Capela conta Sergipe

0

O radicalismo do prefeito de Capela, Ezequiel Leite (PR), está inviabilizando a implantação pela Vale do Projeto Carnalita, que prevê investimentos de R$ 2 bilhões e a geração de 4 mil empregos diretos. Contra tudo e todos, Ezequiel decidiu que, se a usina de processamento do minério não for instalada em solo capelense, nega licença para a instalação do projeto. Esta posição mesquinha afugenta um investimento que mudará o perfil da econômica sergipana. Temendo que isso aconteça, o governador Jackson Barreto (PMDB) reuniu ontem empresários, lideranças políticas e a imprensa. Hoje senta com o prefeito para, mais uma vez, tentar convencê-lo. Tomara que este reveja seu ponto de vista, pois a Vale só aguarda até segunda próxima uma mudança de posição. Caso isto não aconteça, Sergipe jamais perdoará Ezequiel e todos aqueles que o estão orientando a ficar contra os interesses de todos os sergipanos.

Festa concorrida

O Espaço Emes ficou pequeno para o grande público que prestigiou ontem à noite a formatura dos 916 jovens do Instituto Luciano Barreto Júnior. Entre os políticos, se destacaram o governador Jackson Barreto (PMDB), senadores Eduardo Amorim (PSC) e Antônio Carlos Valadares (PSB), deputados federais Márcio Macedo (PT), Valadares Filho (PSB) e o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado (PSDB).

Mal estar

O desembargador Cláudio Déda, presidente do Tribunal de Justiça, teve um forte mal estar durante o evento de formatura dos jovens assistidos pelo Instituto Luciano Barreto Júnior. Socorrido pelo senador e médico Eduardo Amorim, o magistrado foi levado às pressas para o Hospital São Lucas, onde foi medicado e permanece internado.

Salvem o rio

Poluído, assoreado e agora tendo parte do seu leito aterrado criminosamente, o Rio Sergipe já inspirou vários artistas sergipanos. Entre eles estão os músicos Heitor Mendonça e Wedmo Mangueira, que compuseram ‘Rio pra não chorar’. Uma das estrofes da música lamenta: “Rio, tu que foste tão forte/ hoje vive a agonizar/ rio em seu leito de morte/ rio para não chorar”.

Satisfeito

E o senador Valadares ficou satisfeito com a presença de prefeitos e lideranças do PSB na reunião preparatória para o encontro que o partido realiza no próximo dia 7. Pelo twitter, o senador disse ter sentido a unidade e a força do PSB sergipano. Entre os temas discutidos ontem, destaque para a decisão do senador em colocar todos os cargos que o partido ocupa no estado à disposição do governador Jackson Barreto.

Vida longa

A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) prestou significativa homenagem ao empresário aposentado Josias Passos, que completou ontem 100 anos de vida. Satisfeito, ele agradeceu a homenagem. Durante 62 anos, Seu Josias atuou com sucesso no comércio de Aracaju, tendo presidido a Acese de 1975 a 1978.

Desrespeito

Os marginais não têm mais o que fazer. A última praticada por eles foi a invasão do Convento Nossa Senhora do Carmo, em São Cristóvão. Mesmo percebendo a presença dos religiosos, os bandidos roubaram três ovelhas. A Polícia foi comunicada do ataque, mas até agora não identificou os criminosos. Uma lástima!

Não quer

Com o título acima, o Jornal da Cidade publica hoje a seguinte nota: “A ex-primeira dama de Sergipe, Eliane Aquino, voltou a afirmar ontem que não deseja ser candidata a cargo eletivo em outubro próximo e deixou claro que em momento algum disse que seria candidata. Ela explicou que a inexistência de sua filiação na Justiça Eleitoral é um bom motivo para se ver livre desse tipo de coisa”.

Não pago

O Movimento Não Pago realiza nesta quarta-feira um ato para protestar contra um possível reajuste da passagem de ônibus da Grande Aracaju. A concentração está marcada para as 16h30, na Praça General Valadão, devendo a manifestação seguir até o terminal de integração localizado no centro da cidade. Os organizadores do protesto acham que o preço atual da tarifa já é muito caro, pois o serviço oferecido pelas empresas de ônibus é de péssima qualidade. Estão certíssimos!

Fique ligado

As pessoas que pretendem disputar cargos eletivos nas eleições deste ano só estão liberados para fazer propaganda eleitoral a partir do dia 6 de julho. Portanto, o candidato, legenda ou coligação que divulgar propaganda eleitoral antes do prazo estão sujeitos à multa no valor de R$ 5 mil a R$ 25 mil ou ao equivalente ao custo da propaganda extemporânea, se este for maior.

Do baú político

Professor de desenho no ‘Atheneuzinho’, Napoleão Dórea era muito amigo do líder udenista Leandro Maciel. Quando este se elegeu governador de Sergipe, em 1955, o professor foi trabalhar no Palácio Olímpio Campos. Em 1959, estimulado pelo próprio Leandro, disputou com sucesso uma cadeira de deputado estadual, mas não tentou o segundo mandato. Na década de 60, se mudou para Brasília onde, anos depois, conheceu a senhora Maria Estéfano Maluf, mãe de Paulo Maluf. Segundo as pessoas que conheceram Napoleão Dórea, a amizade entre os dois nasceu numa mesa de pôquer. Contam que a mãe do político paulista adorava vencer, enquanto o sergipano, para agradá-la, não se incomodava de perder, tornando-se o parceiro de jogo ideal da milionária. A amizade ficou tão intensa que, ao ser eleito governador de São Paulo, Maluf o nomeou secretário particular. O professor de desenho do ‘Atheneuzinho’ praticamente morava no Palácio dos Bandeirantes, sendo pessoa influente no governo. Morreu em São Paulo, onde seu corpo foi cremado. A pedido dele, as cinzas foram lançadas nas águas da Bahia e de Sergipe.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários