Campeão invicto

0

Para a alegria da grande Nação rubro-negra, o Flamengo sagrou-se campeão invicto da Taça Guanabara ao derrotar o Boavista. Eram 26 minutos do segundo tempo quando Ronaldinho Gaúcho cobrou com perfeição uma falta. A bola saiu de curva, passou por cima da barreira e foi dormir no fundo da rede. O gol calou os torcedores dos demais times cariocas, que ontem eram Boavista desde criancinhas, mas o resto do país vibrou de alegria. A urubuzada ainda está em festa e deve continuar assim até o Carnaval, afinal não é todo dia que se conquista o primeiro turno do campeonato carioca sem perder para ninguém. Dá-lhe Mengão!

 

João responde

 

Em nota publicada no jornal da família, o Correio de Sergipe, o ex-governador João Alves Filho (DEM) repudiou a denúncia de que o seu governo provocou um prejuízo ao Erário superior a R$ 150 milhões por conta da contratação da consultoria Fubras. Ele garante que, ao contrário do que apurou a Controladoria Geral do Estado, a iniciativa resultou numa economia superior a R$ 200 milhões para Sergipe. Mais adiante, João alega que a acusação tem objetivos político-eleitorais porque seu nome se sobressai entre os demais para disputar a Prefeitura de Aracaju. João finaliza a nota prometendo processar os “autores desta campanha difamante”.

 

Lagarto de luto

 

Quatro mortos e 14 feridos. Este foi o triste saldo do acidente ocorrido ontem à tarde em Lagarto, quando a caminhonete D-20, de placa HZF 8686, que transportava 18 pessoas, capotou ao tentar fazer uma ultrapassagem. O grupo tinha acabado de deixar a Barragem Dionísio Machado, que recebe aos domingos grande número de visitantes. Por conta do acidente, a rodovia SE 270 ficou interditada por quase três horas para que policiais do Corpo de Bombeiros, da CPRV e o pessoal do SAMU socorressem as vítimas. Uma lástima!

 

Mudança

 

A criminalidade cresce de maneira alarmante no interior. Pesquisa divulgada pelo Ministério da Justiça aponta que entre 1998 e 2008 a taxa de homicídios no interior aumentou 38,6%, enquanto as capitais e regiões metropolitanas reduziram seus índices em 24,6%. A mudança tem sido provocada pela falta de políticas específicas para combater a criminalidade em municípios de médio e pequeno porte. Segundo a pesquisa, fatores como tráfico de drogas, comércio clandestino de armas e policiamento precário contribuíram para o aumento das taxas de homicídio nas cidades do interior.

 

Saúde avaliada

 

O governador Marcelo Déda (PT) realiza nesta segunda-feira, a reunião mensal de acompanhamento das questões relacionadas à Saúde do Estado e de Aracaju. Além dele, estarão presentes os secretários Jorge Alberto, Antônio Guimarães, Oliveira Jr, Carlos Cauê, o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) e o secretário municipal de Saúde, Silvio Santos. A reunião vai acontecer no 3º andar do Palácio dos Despachos.

 

Novo prazo

 

O Comitê Gestor do Simples Nacional prorrogou até o dia 31 de maio o prazo de entrega da declaração anual do Micro Empreendedor Individual. Para aqueles que ainda não realizaram o procedimento, o Sebrae Sergipe está oferecendo auxílio de forma gratuita. Uma equipe trabalha em regime de plantão na sede da entidade, localizada na avenida Tancredo Neves n° 5.500, em Aracaju, para atender aos interessados. A declaração também pode ser feita nos escritórios do órgão em Estância, Itabaiana e Lagarto.

 

Até no parto?

 

Cerca de 25% das mulheres que tiveram filhos de parto natural na rede pública ou privada de saúde sofreram algum tipo de violência durante o trabalho de parto. É o que revela pesquisa da Fundação Perseu Abramo. Entre as frases mais ouvidas, estão “não chora que, no ano que vem, você está aqui de novo” (15%); seguida de “na de hora de fazer não chorou nem chamou a mamãe, por que está fazendo [isso] agora?” (14%); “se gritar, eu paro agora o que estou fazendo, não vou te atender” (6%); e “se gritar vai fazer mal para o seu neném, que vai nascer surdo” (5%).

 

Não sai

 

Diferente do que chegou a ser divulgado, o vereador aracajuano Robson Viana não vai deixar o Partido dos Trabalhadores. “Eu não deixei o PT, apenas manifestei meu descontentamento com a falta de espaço e o isolamento que algumas lideranças impõem aos mais novos”, disse o parlamentar à coluna Periscópio, do Jornal da Cidade. Robson se queixou, ainda, que não tem sido compreendido.

 

Último dia

 

As empresas têm até esta segunda-feira para entregar o comprovante de rendimentos de seus empregados para a Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física. Também hoje, acaba o prazo para as empresas e pessoas físicas que fizeram pagamentos com retenção de imposto em 2010 entregarem a Declaração de Imposto de Renda na Fonte à Receita Federal. As pessoas jurídicas que deixarem de apresentar a declaração estão sujeitas à multa mínima de R$ 500. Para as empresas do Simples e as inativas, a multa mínima é de R$ 200. No caso da não entrega do comprovante de rendimento, a multa é R$ 41,43 por documento.

 

Do baú político

 

A coluna publica texto enviado pelo internauta Ricardo Nascimento para o Baú Político: “Fatos resgatados através de fontes do arquivo geral do poder judiciário: inquérito para apuração da morte do líder trabalhista Lídio Paixão. Em 1954, em sintonia com o restante do país, Sergipe viveu um dia de tristeza e tumulto. Após receber a notícia de que Getulio Vargas havia cometido suicídio, a população sai às ruas entristecida e revoltada, buscando achar o responsável pela tragédia. Acredito que não encontrariam os responsáveis cá em Sergipe, nas terras do cacique Serigy. Porém, não tendo diretamente a quem culpar, os alvos da multidão enfurecida foram aqueles que faziam ferrenha oposição ao governo getulista em Sergipe. Os principais alvos foram à casa de Leandro Maciel e a rádio Liberdade, reduto dos udenistas. Apesar de todo o alvoroço, apenas uma tragédia fora registrada, e que ironicamente foi o linchamento do senhor Lídio Paixão, um líder trabalhista, correligionário de Getúlio Vargas e membro do PTB. Os figurões da política escaparam e sobrou para um trabalhador. Segundo o historiador Luiz Antônio Barreto, mesmo sendo petebista, Lídio Paixão, por possuir ligações com o deputado federal Leandro Maciel, saiu em defesa do amigo e foi interpretado de maneira equivocada, pagando, em Sergipe, o preço pelo suicídio do mais popular dos presidentes brasileiros.

 

Resumo dos jornais

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais