expectadores de nossa própria tragédia. No fundo, já sabemos onde está a caixa preta.

Não percamos tempo diante de uma televisão, esperando por novidades sobre a tragédia espetacular.  Enquanto você assiste a uma matéria de 5 minutos sobre o acidente aéreo da Air France, morrem 55 crianças de fome. Mas, já nos acostumamos…, como disse o compositor Arnaldo Antunes em sua canção intitulada “Miséria”: “Fracos doentes aflitos carentes. Riquezas são diferentes. O sol não causa mais espanto. Miséria é miséria em qualquer canto”.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários