Café com Letras abre programação 2017 da SOBRAMES

0

"Uma noite radiante!" Foi o comentário geral do grande público que se fez presente para prestigiar a abertura oficial da programação 2017 da SOBRAMES Sergipe,

Jackson da Silva Lima e Samuel Albuqerque (IHGSE)

ocorrida na última quarta-feira, 22 de fevereiro, na Sociedade Médica de Sergipe, Na quarta edição do Programa Café com Letras, uma  emocionante homenagem a duas personalidades sergipanas inesquecíveis: Marcos Prado Dias e Wagner da Silva Ribeiro, já falecidos.
    Marcos Prado foi o fundador da SOBRAMES em nosso estado, no ano 2000, e o seu primeiro presidente até 2008, quando teve de se afastar por motivo de doença que o levou a óbito quatro anos depois. A confraria dos médicos escritores ficou órfã daquela data em diante, até o ano de 2013, quando foi reativada por iniciativa do vice-presidente regional Luiz de Gonzaga Braga Barreto, de Pernambuco, que veio ao nosso estado com essa missão, atendendo a um apelo do presidente da SOBRAMES de então, o paranaense Sérgio Pitaki. A partir dali, assumimos o comando da entidade, onde permanecemos agora num segundo mandato, mantendo acesa a sua chama, forte e vibrante, com mais de 60 associados, promovendo encontros literários, saraus, tertúlias, debates, participando de feiras literárias, lançando livros e marcando uma forte presença em quase todos os eventos literários e culturais do Estado.
      Em reconhecimento ao seu trabalho à frente da Sociedade,  a assembleia geral dos associados, por unanimidade, conferiu a Marcos Prado Dias, o título de Presidente de Honra da SOBRAMES Sergipe. Na sessão desta quarta-feira foi lançado o inédito livro “2013 – O ano da Educação” , um resumo de suas principais realizações à frente da Secretaria de Estado da Educação, em Sergipe.
      Em seguida, a homenagem ao jurista, escritor e poeta helenista Wagner da Silva Ribeiro, membro da Academia Sergipana de Letras e recentemente falecido, foi emocionante. O historiador, escritor e crítico literário dos mais festejados em Sergipe Jackson da Silva Lima, fez o panegírico do enfocado,  ressaltando o lado humanista dele e a qualidade de sua poesia, destacando-o como um dos maiores poetas  órficos do Brasil e um gênio da palavra, um verdadeiro artista do verso, na sua expressão.
      O recinto do salão de eventos da SOMESE esteve completamente lotado por sobramistas e seus convidados, além de familiares dos homenageados. Foi pequeno para tanta gente!

      Um registro especial para as instituições que estiverem presentes por seus presidentes e membros diversos: Academia Sergipana de Letras ( José Anderson Nascimento Silva), Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe ( Samuel Albuquerque), Academia Sergipana de Medicina ( Paulo Amado Oliveira), Federação Brasileira de Academias de Medicina (José Hamilton Maciel Silva), Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe ( Osório de Araújo Ramos Filho), Unicred Aracaju ( Jorge Viana),  Sociedade Médica de Sergipe (José Aderval Aragão), Aliança Francesa (Ildete Caldas), Movimento Cultural Antonio Garcia, da Academia de Letras (Jane Nascimento), entre outros.
      Aproveitei ainda a sessão para relembrar fatos do I Congresso Brasileiro de Médicos Escritores, ocorrido em Teresópolis, no ano de 1966, cujos anais foram resgatados em livro graças ao ao Dr. Luiz Fernandes Soares (RS), ex-presidente da SOBRAMES e maior historiador e memorialista brasileiro quando o assunto é SOBRAMES. O seu trabalho investigativo (Anais do Jubileu – I Congresso de Escritores Médicos ), é uma obra de suma importancia e nos trouxe a oportunidade de saber que, entre os 22 participantes daquele histórico conclave, dois eram sergipanos: Renato Mazze Lucas e Alberto Fonseca Sant'Ana.

       De fato, uma noite radiante para a SOBRAMES Sergipe. Que venham outras!

Comentários