Caldo de traíras

0

Sem os votos de alguns dos deputados chamados por ele de traíras, o governador Marcelo Déda (PT) verá rejeitado novamente o projeto que autoriza o estado a contrair o empréstimo de R$ 727 milhões. Em 2012, no calor da derrota para a escolha da Mesa do Legislativo, o petista chamou os deputados que lhe deram as costas de traidores, peixes de águas turvas. Indignado, o cardume migrou de vez para as águas controladas pelos irmãos Amorim, onde ganhou musculatura e afiou os dentes, com os quais tem aplicado dolorosas mordidas no lombo do Executivo. Faminto financeiramente, o governo não mede esforços para conseguir o apoio de, no mínimo, três oposicionistas ao projeto de empréstimo. Seria o suficiente para fazer um bom caldo de traíras. Vai precisar, contudo, de boas iscas se quiser degustar a saborosa carne desse peixe voraz e muito bom de briga. Ademais, mesmo logrando êxito na pescaria, deve ter muito cuidado na hora de degustá-lo para não se engasgar com as afiadas espinhas.

Convencimento

O governador Marcelo Déda (PT) se reuniu ontem com parte dos deputados da situação para discutir o projeto de empréstimo. Também conversou sobre o assunto com o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), e o vice deste, José Carlos Machado (PSDB). Hoje, o petista se reúne com a presidente da Assembleia, Angélica Guimarães (PSC), para informar que pretende convocar o parlamento extraordinariamente nos próximos dias.

Impasse

As empresas de ônibus da capital reivindicam do prefeito João Alves Filho (DEM) um bom reajuste para o preço da tarifa. Por outro lado, os usuários do sistema de transporte coletivo exigem que as latas velhas sejam substituídas por ônibus confortáveis e seguros. Que dilema para o demista, hein?

Velhaca

E a secretária da Saúde de Aracaju, deputada Goretti Reis (DEM), abriu o verbo ontem contra a administração municipal passada. Durante entrevista coletiva, disse ter encontrado a Secretaria em petição de miséria, devendo mais de R$ 50 milhões. “Tenho sido chamada de velhaca pelas dívidas que não fiz”, afirmou Goretti.

Formatura

Uma grande festa marca hoje a formatura de 1,6 mil adolescentes educados para a vida pelo Instituto Luciano Barreto Júnior. A solenidade, que acontecerá às 19h, no Espaço Emes, também abre as comemorações pelos 10 anos da instituição mantida pela Construtora Celi. Quem já confirmou presença no evento foi o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Vaga de rei

Quer ser um soberano de coroa na cabeça e cetro na mão? Pois candidate-se a Rei Momo de Aracaju. A disputa pelo cargo está aberta e os interessados devem se inscrever na Funcaju. Exige-se dos candidatos desenvoltura, descontração, charme e disposição para acompanhar a programação carnavalesca de Aracaju. O mesmo é exigido das candidatas a Rainha do Carnaval. Tá nessa?

Destemido

“Não pense o senador Eduardo Amorim (PSC) que as agressões encomendadas a terceiros comprometidos com a sua causa contra Sergipe me intimidarão”. O aviso é do também senador Antônio Carlos Valadares (PSB). Ele promete continuar alertando a população “sobre quem trabalha sorrateiramente para inviabilizar o desenvolvimento de Sergipe”. Misericórdia!

Aproveitada

O Jornal da Cidade publica hoje o seguinte: “Ninguém entendeu porque a enfermeira Flávia Brasileiro, presidente do Sindicato dos Enfermeiros de Sergipe, não foi aproveitada pela secretária da Saúde de Aracaju, Goretti Reis. Flávia teve papel ativo nas críticas à saúde, gerando desgaste ao governo estadual. Depois, foi candidata a vereadora, mas, por enquanto, está esquecida. O que terá acontecido?”. Sabe-se lá!

Rejeição

Lideranças do PMDB sergipano começam a reagir contra o retorno do deputado federal Almeida Lima (PPS) às fileiras peemedebistas. Acham que ele já esteve no PMDB, não contribuiu com o fortalecimento da legenda e ainda saiu atirando pra todos os lados. Na verdade, os insatisfeitos temem perde uma vaga de deputado estadual para Almeidinha, que diz ter cansado de Brasília.

Lixo

A Prefeitura de Aracaju pode substituir a empresa Torre pela Extre Ambiental na tarefa de coletar o lixo da capital. Pelo menos é o que divulga o site nenotícias, pertencente ao radialista e deputado estadual Gilmar Carvalho (PR). Segundo o portal, a mudança, prevista para este primeiro trimestre, “atenderá compromissos assumidos durante a campanha eleitoral de 2012”. Aguardemos, portanto!

Do baú político

A coluna publica hoje uma história política lembrada pelo experiente jornalista Luiz Eduardo Costa: Luiz Garcia, quando governador, por conta de um piscar de olhos, transformou em vítimas quatro radialistas, que foram violentamente espancados pela Polícia. Ele estava no Palácio quando chegou um major do seu gabinete militar dizendo-se revoltado com os radialistas que faziam na rádio Jornal o programa Risolândia. No entender do PM, eles estavam achincalhando, insultando a pessoa do governador, e por isso iria aplicar-lhes uma surra. Garcia o proibiu terminantemente, mas, quando o major se afastava decepcionado, vislumbrou o governador, que dava uma piscada de olhos. Logo interpretou o gesto como uma forma de desautorizar a proibição. Luiz tinha o sestro de piscar olhos, que transmitiu aos seus filhos. Por conta da piscadela do governador, os quatro radialistas foram levados para a periferia de Aracaju e apanharam mais do que pandeiro em samba.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários