CAMPANHA JUNINA INCENTIVA O TESTE DA AIDS

0

A campanha informativa durante as festas juninas que está sendo realizada pela Secretaria de Estado da Saúde, com o apoio da Secretaria de Estado da Comunicação, tem como mensagem “Deu fogo ou bateu a paixão? Vá com proteção/ Faça o teste de HIV”. O objetivo da campanha é estimular as pessoas para que procurem um serviço de saúde a fim de conhecer a sua situação sorológica, isto é, saber se tem ou não o vírus da AIDS.

A campanha é estadual e está disponibilizando para todos os municípios sergipanos que forem realizar a festa junina, os folhetos informativos sobre as razões da realização do teste para o diagnóstico precoce do HIV, incluindo também os endereços dos principais serviços na rede pública de oferta do teste, as orientações sobre o uso da camisinha masculina e feminina e as atitudes que podem transmitir ou não o HIV. Ainda estão sendo disponibilizados baneres, porta-documentos, bandeirolas para ornamentação das unidades de saúde, camisas para os funcionários e voluntários que participarão da campanha em cada município e preservativos masculinos.

Em Aracaju, a campanha de incentivo ao teste está sendo realizada no Arraiá do Povo, animada vila caipira da cidade, situada na bela orla de Atalaia. Nos dias de quinta a domingo, a partir das 18h, trios pé-de-serra, forrozeiros, além de grupos folclóricos e quadrilhas juninas estão se apresentando em um barracão, mostrando aos sergipanos e turistas um pouco do há de mais típico e regional em Sergipe. Contando com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura, foi montada a “Casa da Prevenção” onde estão sendo disponibilizados os folhetos informativos sobre o teste da AIDS, preservativos masculinos, porta-documentos e, com grande sucesso principalmente entre as mulheres da terceira idade, o gel lubrificante.

A campanha junina também será divulgada nas unidades de saúde ligadas à Fundação Hospitalar de Saúde na capital e interior do estado (Hospital de Urgência de Sergipe, Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, Hospitais e Unidades de Pronto Atendimento do interior de Sergipe). Haverá divulgação também no Terminal Rodoviário José Rollemberg Leite, Aeroporto Santa Maria e pontos de atendimento ao turista, ligados à Emsetur.

O diagnóstico precoce do HIV é muito importante para a realização de um tratamento que garanta a qualidade de vida da pessoa infectada. O diagnóstico também pode fazer a diferença na gravidez. Mães soropositivas podem aumentar suas chances de terem filhos sem o HIV, se forem orientadas corretamente e seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e puerpério. É aconselhável que quem tenha passado por uma situação de risco (por exemplo, sexo sem camisinha) há mais de 30 dias, faça o exame de AIDS.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários