Campanha 2010, Internet e eleitores

0

A revista mensal Piauí (quem gosta de uma boa leitura não pode deixar de ler) deste mês publica uma matéria com o título “Pancadaria na rede”, com um completo diagnóstico sobre a campanha eleitoral na Internet e principalmente nas redes sociais. A matéria mostra que restrições legais, receio de fazer doações on-line e infraestrutura precária impedem que a Internet ocupe um lugar relevante nas eleições presidenciais. Enquanto a modernidade não chega, usa-se o meio para insultar e desmoralizar o adversário. A matéria tem várias páginas, mas o blog selecionou alguns pontos:

 

De 25% para 52% – Há quatro anos, em 2006, menos de 25% dos brasileiros tinham acesso à rede. Nesse curto espaço de tempo, o número de usuários no país quase dobrou., sobretudo graças a entrada das classes C e D no mundo virtual, que hoje correspondem a 52% dos internautas brasileiros. Com isso os brasileiros “invadiram” as redes sociais.

 

De “off-line para on-line” – É a reboque desse arrastão digital que a nova ação política se enquadra. No final do ano passado, a revista de Sociologia e Política publicou um estudo sobre a importância da Internet nas eleições que aponta a transformação da militância tradicional de “off-line para on-line”.

 

Efeito positivo ou não – “Se o efeito disso é positivo ou não para a democracia, ainda não se sabe”, disse Marcelo Coutinho, um dos autores da pesquisa, professor da FGV. “Mas o que se constata é que não há um incremento do debate político, mas apenas uma repetição de ideias que já circulam pela rede”.

 

Tuitagem coletiva – A matéria relata histórias de coordenadores das campanhas de Dilma, Serra e Marina, com alguns casos de “pancadaria” na rede, inclusive com falsas declarações e tudo mais. Eles organizam “flash mobs – concentrações-relâmpago convocadas através da blogosfera –  uma arma poderosa de contra-ataque, além da chamada “tuitagem coletiva” como estratégia de ataque ou defesa.

 

Dilma contratou empresa que trabalhou para Obama – A matéria mostra ainda que a candidata Dilma contratou a empresa Blue State Digital (ela faz, entre outras coisas, fatiar o banco de dados ligando eleitores com os mesmos interesses, culturais, profissional e padrão de consumo) que trabalhou na campanha de Obama, com a expectativa que o efeito de lá, se repetiria no Brasil. Mas não aconteceu por vários fatores, entre eles, que lá, os desafios dos marqueteiros eram de ordem política e não ideológica. Lá o deságio maior era levar as pessoas a sair de suas casas para as zonas eleitorais, já que o voto não é obrigatório. Foram 27 milhões de pessoas a mais, se comparada com a eleição anterior.

 

Papel da Internet – O papel que a Internet desempenhará nas eleições presidenciais ainda é incerto. Como a experiência é inédita, mesmo os analistas mais aventureiros acreditam que aposta seja mera especulação.

 

Momento on-line já aconteceu – Mas há um consenso para quase todos os especialistas, o grande momento da articulação política on-line aconteceria nos dois primeiros meses da campanha, antes da estréia da propaganda eleitoral gratuita. A partir daí, com os candidatos diariamente na televisão, e no rádio, a eficiência da rede perdeu importância.

 

Internet X Televisão – Isso porque a televisão chega a todos os eleitores, e a Internet não. Uma pesquisa recente feita pelo Datafolha mostrou que apenas 7% dos brasileiros usam a Internet para se informar sobre seus candidatos. A maioria (65%) ainda prefere a televisão e os jornais (12%).

 

Campanha na Internet não muda voto da maioria – Outra enquete, conduzida pelo portal UOL, no começo de julho, perguntou a 2.880 internautas: “Você acha que a campanha na Internet pode mudar o seu voto?”. Ao todo, 76% deles responderam que não.

 

Credibilidade alta – Em levantamento do Vox Populi 40% das pessoas, consideraram a credibilidade da Internet “muito alta”, só perdendo para o rádio. Quem repete o que acreditamos tende a contar com nossa confiança.

 

O blog publicou parte desta matéria para suscitar, entre os leitores o debate e alguns questionamentos. Aqui em Sergipe as redes sociais estão sendo usadas para disseminar apenas idéias e a chamada “pancadaria” ou para debates sobre programas político-administrativo?

 

Bosco Costa e Antônio Passos juntos

Calma, caro leitor! Não se assustem, os dois adversários históricos do interior sergipano (Bosco é de Moita Bonita e Passos de Ribeirópolis, mas seus grupos fazem oposição nos respectivos municípios) não estão no mesmo palanque, pelo menos por enquanto. Porém, quem chega ao município de Glória se depara com várias propagandas dos dois juntos. Parecem irmãos siameses. É que lá o ex-prefeito Zico, apóia os dois. Pelo jeito o Zico, é craque na política para apoiar dois políticos tão antagônicos.

 

Sobre São Cristovão

Ontem, 25, o blog recebeu diversos comentários por conta de um e-mail publicado de um leitor sobre o quadro em São Cristovão. A posição do blog: O prefeito Alex Rocha não esconde que apoia Déda para governador e Wanderlê para deputado estadual. Acontece que, o secretário Valdione de Sá, é um dos coordenadores de João Alves e o seu pai Lauro Rocha é filiado ao DEM.

 

Alex deve mandar o pai viajar e exonerar secretário

O que Alex não poderia deixar é Valdione como secretário e exigir do seu pai que não atrapalhe a sua administração, afinal o governador Déda, tem umas trinta obras na nossa cidade. Inclusive seu pai anda espalhando lá que Déda é quem prejudica a administração do seu filho e, que ele será prefeito de um mandato, por causa do governador. O governo é o maior responsável pelas obras que estão sendo feitas em São Cristovão.

 

Omissão do prefeito deixa duvida

Segundo informações de bastidores parece que o governador anda chateado com a omissão do prefeito, que está permitindo esse jogo sujo aqui e não toma uma providência. Não se pronuncia oficialmente. Será que ele deve a cabeça a Valdione?

 

Sobre o atentado I

Passada a correria e o choque de informações, é preciso avaliar cautelosamente as possibilidades que poderiam ensejar um atentado daquela espécie. O blog acredita que algumas informações sobre o atentado, foram colocadas na imprensa muito mais com intuito de confundir que o de esclarecer.

 

Sobre o atentado II

Por dedução lógica, aquele crime só poderia ocorrer por motivação pessoal ou eleitoral. Apressadamente descartaram a possibilidade de crime eleitoral, mesmo sendo sabedores que não havia e não há elementos suficientes, para que se possa descartar qualquer hipótese. 

 

Sobre o atentado III

Falou-se em reação de facções do crime organizado e etc. Ora se o crime organizado tivesse que reagir em Sergipe, o alvo seria primeiramente contra os que à frente das polícias civil e militar, desempenham um trabalho incansável para combatê-los, ou em última hipótese, contra o presidente do Poder Judiciário. Jamais o presidente do TRE.

 

Sobre o atentado IV

O Dr. Luiz Mendonça, tem um perfil destemido e por onde atuou profissionalmente deixou sua marca. É possível que também imprima essa marca, nas suas atividades pessoais, desempenhadas no dia-a-dia. Caberá muito mais a ele, que a qualquer investigação, recapitular suas últimas ações profissionais e pessoais, e analisar quais dos envolvidos nestas ações, sentindo-se prejudicado, reagiria de tal forma.Nas atividades que desenvolve, muitos se sentem prejudicados, mas a capacidade de reagir de tal forma, poucos a possuem.

 

E a segurança para a sociedade?

Que o atentado a vida do presidente do TRE é grave, ninguém discorda, mesmo porque foi um atentado a uma vida humana. Todos nós seres humanos têm o direito a segurança. Agora o que não pode é politizar o episódio e muito menos aproveitar para pedir segurança pessoal para os que estão envolvidos no pleito eleitoral que se aproxima. Quem necessita de segurança é a população de Sergipe. Se forem designados policiais militares para todos que trabalham no pleito eleitoral vai faltar segurança para o povo.

 

Oposição convencida

O deputado estadual Francisco Gualberto mostrou que até mesmo os candidatos que fazem oposição ao governador Marcelo Déda já estão convencidos de que a eleição majoritária de outubro será vencida pelo petista. Exemplo disso é o deputado Venâncio Fonseca (PP), que vem distribuindo um panfleto de campanha onde reafirma seu desejo de continuar atuando no bloco de oposição na Assembleia Legislativa. “Está convencido. Ele diz que quer ser reeleito, e eu torço por isso, para poder continuar fiscalizando o nosso governo e denunciando aquilo que julga não estar correto. E isso é de fato o papel da oposição”, garante Gualberto.

 

PRE/SE recorre de decisão do TRE sobre Déda

A Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE) recorreu da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) requerendo que o governador Marcelo Déda (PT), candidato à reeleição, seja obrigado a pagar multa por propaganda irregular. A PRE identificou propaganda do candidato afixada em uma casa no conjunto arquitetônico tombado do município de São Cristóvão. Além disso, a propaganda tem mais de 4m², limite previsto em lei.

 

Gautama continua inidônea

No ficha limpa do TCU, a Gautama continua considerada inidônea, segundo divulga nota de O Globo de ontem, 24 (coluna Panorama Político, Ilimar Franco). É, para quem já não se lembra, a empresa da origem do Navalha, que gerou a investigação e o processos judicial onde ainda hoje são réus o Flávio Conceição e o ex-governador João Alves Filho e seu filho, entre outros.

 

Sobre comentários postados

Neste período eleitoral, além dos comentários de leitores já conhecidos, são postados comentários de outros leitores, muitos deles, em defesa dos seus candidatos e atacando com termos pejorativos e acusações de desvio de dinheiro, corrupção e tudo mais. Sem provas, nada será publicado. E também os comentários com xingamentos.

 

Plenária das Mulheres Déda

Centenas de mulheres reuniram-se no Iate Clube de Aracaju na tarde de ontem, 24, em apoio ao candidato Marcelo Déda (PT). A força feminina sergipana marcou a Plenária das Mulheres, numa demonstração de que desejam que o governo da mudança prossiga no caminho da construção de um Sergipe com, cada vez mais, qualidade de vida para todos. A primeira dama, Eliane Aquino, foi a primeira a falar. Dirigindo-se as mulheres, que lotavam o Iate Clube, Eliane disse: “vocês saíram de suas casas não apenas para pedir votos para Déda e Dilma, mas para ajudar a transformar Sergipe num Estado cada vez melhor. Sou mulher, voto 13, voto Dilma e Déda, e sigo em frente”.

 

Secretaria de Estado da Mulher

Déda iniciou sua fala agradecendo ao apoio de todas as mulheres de Sergipe. “A marca das mulheres em minha vida é muito forte, minha mãe, minha mulher, minhas filhas, são minhas encarnações de Nossa Senhora Aparecida, que me protegem num círculo de amor, que me dá forças para fazer Sergipe continuar seguindo em frente”, destacou Déda. “Para tratar de assuntos específicos para as mulheres eu me compromete que no próximo mandato nós iremos criar a Secretaria de Estado da Mulher para que elas possam ter mais espaço”, disse Déda. (Da assessoria).

 

João visita municípios I

Às 8h30m da manhã de ontem, 24, uma queima de fogos de artifício anunciava a chegava de João Alves a Carmópolis. Bem disposto a caminhar e falar com o povo, foi direto para a casa do ex-prefeito, Volney Leite (DEM) e de lá, em direção à feira. João estava animado com o clima político da cidade. As pessoas saiam de casa para cumprimentar o candidato da coligação “Em Nome do Povo”.Ao chegar a feira, numa visita espontânea, os negociantes chamavam João para dar um abraço, um aperto de mão e desejar uma feliz caminhada até o dia 3 de outubro. “Eu voto no Negão, gosto dele e posso dizer que ele fez muito por Carmópolis, relatou uma eleitora de carteirinha do candidato demista, Valdomira Andrade Barroso.

 

João visita municípios II

A animação dos jovens que acompanhavam a comitiva contagiou os feirantes e consumidores. Maria dos Santos Guimarães, vendedora de cerveja disse que tem certeza que o Negão leva essa eleição, com ajuda de Deus e a força do povo humilde e trabalhador.O comerciante de carne, Wellington dos Santos, que é filho de Capela, lembrou que João Alves fez muito pelo interior e jamais abandonou o povo pobre. Ele frisou que “Com João e Maria de volta, quem ganha é o povo de Sergipe. Lá em minha casa, são oito eleitores e todos votam no Negão”. (Da assessoria).

 

A degradação humana: o tronco eleitoral  I

O blog já tinha alertado para o problema nas eleições municipais de 2008: o espetáculo desumano das pessoas contratadas para segurar bandeiras e faixas neste período eleitoral. Ontem, 24, o jornalista Allievi, aqui na Infonet  abordou o assunto com profunda exatidão. Relatou: “No domingo, na orla da Atalaia, foi digno de pena ver um batalhão de pessoas postado na calçada sob um sol abrasador das 09:00 às 15:00h empunhando bandeiras de candidatos. Por volta das 13:00h era visível o sofrimento dessas pessoas (a maioria se apoiava nos “mastros” das bandeiras para aliviar possivelmente as dores nas pernas e braços), sem contar a fome a sede que todos deveriam estar sentindo.  Nesse aspecto, não há como deixar de taxar esses candidatos de desumanos e insensíveis. Se eles estão demonstrando que têm montanhas de dinheiro para bancar suas candidaturas, por que não contratar um número suficiente de pessoas para se revezar nessa tarefa (cada uma delas seguraria a bandeira por três ou quatro horas e, logo depois, outra viria substituí-la). O sofrimento delas seria, pelo menos amenizado”. Pena que em parte do texto Allievi que politizar o problema.

 

A degradação humana: o tronco eleitoral  II

E lamentavelmente muita gente, inclusive a Justiça Eleitoral, acha normal essa degradação humana. E todos os partidos, sem exceção, apóiam este tipo de prática que deveria ser abolida das eleições. Só deveria ser permitido o militante ou o simpatizante (não remunerado) ficar com a bandeira. Mas uma pessoa receber alguns reais para passar todo o dia segurando uma bandeira é literalmente, o tronco da escravidão em plena era digital. E um dos principais palcos é a orla da Atalaia aos finais de semana, que transformou-se neste período em um pelourinho eleitoral.

 

Proposta justa e urgente I

Assistindo ao programa eleitoral de Laércio Oliveira, candidato a deputado federal, que abordou o tema “Impostos”, este jornalista despertou sua curiosidade. Ao  Pesquisar no site www.feiraodosimposto.com.br sobre as porcentagens dos impostos sobre alguns itens descobriu que é necessário rever urgentemente a questão dessas tarifas. Um exemplo gritante é o da casa popular que o imposto consome quase 50% do custo total da mesma.

 

Proposta justa e urgente II

A redução dos impostos não implicará na queda da arrecadação, pois com preços menores haverá mais consumo e isso garantirá o retorno aos cofres públicos. E quem mais ganha é o cidadão que terá mais condições de compra. Enfim, são propostas como essas que a gente quer ver na TV, no rádio, nas ruas e principalmente em Brasília.  Os medicamentos têm 36% de impostos; a conta de água, 29,83% (mas tem a tarifa social); a gasolina, 47,87%; açúcar, 40,4%, entre outros.

 

Governo e CEF assinam contrato de R$ 62 milhões

O Governo do Estado e a Caixa Econômica Federal (CEF) assinaram três contratos que alcançam um valor de R$ 62,6 milhões visando a construção de 1.740 unidades habitacionais que beneficiarão aproximadamente 8.800 pessoas nos municípios de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Barra dos Coqueiros. O ato ocorreu no gabinete do governador Marcelo Déda, na tarde de ontem, 24, contando com a participação do superintendente da CEF em Sergipe, Luciano Pimentel.

 

Novo deputado monta escritório parlamentar I

 Para dar agilidade ao seu mandato de deputado federal e receber as sugestões da sociedade sergipana, o deputado federal Pedrinho Valadares (DEM) montou seu escritório parlamentar e já atende aos que lhe procuram, além de prefeitos e lideranças políticas do Estado.         De acordo com o parlamentar, o escritório já está funcionando desde o dia 16 de agosto e está localizado na rua Wilson Rocha, 744, bairro Grageru, na capital sergipana. O outro local de atendimento do parlamentar está na capital federal – Gabinete 336, anexo III.

 

Novo deputado monta escritório parlamentar II

Pedrinho ressalta que, apesar de ser candidato a deputado estadual, o escritório político terá a função de atender às demandas do seu mandato e não atividades no campo político-partidário. “Como sempre fiz nos meus mandatos, terei escritório em Sergipe e em Brasília para atender a todos que me procuram. Tem prefeitos, lideranças sindicais, enfim, a sociedade organizada que precisa ter acesso ao deputado”, justifica.

 

Seminário de Avaliação I

A Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica de Sergipe (Fapitec/SE) realiza na próxima quarta-feira, dia 25, o Seminário de Avaliação Final do Programa de Pesquisas para o SUS-PPSUS. Tendo como objetivo apoiar o desenvolvimento de projetos de pesquisa, coordenados por pesquisadores de instituições da área da saúde no Estado, a fim de que os resultados possam ser transferidos e apropriados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o evento acontece em parceria com a Secretaria da Saúde (SES).

 

Seminário de Avaliação II

A Fapitec é vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Turismo (Sedetec) e nesse evento conta com o apoio do Ministério da Saúde, Ministério da Ciência e Tecnologia e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O seminário será realizado a partir das 8h no hotel Real Classic, na orla de Atalaia.

 

Guia Sergipe Trade Tour será lançado dia 31 deste mês

A Editora S&Z Comunicação lança, no próximo dia 31, a oitava edição do Guia Sergipe Trade Tour. O evento será no Palácio – Museu Olímpio Campos, às 19h30, onde estarão reunidas  autoridades, empreendedores, anunciantes e patrocinadores do mercado turístico sergipano. No lançamento para um público vip e imprensa serão homenageados clientes e autoridades amigos do Guia Trade Tour.

 

Distribuição nacional

O guia já se consagrou como uma referência em publicações que impulsionam o turismo em Sergipe e será distribuído nacionalmente pela Distribuidora Abril, estando nas bancas a partir de 2 de setembro. “Iniciamos este trabalho há oito anos com a pretensão, graças a Deus alcançada, de contribuir para o desenvolvimento do turismo em Sergipe. Ano a ano estamos consolidando esta publicação que se tornou um produto indispensável para o mercado turístico”, decreta a editora do guia, Waldete Zampieri.

 

Dia do Nutricionista comemorado em Aracaju

O Dia do Nutricionista (31 de agosto) está chegando e, para marcar a data, o Conselho Regional de Nutricionistas da 5ª Região (CRN-5) vai promover um evento especial de integração da categoria na capital sergipana. O encontro está marcado para o próximo dia 27 no Hotel Aquárius, às 17h. Os interessados devem fazer sua inscrição gratuita enviando nome completo, nº do CRN, e-mail e telefone de contato para o e-mail delegaciacrn5@hotmail.com. Mais informações pelo telefone (79) 3211-8248 O evento conta com o apoio da Nutrimaster, Panificação Santa Cecilia e Millamassa.

 

Concurso para Perícia Criminal

Na noite desta última segunda-feira, 23, o Secretário de Estado da Administração, Jorge Alberto, afirmou que a SEAD abrirá edital de concurso público para a perícia Criminal Sergipana ainda no ano de 2010. A declaração foi dada no programa “Ação Cidadã”, realizado pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe-SINPOL/SE, apresentado pelo radialista Jailton Santana, na Rádio jornal AM, 540 KHS.

 

Dificuldades

O vice-presidente do SINPOL/SE, Antonio Moraes, comemorou a declaração do secretário, mas ressaltou que as dificuldades do setor não serão sanadas apenas com concurso público, havendo a necessidade de políticas públicas de fortalecimento do setor.  “O SINPOL-SE entende ser necessária a realização de concurso público para a perícia criminal sergipana, mas não deixaremos de ser a pior perícia do país apenas contratando novos profissionais”, afirmou.

 

Justiça Eleitoral fiscalizará carros de propaganda

O Des. Luiz Mendonça se reuniu, com o representante da polícia federal, Delegado Sidney, da Polícia Militar, coronel Yunes, do Juiz  Ouvidor, Dr. Anselmo Oliveira e da Juíza Eleitoral responsável por exercer o Poder de Polícia na Propaganda Eleitoral na Capital, Dra. Bethzamara Macedo. Na reunião ficou decidido que a Justiça Eleitoral intensificará a fiscalização dos carros de propaganda eleitoral na Capital, inclusive, com a utilização de equipamentos digitais capazes de realizar medições sonoras. Domingo (22), os servidores da Justiça Eleitoral  estiveram presentes na praia de Atalaia, realizando uma campanha de prevenção e orientação dos carros de sons que faziam a propaganda eleitoral na área. A partir do próximo dia 29, a fiscalização estará coibindo os carros que estiverem utilizando potência sonora proibida pela justiça eleitoral.A Juíza Eleitoral da Propaganda Eleitoral, Bethzama Macedo, baixou portaria estabelecendo o limite da potência sonora dos carros de propaganda, conforme (residencial, comercial e industrial) e o turno (diurno e noturno):

 

Tabela fornecida pelo TRE.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prefeito apresenta projetos para Aracaju

Manhã de ontem, 24, o prefeito Edvaldo Nogueira lançou um grande pacote de projetos para a realização de obras de infraestrutura em Aracaju. O investimento é de mais de R$ 200 milhões e beneficiará 126 mil habitantes, com obras nas zonas norte, sul e Zona de Expansão da cidade, no loteamento Aruana e nos bairros Atalaia, Aeroporto, Santa Maria, Inácio Barbosa, Olaria e Jardim Centenário. Durante o evento, o prefeito também assinou a autorização das obras de habitação do projeto “Minha Casa, Minha Vida”.Na noite desta quarta, 25, representantes da Prefeitura de Aracaju e do Governo do Estado debatem essas propostas em Brasília para captação de recursos federais.

 

Investimentos I

Esses projetos dão continuidade ao pacote de investimento conseguido junto ao Governo Federal para saneamento, urbanização e moradia no valor de R$ 98 milhões. Desse valor, R$ 68 milhões foram destinados ao bairro Santa Maria com a abertura de 177 ruas e a construção de 2.600 unidades de moradia, das quais 900 delas entregues à população. No bairro Coqueiral, onde o inverno mais rigoroso causou a diminuição do ritmo das obras, a prefeitura entregará 600 casas e abrirá 117 ruas.

 

Investimentos II

Nos bairros Santa Maria e Porto Dantas, a prefeitura irá investir aproximadamente R$ 25 milhões para construção de casas e apartamentos. Apenas no Santa Maria, serão 281 casas e no Porto Dantas, 369 unidades. De acordo com o secretário municipal de Planejamento, Ducival Santana, há ainda mais dois projetos em análise, mais um para o Porto Dantas e outros para o bairro Soledade. Além das obras do “Minha Casa, Minha Vida”, o bairro Santa Maria ganhará um conjunto habitacional que beneficiará 3.120 habitantes com investimento de R$ 24 milhões para construção de moradias e infraestutura. A intenção é diminuir o déficit habitacional de Aracaju.

 

Infraestrutura

Além do Costa do Sol e do Beira Mar, outros canais estão previstos para resolver os problemas de alagamento da Zona de Expansão, entre eles o canal de São Cristóvão, entre o canal Estrada do Sol e o rio Vaza-Barris; o Canal dos Lagos, entre as áreas do loteamento Morada do Sol e do povoado Mosqueiro, e os canais Aruana 1 e 2, com estrutura de macro e microdrenagem.

 

Mobilidade

Ciente das dificuldades enfrentadas hoje por motoristas e pedestres da capital, Edvaldo Nogueira aproveitou a oportunidade para apresentar o esboço de um projeto para desafogar o trânsito em Aracaju. A ideia é fazer um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que aproveite a linha de trem existente no avenida Rio de Janeiro, que liga o Santa Maria ao Bugio. O chamado metrô de superfície passaria por estações e o transporte público seria complementado por ônibus. Uma empresa do Recife, em Pernambuco, foi contratada para avaliar as condições para concretizar o projeto e averiguar as possibilidades de captação de recursos. “É uma questão que temos que enfrentar e para isso temos que planejar pensando no futuro. Quando envelhecer, vou morar em Aracaju. Então eu, como todo mundo, penso nos parques, nas praças e na cidade que quero para meus netos”, disse o prefeito. (PMA).

 

DEBATE/ RODOVIÁRIA VELHA/TRANSPORTE

 

MP terá audiência amanhã

E a imprensa sergipana vai acompanhar a audiência que será realizada amanhã, 26, no Ministério Público Estadual sobre a rodoviária velha. Ninguém agüenta mais o excessivo número de veículos naquele pequeno espaço. A saída é remover linhas intermunicipais para a rodoviária José Rolemberg Leite e outras linhas (da região metropolitana) para os terminais vizinhos. Com certeza o MPE fará a sua parte.

 

SMTT também defende saída da área

A SMTT de Aracaju também defende a saída de veículos daquele espaço. É o bom senso prevalecendo. Com certeza o secretário Valmor Barbosa, responsável pelo setor, vai determinar a seu representante na audiência que aceite um Termo de Ajustamento de Conduta com um prazo para a mudança definitiva. Valmor é um dos técnicos mais competentes da atual gestão estadual.

 

Sugestão é remoção por etapas

No governo estadual já existem o estudo de algumas possibilidades para a remoção dos veículos da rodoviária velha. Uma delas é em duas etapas, tirando primeiramente o transporte interestadual mais distante, para depois adequar a realidade. Outra ação é a construção de um terminal na área do estacionamento do mercado, com passarelas (do terminal para o mercado) que tiraria diversos veículos da área que hoje é um câncer no centro de Aracaju.

 

Operação precisa ser casada

O MPE entende também que para realizar esta operação de remoção por etapas é necessário que a SMTT de Aracaju aumente a demanda de ônibus no terminal integrado ao lado da rodoviária nova porque terá um aumento da demanda. Um detalhe; se a Sefaz realizar fiscalizações em alguns veículos intermunicipais, terá uma surpresa no que se refere ao recolhimento de impostos.

 

Cadê a Agência Reguladora?

O governo estadual já aprovou na AL a criação da Agência Reguladora que será de vital importância para iniciar o processo licitatório cujo diagnóstico já existe (ou está sendo concluído) por uma empresa contratada. O governo saberá qual a real necessidade em todas as áreas. Daí basta apenas vontade política e o interesse maior da sociedade sergipana, porque mexe com vários interesses.

 

Esclarecimentos da Seinfra sobre a rodoviária velha

Assessoria de Comunicação da Seinfra: Caro Cláudio, considerando a matéria Transporte e rodoviária velha, publicada no seu blog no último dia 19, entendemos como necessários alguns esclarecimentos:

 

O problema do número exagerado de veículos de transportes no Terminal Governador Luiz Garcia e em seu entorno, por certo, é antigo. Sabe-se ser decorrente da necessidade do deslocamento diário de mais de 30.000 pessoas, dos municípios sergipanos para Aracaju, o que gera 1.098 partidas diárias, somente daquele terminal. Outro aspecto importante que registramos diz respeito à inexistência, até o ano de 2007, de políticas públicas efetivas para o planejamento de um sistema de transporte intermunicipal capaz de atender aos anseios da população, fato que contribuiu significativamente para o quadro que tentamos melhorar nos dias atuais.  Fazendo uma analise superficial baseada em comentários de bastidores alguns apontam como solução do problema o deslocamento de todas as linhas do transporte intermunicipal para o Terminal José Rollemberg Leite, deixando assim, na rodoviária velha apenas os ônibus que fazem as linhas da Grande Aracaju. Porém, a insipiência dos que assim entendem, desconsideram os dados levantados pela extinta SETRAM, em maio/2008, os quais indicavam que 41,6% das pessoas transportadas pelo sistema intermunicipal têm como destino imediato o centro de Aracaju. Realidade que ainda permanece!

 

Antes, porém, dessas soluções, devemos considerar aspectos técnicos importantes da questão, tais como: a) será que os 12.854 usuários (41,6%) que estabelecem como seu principal destino o centro de Aracaju, e que terão de pagar mais uma passagem no sistema urbano, concordarão, simplesmente com a mudança? B) O Sistema Integrado de Aracaju está preparado para atender a grande demanda que será gerada no Terminal de Integração Leonel Brizola a partir do deslocamento das linhas para a rodoviária nova? C) A região está preparada para o grande fluxo de veículos e pedestres que será deslocado para lá caso a mudança venha ocorrer?  

 

Como observamos, o tema é complexo e essa situação também preocupa o Governo do Estado que, através da SEINFRA, contratou a elaboração do Projeto Básico do Sistema Intermunicipal de Transportes, em fase de conclusão. Somente com esse estudo, será possível, em parceria com o órgão gestor do transporte e trânsito de Aracaju, definir as mudanças indispensáveis no transporte intermunicipal que, com certeza, refletirão na melhoria dos serviços prestados no trânsito em nossa Capital. Os avanços promovidos pelo Governo de Sergipe a partir de 2007 são visíveis e significativos, tais como a contratação do Projeto Básico do Transporte Intermunicipal de Passageiros, a redução da idade média da frota para 2,3 anos e a ampliação da oferta dos horários de viagens, entre outros.

 

DO LEITOR

 

Contradição da causa verde

DO leitor Joseilton Nery: “Estranha-me o fato de um candidato a deputado estadual levantar a bandeira do meio-ambiente. Testemunho seu empenho contra a instalação da usina nuclear em Sergipe. Todavia esse candidato, além de contrariar sua coligação, apoia para o senado o candidato que defende com mais veemência exatamente a instalação da mesma usina nuclear em Sergipe. Durma com esse barulho, caro Cláudio! Arrepare, Osmário!”

 

Vocês lembram do caso Marley? 31 de agosto, dia do julgamento

 

Há exatos três anos e quatro meses, a então estudante do curso de direito, Marley Dias

Out doors foram espalhados por amigos e familiares.
Nascimento, foi brutalmente assassinada pelo seu ex-companheiro Pablo Figueiredo de Vasconcelos.

Na ocasião, o fato ocorrido com a nossa querida colega, chocou profundamente a nossa sociedade que, indignada, manifestou de diversas formas a sua revolta com a brutalidade do crime e solidarizou-se à família vitimada. Lembramos muito bem das diversas e contundentes coberturas da mídia, das manifestações de rua organizadas por colegas e amigos da vítima, das panfletagens, das lembranças anuais quando da passagem da data de aniversário da Marley, enfim, das inúmeras atitudes que demonstravam acima de tudo o inconformismo, a revolta com a perda cruel da nossa amada colega e amiga, e o sentimento uníssono da necessidade de que fosse feita a justiça devida.

Pois é, naturalmente o tempo vai passando, o processo vai se desenrolando, a defesa do assassino vai protelando o andamento normal da justiça, as coisas vão esfriando e, como conseqüência, a rotina vai fazendo com que diminua na nossa mente a lembrança de um fato tão marcante e cruel como este e, pior, junto a tudo isso diminui também a vigilância e o acompanhamento necessário para a consolidação do ato de justiça.

Nesse sentido e com essa preocupação, gostaríamos de convidar a todos para comparecerem no dia 31 de agosto de 2010, às 9h, no Fórum Gumercindo Bessa, nesta nossa querida cidade de Aracaju, ao Tribunal do Júri que, com a bênção Divina, dará o merecido desfecho a este caso, momento em que a nossa sociedade terá a chance de fazer valer os seus mais profundos valores e sentimentos, julgando o Sr. Pablo Figueiredo de Vasconcelos, réu no processo em questão.

Por acharmos ser também este um momento de grande aprendizado de cidadania, contamos com o apoio, a solidariedade, a vigilância e, principalmente, com a presença de todos.

Cordiais Saudações, eternas amigas e colegas de Marley

 

Cacho é Humanista na sua essência

E-mail recebido, por conta de notas publicadas neste espaço: “Apesar de o que mais aparece no Emanuel, em essência ele é verdadeiramente um humanista, no sentido pleno.  Eu o acompanho desde antes da Secretaria.Não é necessário trazer isso na memória mas antes do Emanuel, a SEJUC – era assim chamada – era apenas a “carçeireira – mor ” do Estado, sendo o espaço da cidadania, relegada a um canto. Quando este existia. O primeiro passo que demos foi no sentido conceitual. Assim transformamos a secretaria em Justiça e Cidadania, ficando o termo SEJUC, apenas constando. Isso virou marca mesmo, sendo a bandeira branca símbolo e “Pela Paz Social”, conceito/slogan.Inicialmente demos um arrancada com a “indústria da fuga “, um termo concebido por mim , que foi inicialmente formatado nuns cartazes de Procura – se , já que na época cerca de 30% da população carcerária estava foragida.Diversas ações anti-fugas foram tomadas, o que marcou o início da projeção do Emanuel enquanto Secretário.O Emanuel então destaca-se nacionalmente na campanha do Desarmamento. Recebendo inclusive um prêmio da UNESCO.Elege-se presidente do CONSERJ  – Conselho Nacional dos Secretários de Justiça. Um feito.Traz para Sergipe um volume de verbas federais recorde para a pasta.E desenvolve um trabalho com os internos de uma sensibilidade rara. O Emanuel é um cara que tem uma visão muito ampla da natureza humana, aceita a todos como são  de maneira grata e sincera”.

 

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

 

Frase do Dia

“Acusam-me de poeta. Rejeito a imputação. Poeta é quem reúne com o olhar do coração o amontoado de palavras soltas que escrevo”. César Brito, no twitter ontem, 25.

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários