Canal de Xingó é um sonho do Império

0

O superintendente da Codevasf em Sergipe, Marcos Alves Filho, prevê que em 10 anos o Canal de Xingó estará concluído e distribuindo água do Rio São Francisco, desde Paulo Afonso (BA) até Poço Redondo (SE). É muito otimista este sobrinho do saudoso ex-governador João Alves Filho, líder político que passou parte da vida tentando construir este empreendimento de R$ 23 bilhões. Ora, bem mais barata foi a duplicação da RR-101, trecho de Sergipe, iniciada em 1998 e sem previsão para ficar pronta. Aliás, as promessas de canais levando as águas do “Velho Chico” sertão à fora são muito antigas, da época do Império. No distante 1852, dom Pedro II contratou o engenheiro alemão Henrique Guilherme Fernando Halfeld para elaborar um projeto que desviasse água do São Francisco para outros pontos do semiárido. O croquis de Halfeld seria engavetado. Ainda no século 19, o Senado e a Câmara Federal analisaram tanto projetos de lei que criavam comissões de engenheiros para desenhar o trajeto dos canais de água, quanto projetos que liberavam as verbas necessárias para tirá-los do papel. Os primeiros foram aprovados. Os segundos, não. Portanto, só mesmo sendo otimista ao extremo, como o jovem administrador Marcos Alves, para acreditar que daqui a uma década o sertanejo se beber água no Canal de Xingó. Crendeuspai!

Negacionistas isolados

Daqui pra frente, a vida dos negacionistas de Sergipe não será nada fácil. Tanto o governo estadual quanto a Prefeitura de Aracaju baixaram decreto exigindo comprovante vacinal contra a covid-19 a quem deseja ter acesso a eventos particulares. Também ontem, o Executivo sergipano retirou a ação que havia movido contra o Tribunal de Justiça visando anular portaria do TJ exigindo passaporte de vacina para ingressar em suas dependências. Pelo andar da carruagem, quem insistir em não se vacinar vai virar um patinho feio, que ninguém deseja por perto. Misericórdia!

JB na missa

Após um tempo sumido, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) deu as caras em público. Católico fervoroso, o emedebista prestigiou a missa em sufrágio da alma do ex-governador Marcelo Déda (PT), que morreu há oito anos, vítima de câncer. “Belas palavras do padre Marcelo, lembrando o grande legado do saudoso amigo”, postou JB nas redes sociais. Pessoas próximas a Jackson dizem que ele está carregando as energias para colocar nas ruas sua candidatura ao Senado Federal. Então, tá!

Mandato ameaçado

E o deputado federal Valdevan Noventa (PL) vai ter que se virar nos trinta para preservar o mandato. Ontem, o dito cujo foi cassado pela segunda vez sob a acusação de compra de votos e pagamentos feitos a “laranjas” com dinheiro de origem desconhecida. Noventa vai recorrer contra a condenação ao Superior Tribunal de Justiça. Há quem garanta que são pequenas as chances de ele preservar o mandato. Segundo as línguas ferinas, é mais fácil o deputado se tornar inelegível do que se eleger senador em 2022. Home vôte!

PTB namora Emília

A vereadora aracajuana Emília Corrêa (Patriota) está sendo paquerada pelo PTB. Ontem, o deputado estadual Rodrigo Valadares, manda chuva petebista em Sergipe, ofereceu apoio político à distinta, no caso de ela se candidatar ao Senado em 2022. Segundo Valadares, o PTB está buscado políticos conservadores e de direita para representar a população sergipana no Congresso. No segundo mandato de vereadora, Emília foi a 2ª mais votadas nas eleições do ano passado. Ela ainda não revelou se aceita ou não o convite do PTB. Aguardemos, portanto!

Presente de grego

Lembra do derramamento de óleo ocorrido em 2019 nas praias do Nordeste? Pois só agora a Polícia Federal informou que um navio petroleiro de bandeira grega foi o responsável pelo desastre ambiental. O vazamento de 5 mil toneladas de óleo matou milhares de animais e prejudicou a pesca, atingindo cerca de 130 municípios em 11 estados. Os responsáveis foram indiciados pela prática dos crimes de poluição, descumprimento de obrigação ambiental e dano a unidades de conservação. Ah, bom!

Votou com o governo

O senador Rogério Carvalho (PT) votou favorável à chamada PEC dos Precatórios, proposta do presidente Jair Bolsonaro (PL) bastante criticada pela oposição. Desta vez, o sergipano não foi o único petista a votar com o governo. Cinco dos seis senadores do PT apoiaram a PEC do Palácio do Planalto, para desespero da presidente do partido, Gleisi Hoffmann. Na última terça-feira, Rogério já havia votado favorável à manutenção do sigilo sobre o destino dos recursos do Orçamento da União. Santo Cristo!

Posse no TCE

João Augusto Bandeira de Mello foi empossado, ontem, como o novo procurador-geral do Ministério Público do Tribunal de Contas de Sergipe. O fidalgo substitui Luís Alberto Menezes, tornado conselheiro do TCE em novembro passado. Esta é a quinta vez que Bandeira de Mello assume a Procuradoria-Geral da Corte de contas, desta vez para concluir o mandato deixado por Alberto Menezes. Boa sorte!

Cozinhando o galo

O governador Belivaldo Chagas (PSD) deve reunir lideranças aliadas para um almoço na próxima segunda-feira. No cardápio, as eleições de 2022. Possíveis candidaturas majoritárias, porém, não serão servidas aos convidados. Na verdade, o governador vai continuar cozinhando o galo de sua sucessão até depois do Carnaval. Portanto, o almoço de segunda servirá mesmo para Belivaldo ouvir os aliados, avaliar com eles como foi 2021 politicamente e trocar figurinhas neste período de confraternizações. Aff Maria!

IPVA congelado

Que tal se o governo de Sergipe não reajustar o IPVA no próximo ano? Esse é o desejo do deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania). Ele até já apresentou um projeto de lei na Assembleia propondo vedar o aumento do valor do imposto para o exercício de 2022. Segundo o cidadanista, a sua propositura apenas legaliza a intenção do Executivo em congelar a base de cálculo do IPVA. Aliás, por ter anunciado que este tributo não seria reajustado, Passos está sendo processado pelo governo, que o acusa de propagar fake news. Danôsse!

Recorte de jornal

Publicado no jornal estanciano O Rabudo, em 23 de maio de 1875

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais